[DIário de Treino] - CConst

NULL

Well-Known Member
Ando a explorar essa possibilidade. Aliás: neste momento estou a canalizar a minha energia nesse sentido. Encontrar um clube, treinador, um grupo... qualquer coisa que puxe por mim e a quem tenha que prestar contas quando me baldo (nem que seja baldar à intensidade)
Tu não te estás a baldar à intensidade... os treinos que fazes têm intensidade suficiente, podem até ter intensidade a mais o que até pode ser prejudicial, podem-te tirar a vontade de ir treinar...
 

Bruso

Well-Known Member
Acho que o que estás a precisar é de um reset. Relaxa e corre, nada ou pedala apenas por gosto. Se conseguires arranjar um grupo com horários semelhantes aos teus junta te a eles e esquece os treinos estruturados durante uns tempos.
É bom sentir que estamos a evoluir mas não podes esperar com a um nível X e acabar o ano com nível 12X. A evolução não é linear e a única diferença que sentirás ao arranjar um treinador será teres mais dias de descanso no calendário.
Tendo em conta o que estás a passar beneficiarias mais em fazer 2 voltas de 5h do que esse treino todo que costumas ter planeado.
 

NULL

Well-Known Member
Mais... eu para a modalidade que praticas sugeria-te uns treinos diferentes daqueles que tens feito. Estás a fazer muitos treinos com séries curtas e intensas... eu acho que devias ponderar treinos e séries mais longas a Z3 e Z3 alta...
 

{the_crow}

Well-Known Member
Tinha aqui um texto um bocado pro extenso...mas dp pensei: quem sou eu para tar praqui a fazer um testamento ..por isso a unica coisa que posso dizer é: Diverte-te acima de tudo :) Dá um gozo imenso pedalar por essas estradas fora.. a curtir a paisagem ( ate mesmo qdo ta de chuva )
As "psicoses" da evoluçao sao para quem quer ser profissional ...
Pelo menos é essa a minha posiçao.. por isso que ao contrario da maioria dos meus colegas de equipa nao tenho treinos especificos nem quero ter os stresses de os seguir a risca
Se as x fico #$"#$" comigo? sim.. ainda ha 2 fins de semana atras ate fui bruto para com eles .. pq a subir das praias para o solitario na Serra da Arrabida.. fiquei completamente pregado ao chao e qdo cheguei ao topo eles estavam a minha espera e eu disse: nao precisam de esperar que eu sei o caminho car"#!"#!!" obviamente que a frustraçao era comigo e nao com eles...

Qto aos treinos varia.... curtos, longos,sprints,candencia,subida,força.. a evoluçao vai la aparecer.. :) mas o gozo de pedalar uma bicicleta tem de la estar sempre :)
 

cconst

Well-Known Member
@{the_crow} se eu conseguisse fazer 4 dias na Serra da Estrela com esse acumulado todo, não tinha "psicoses"! ahaahahah!

Tenho bebido tudo o que me têm posto aqui. E bem hajam por isso.

Neste próximo mês ou assim, não me vou preocupar com nada. Vou apenas fazer por ir pedalar descontraidamente, correr pelo gozo e ir nadar apenas "porque sim". Só para não perder a forma. Uma espécie de recuperação activa do corpo e mente ;)

Em Agosto logo penso no que irei fazer depois e como irei fazer.
Este ano não vou fazer o 70.3 de Cascais (é muuuuuuuito caro :mad:!!!!) mas penso em ir no dia 21 de Setembro ver como se está em Sines para um Olímpico (1500m+40km+10km). Mas aqui sem preocupações de maior. São distâncias que estão perfeitamente ao meu alcance sem ter que pensar muito em treinos estruturados, em zonas de treino ou no que quer que seja. Penso que apenas com "manutenção" chego ao fim de forma confortável :cool: .

Depois disso, provavelmente inicio o trabalho a "sério" para o Setúbal Triathlon. Tenho contas a ajustar com essa prova.
 

cconst

Well-Known Member
E porque é segunda feira e ainda não dei cavaco do treino da semana passada:

Foi tudo destruturado! apenas para curtir a cena.
  • Segunda-feira, fui correr acompanhado pela minha filha de 6 anos na sua bike (anda toda entusiasmada sem as rodinhas!!! que espetáculo!) ainda foram quase 6km que ela aguentou!!!!
  • Terça-feira, com a vossa conversa, saí de casa de bike e decidi que iria fazer 30km em 1h ou menos. Não consegui, mas ficou perto (1h05)
  • Quarta-feira fui correr novamente, desta vez deu-me para fazer hill-reps (obrigado a todos!)
  • Como na quarta feira tive de serviço num arraial até às tantas, quinta e sexta não apeteceu...
  • Sábado, em jeito de teste para Peniche no próximo sábado, acumulei 14km com cerca 500m de acumulado.
  • Domingo: doíam-me as pernas. Não fiz nada :rolleyes:
Em semana de arraiais em que de 4ª a Domingo houve sempre [má] hidratação com fartura...

