Como perder peso - The Hard Facts

EL PISTOLERO

Well-Known Member
Pode ser que estejam a comer proteina animal em excesso (Hormonios , Antibioticos) bem como derivados do leite , salpicão, fiambre, chouriço (gordura saturada).
Cortem nisso (ou reduzam) e depois digam qualquer coisa ;)
A minha mãe praticamente não come nada do que enumerou e tem colesterol e toma medicação para o controlar... E não tem propriamente uma alimentação equilibrada pois come pouco e não come de tudo, por exemplo carne come muito pouca.. álcool nem lhe toca
 

sickflick

Well-Known Member
A minha mãe praticamente não come nada do que enumerou e tem colesterol e toma medicação para o controlar... E não tem propriamente uma alimentação equilibrada pois come pouco e não come de tudo, por exemplo carne come muito pouca.. álcool nem lhe toca
Acredito que cada caso seja um caso. Eu falo por mim que notei drasticamentee uma queda acentuada do meu colestrol ao passar para um regime alimentar diferente.
Creio ser obvio que quanto mais cedo se começar a ter ditos habitos saudaveis melhor será o futuro da nossa saude.

Como por exemplo homens que vão tomar medicação ( aquela que começa com V ) . Antes de ser necesario chegar a esse ponto deveriam ter tido cuidado com a sua saude (Colestrol arterias entupidas possivel AVC ataque cardiaco)


Exemplo retirado do site do Ministerio da Saude

O tratamento do colesterol alto pode ser feito de forma natural, através de uma alimentação rica em frutas, verduras, legumes e carnes magras, como peixe e frango, por exemplo.

  • Deve evitar alimentos que contêm gordura saturada como: manteigas, salsichas, hambúrgueres, chocolate, gema de ovo, carne suína, ou banha de porco.
  • Deve consumir moderadamente gorduras insaturadas, como o óleo de girassol, semente de abóbora, de girassol, castanhas, nozes ou amêndoas.
  • E privilegiar as frutas e vegetais, consumindo pelo menos cinco porções diárias de frutas e vegetais, que podem ser banana, laranja, manga, maçã, tomate e vegetais cozidos.
Estas frutas e os vegetais contêm substâncias que protegem os vasos sanguíneos e os tecidos do cérebro e coração, ajudando a prevenir enfartes e derrames.

Praticar atividade física três vezes por semana ajuda a emagrecer e a gastar esta gordura acumulada, diminuindo naturalmente o colesterol e o risco de doenças cardíacas.

A atividade fica à sua escolha. As opções são muitas, desde caminhar, nadar, fazer yoga ou jogar futebol com a família ou amigos. O importante é que a atividade seja feita, no mínimo, 40 minutos, 3 vezes por semana. Desportistas de fim de semana não contam.


http://hff.min-saude.pt/colesterol-alto-saiba-como-identificar/
 

Pires

Active Member
O colesterol não é um indicador da boa alimentação nem do excesso de peso ou falta dele!
Felizmente sou desses ditos "atletas que comem que nem umas bestas" e nunca tive colesterol a cima dos 150, não tenho um regime alimentar estruturado há uns 10 anos e não tenho das dietas mais variadas que existe... Não sou nenhum peso pluma (nem lá perto), mas sei de experiência própria que para perder peso tenho de fechar a boca, não há milagres nem mezinhas! Ou faço mais exercício, ou como menos.
 

NULL

Well-Known Member
Eu como e bebo o que me apetece, quando me apetece e não tenho cuidados nenhuns com a alimentação. Abuso dos fritos e dos salgados. Não sou muito de doces mas vou comendo. Com o que pratico de bicicleta não consigo engordar. São apenas 5 a 7 horas por semana.
 
Claro que há pessoal que ganha peso com mais facilidade, tal como a quem o perca com facilidade
Mas quando falam que comem muito e não engordam, nem queiram imaginar a quantidade de alimentos que alguns comem, para o lado do muito e acham que comem pouco, o inverso também há, os que acham que comem muito e quando se vai fazer contas, até não comem assim tanto
 

petrix

Well-Known Member
Eu faço bike quase todos os dias, normalmente por semana faço mais de 300km... tenho cuidado com a alimentação, peso 70kg para o meu 1,80m e mesmo assim tenho o colesterol elevado, anda sempre acima dos 200... depende das pessoas.
 