Para esta semana, dado que no sábado à noite tenho previsto participar na 40ª edição da "Corrida das Fogueiras" em Peniche (no ano em que fiz 40), ir-me-hei focar na corrida, mas nesta semana com calma.
 

cconst

Well-Known Member
E a semana que se passou, terminou na corrida das fogueiras:


É uma corrida... interessante. Feita à noite, com muita gente (entre a corrida das fogueiras de 15 km e as fogueirinhas com 5, eramos cerca de 7000). O percurso é duro devido à geografia do local. Tem um segmento relativamente longo a subir e muito ventoso (lateral/frente). Parece-me que é evento a repetir.

A corrida correu como esperava e não como queria. Queria fazer abaixo da 1h15, mas apenas consegui 1h17'42''. Olhando para a distribuição da frequência cardíaca reparei que andou sempre lá em cima (Z4 e Z5), o que quer dizer que dei o que tinha a dar... certo!?

Os treinos durante a semana foram sem qualquer estrutura, tendo apenas o cuidado de fazer a ultima corrida curta e com pouca intensidade (apenas um ou dois sprints apenas para colocar tudo a mexer).

Para as próximas semanas vou deixar-me de tretas e de estruturas e cenas. Vou apenas tentar fazer 2 sessões de corrida e 2 de bike. Para manter o corpo a mexer. Talvez tentar encontrar um ou outro segmento do Strava para ver se melhoro os meus tempos, mas nada mais que isso. Acho.

Abraços e bons treinos!
 

cconst

Well-Known Member
Uma pergunta :
Alguma razão em específico não fazeres trabalho de ginásio? Tipo fortalecimento, nada de ficar "biiiixo"

Abraço e força nisso!
Não me dou bem em ginásio. Aborrece-me. Aquela coisa de estar dentro de casa, a malhar, a fazer caras feias, a cheirar os outros, a esperar pela máquina, o tempo que perco em deslocações de e para...

Se pensar um pouco ainda arranjo mais desculpas. Simplesmente não gosto, mesmo sabendo que me faria bem.

Tenho um ginásio de rua (de calisténicos) mesmo à porta de casa e ando há um ano ou dois a tentar convencer-me a ir até lá.


Mas consigo arranjar outras desculpas... do género: e um plano de treinos? por onde começo? e faço apenas 2 ou 3 pull-ups ao pé de uns calmeirões que fazem uns 50 (só com um braço)?

enfim... Não puxa por mim, e mesmo sabendo que me faria bem, arranjo todas as desculpas e mais algumas.

Abraços (e @elchocollat obrigado, esta semana vou fazer por encontrar um plano de iniciação aos calisténicos para me organizar)
 
Eu perguntei porque a parte física "por fora" é importante
Não precisas de fazer 50 elevações ou mesmo 10...
Eu defendo que o nosso corpo funciona como um todo, é necessário trabalbar todas as partes, mesmo que não seja essencial para o que nós gostamos de praticar.
Flexões, trabalho abdominal, ombros pode ser um trabalho leve, mas... Agachamentos têm que existir. As pernas não foram feitas apenas para rodar na bicicleta ou correr. Se num dia fizeres tantos Agachamentos quanto o dobro do teu peso, então estás muito bem.

Não quero começar com teorias nem ideias, nem nada disso.
Queria apenas dizer-te para fazeres agachamentos :p e trabalho de core. Vai-te ajudar porque no geral vais ficar mais forte. Se quiseres dedicar um dia da semana a isso... Melhor. Caso contrário, vai fazendo.
Não te esqueças :
Sempre para fortalecer e não com o intuito de ficar "grandao" :) ;)
 

cconst

Well-Known Member
@elchocollat tenho a noção de que o trabalho de força faz falta. E como dizes e para fortalecer sem ficar "grandão". Diz a teoria que um core forte ajuda a transferir melhor a força na bike e a estabilizar a anca na corrida, tornando-me no geral mais eficiente.

Tenho mesmo que pensar neste tema com mais afinco.
 

DMA

Well-Known Member
A cada 7 a 10 dias não faço os 15, mas tipicamente entre 12 a 13km.


Como assim? Em Setúbal?

Para Setúbal tinha estimado o seguinte:
  1. Natação: 39minutos
  2. Bike: 3h27
  3. Corrida: 2h01
Ia com o objectivo:
  1. Natação: 36
  2. Bike: 3h13
  3. Corrida: 1h54
Consegui:
  1. Natação: 38'31
  2. Bike: 3h25'47''
  3. Corrida: 2h26'23''
Ou seja, acabou por "apenas" me ter corrido mal o segmento da corrida... Que me parece que foi provocado por uma má estratégia na bike... Digo eu...

@DMA era isto que querias saber?



Não. Para já não tenho objectivos para esta época. Pelo menos provas.
Tenho sim previsto ir falar e começar a ser acompanhado por nutricionista (não apenas por sentir lacunas em prova, mas porque o peso teima em não descer... assim como o colesterol. E penso que nem como assim tão mal quanto isso). A par desta decisão, estou a ponderar também encontrar um treinador ou um clube que consiga conciliar as minhas restrições de horário/calendário de modo a conseguir chegar nos 70.3 ao middle of the pack, com tempos a rondar as 5h30.
Desculpa o post passou-me e acabei por não responder.
Lá está na corrida pagaste a fatura. Um esforço de 5h30' - 6h, ainda para mais com um volume de treino que não sido constante e muito grande tem que ser encarado de forma pragmática. Há que poupar energia e ir confortável. Para mim a tal situação que descreveste, de ir "recuperar" no segmento de ciclismo foi-te fatal.
Mas as coisas são assim mesmo; uma pessoa vai aprendendo com os erros. Faz parte :)
 

DMA

Well-Known Member
Ando a explorar essa possibilidade. Aliás: neste momento estou a canalizar a minha energia nesse sentido. Encontrar um clube, treinador, um grupo... qualquer coisa que puxe por mim e a quem tenha que prestar contas quando me baldo (nem que seja baldar à intensidade)
Do que li acho que realmente vai fazer-te bem um reset mental e uma fase de treino sem grande estrutura e pressão.
Tenta ver se arranjas alguém que queira ir treinar contigo, e que de preferência te aperte os calos :) Não há melhor para evoluir.
E há outra vantagem: quando combinamos com alguém temos que aparecer; não dá para ficar na sorna "porque não apetece". E o tempo passa mais rápido, vamos na conversa (enquanto há O2 :D ).
Pensa nisso ;)

De qualquer forma vai tentando aumentar a "cilindrada" do teu motor. Demora e é gradual mas "tem" que ser feito. É um trabalho que exige alguma "casmurrice" e paciência. Mas esse trabalho é essencial em desportos de endurance.
Voltas longas num ritmo controlado. Voltas de 50-80' a ritmo alto ao estilo TT para tentar subir o teu FTP (faz um segmento porreiro no strava e vai tentando bater o teu próprio tempo); não há melhor para ficares a conhecer bem o teu motor e afinares o teu pacing.
Não descures a corrida e vai fazendo umas longas soft, outras longas mais intensas, outras de média distância ao estilo treino sueco, etc. E tenta ir descendo o teu peso (fundamental na corrida, não há volta a dar).

Com estes treinos que são "simples", diria até banais, e nada "cutting edge" vais treinar sem pressão e com satisfação à mistura. E podes crer que vais melhorar o teu motor e ficares a conhecer-te melhor como atleta.
 

cconst

Well-Known Member
Sem nada programado e considerando quase uma off-season, dado que não estou a estruturar nada, aconteceu o seguinte:


Ali na terça feira ainda passei pelo ginásio de rua mais próximo de casa para alguns (poucos) calisténicos. A verdade é que andei com dores nos abdominais até 5ª ou 6ª tal é a [não tão] brutal forma física... Apenas quer dizer que tenho que continuar! Pelo menos uma sessãozita semanal.

Abraços e boa semana!
 

cconst

Well-Known Member
Mais uma semana, ainda sem estrutura, apenas fazendo o que me dá na gana e quando me dá na gana:


Confesso que tenho gostado deste novo registo. Não sei até que ponto é que isto poderá ser bom (quer dizer: bom será, pelo menos comparando-me para a maioria dos quarentões que infelizmente são sedentários) mas, por agora, está a resultar.

Sinto que estou mais rápido na corrida. Ainda não me dei ao trabalho de avaliar os números, mas sinto que apesar de não estar a bater records a sensação de esforço é menor tendo em conta o ritmo (aparentemente).

Boa semana!