EL PISTOLERO

Well-Known Member
Acredito que cada caso seja um caso. Eu falo por mim que notei drasticamentee uma queda acentuada do meu colestrol ao passar para um regime alimentar diferente.
Creio ser obvio que quanto mais cedo se começar a ter ditos habitos saudaveis melhor será o futuro da nossa saude.

Como por exemplo homens que vão tomar medicação ( aquela que começa com V ) . Antes de ser necesario chegar a esse ponto deveriam ter tido cuidado com a sua saude (Colestrol arterias entupidas possivel AVC ataque cardiaco)


Exemplo retirado do site do Ministerio da Saude

O tratamento do colesterol alto pode ser feito de forma natural, através de uma alimentação rica em frutas, verduras, legumes e carnes magras, como peixe e frango, por exemplo.

  • Deve evitar alimentos que contêm gordura saturada como: manteigas, salsichas, hambúrgueres, chocolate, gema de ovo, carne suína, ou banha de porco.
  • Deve consumir moderadamente gorduras insaturadas, como o óleo de girassol, semente de abóbora, de girassol, castanhas, nozes ou amêndoas.
  • E privilegiar as frutas e vegetais, consumindo pelo menos cinco porções diárias de frutas e vegetais, que podem ser banana, laranja, manga, maçã, tomate e vegetais cozidos.
Estas frutas e os vegetais contêm substâncias que protegem os vasos sanguíneos e os tecidos do cérebro e coração, ajudando a prevenir enfartes e derrames.

Praticar atividade física três vezes por semana ajuda a emagrecer e a gastar esta gordura acumulada, diminuindo naturalmente o colesterol e o risco de doenças cardíacas.

A atividade fica à sua escolha. As opções são muitas, desde caminhar, nadar, fazer yoga ou jogar futebol com a família ou amigos. O importante é que a atividade seja feita, no mínimo, 40 minutos, 3 vezes por semana. Desportistas de fim de semana não contam.


http://hff.min-saude.pt/colesterol-alto-saiba-como-identificar/

Sim, naturalmente cada caso é um caso e não há 2 organismos iguais.
Eu concordo que quem seguir a risca essas dicas conseguirá um nível de colesterol melhor, no entanto níveis melhores não significa que sejam níveis saudáveis mas é melhor que nada.
Acredito que muita gente que tem esse tipo de problema não pratica exercício físico, ou até simplesmente andar a pé.
 
Vocês que tomam batidos de proteína a seguir ao treino, tomam só a dita proteína, ou ingerem algum hidrato de carbono antes ou em conjunto com esta para compensar o pico de insulina após o treino ?
 

Carolina

Well-Known Member
Falta de energia?

A quantidade diária de proteína é relevante. Tomar batido depois do treino é irrelevante para qualquer um de nós.

É como estares a preocupado com o sofá que vais comprar para a sala e a casa ainda nem estar construída. Primeiro constrói a casa ;)
 
Falta de energia?

A quantidade diária de proteína é relevante. Tomar batido depois do treino é irrelevante para qualquer um de nós.

É como estares a preocupado com o sofá que vais comprar para a sala e a casa ainda nem estar construída. Primeiro constrói a casa ;)
Hummmm não necessitar de suplementação é uma coisa .....extremamente de acordo. Consegues obter praticamente tudo através da alimentação....agora a altura em que ingeres (Principalmente a Proteina) é extremamente importante para a recuperação e regeneração muscular, sejas principiante ou avançado. O nosso corpo só consegue absorver determinada quantidade de proteina de cada vez, o resto é descartado......e transformado naquilo que todos sabemos.. Por isso é muito diferente, pex, ingerires 105 g de proteina de 1x ou dividi-la em varias doses diarias (de forma a maximizar a sua absorção e ajudar à recuperação. Após um treino intenso, se for a ritmo passeio não é relevante, deves tomar proteina preferencialmente no espaço de 1h, de forma a maximizares a absorção.

Eu como e bebo o que me apetece, quando me apetece e não tenho cuidados nenhuns com a alimentação. Abuso dos fritos e dos salgados. Não sou muito de doces mas vou comendo. Com o que pratico de bicicleta não consigo engordar. São apenas 5 a 7 horas por semana.
Hoje em dia, tb sigo mais ou menos essa filosofia, até certo ponto, porque gosto de me manter num certo nível de competitividade lol.........mas tenho toda a noção que a minha performance sofre a conta disso ;).....mas já não me preocupo como quando tinha 20 anos...... Em outros tempos quando levava a "dieta" a sério...a diferença e melhoria de dia para dia era do dia para a noite...é duro ....mas faz toda a diferença.....No pain no Gain.
 

Carolina

Well-Known Member
Não é assim tão importante como poderás estar a pensar. As quantidades diárias totais de calorias e macronutrientes são muito mais importantes.

 
Como dizem os nossos amigos ingleses "take it with a grain of salt......."........Estudos e Teorias existem muitas...e as opiniões como sabes divergem.......o que interessa na prática é o que no final do dia produz resultados. Vão sempre existir n linhas de teoricos com os seus estudos Cientificos a dizer que o metodo A é Melhor que B e outros que o B é melhor que o C. Comigo sei o que resulta e o que não resulta (porque já o experimentei). Entre os meus 16-22 anos vivi praticamente uma vida de monge a treinar, comer e dormir num desporto muito diferente do atual (culturismo) e aprendi muitaaaaa coisa, mas principalmente os efeitos da dieta no corpo e performance e os resultados que cada pequena alteração produz, e principalmente a reproduzir esses resultados de forma consistente, ano após ano. ......portanto mantenho o que disse ;)

O autor dessa piramide que apresentas é de um "BodyBuilder"....e faz todo o sentido. O Culturismo/Bodybuilding...é um desporto à parte e se bem que os principios de nutrição se aplicam na generalidade, existem muitas nuances......e parece-me que estás a interpretar de forma muito simplista o que está nessa piramide.

Se estivermos a falar de ganhar peso | perder Peso......Sim Balanço Calorico é o mais importante.

Se já for para ti relevante que tipo de peso estás a ganhar ou perder, ou seja, se o aumento ou perda, é de massa muscular e nao de gordura, se é de massa muscular e de gordura, ou se é só de gordura (, o processo torna-se muito mais complexo e há papeis nessa piramide que assumem posições bem relevantes) (Coisa que no contexto do bodybuilding varia consoante a epoca de treino em que estás).

Resumindo e clarificando e no contexto deste forum: Cycling Cycling Cycling......

Utilizar o ciclismo para perder peso......preocupa-te com o total das calorias (Enquanto o Balanço calorico for negativo) vais concerteza perder peso.
Utilizar o ciclismo para perder peso (Mas não só...tb queres ganhar força, aumentar performance cardiovascular, etc etc)......Não é assim tao simples, é importante a "qualidade" ou seja, que tipo de calorias consomes, como as consomes e quando as consomes.
 

Carolina

Well-Known Member
Aquela pirâmide é igualmente válida para qualquer desporto de endurance.

A quantidade de calorias é o mais importante, e em endurance é muito mais do que na musculação, porque é muito mais fácil comer menos do que é suposto. O gasto calórico é muito maior. Não queres comer de mais para ganhar peso, mas também não queres comer de menos ao ponto de ficares sem energia para os treinos/provas/voltas.

Divisão dos macronutrientes: no endurance os carbohidratos têm uma relevância muito maior. No entanto, especialmente quando se quer perder peso mas conseguir manter a potência, as quantidades de proteína vs carbs têm de ser muito bem geridas, porque o excesso de proteína pode afectar-te bastante o desempenho na bicicleta.

Micronutrientes: lá está, a qualidade da comida é importantíssima. Electrólitos, vitaminas minerais podem fazer toda a diferença. Novamente, muito mais impacto do que na musculação. Quantas vezes não temos caimbras..

De seguida, sim, tens o timming e só depois os suplementos. Portanto não vejo onde é que essa pirâmide está errada para o ciclismo.

Nenhum de nós precisa de terminar uma volta e ir comer logo de seguida. Podemos perfeitamente arrumar as coisas, tomar banhinho e depois comer calmamente.

Se estivermos a falar de profissionais já é outra conversa, mas isto são os verdadeiros marginal gains. E sim, são mesmo marginais!