Treino

#1
Boas Pessoal
Para começar vamos a apresentação:
25 anos
1.80m
74kg
Bikes:
Focus Izalco Max
Focus Raven.
Já são perto de 4 anos a pedalar.
Este próximo ano quero a avançar um pouco mais e levar isto mais a sério.
Comecei por fazer um trabalho de Base, vou com 4 semanas de voltas tranquilas com uma média de 5 dias a andar.
Nos outros anos andava sem nenhum tipo de rigor no treino
Agora quero fazer diferente mas não sei aquilo que devo fazer a seguir.
Grande abraço
AS
 

NULL

Well-Known Member
#2
Boas Pessoal
Para começar vamos a apresentação:
25 anos
1.80m
74kg
Bikes:
Focus Izalco Max
Focus Raven.
Já são perto de 4 anos a pedalar.
Este próximo ano quero a avançar um pouco mais e levar isto mais a sério.
Comecei por fazer um trabalho de Base, vou com 4 semanas de voltas tranquilas com uma média de 5 dias a andar.
Nos outros anos andava sem nenhum tipo de rigor no treino
Agora quero fazer diferente mas não sei aquilo que devo fazer a seguir.
Grande abraço
AS
Bem vindo!

Quanto ao que podes ou deves fazer a seguir... bem, com as variáveis que há torna-se impossível dizer alguma coisa. Em teoria é fácil saberes, mas em concreto e em pormenor é mais difícil. Olha... aproveita e faz mais 4 semanas de treino de base enquanto aproveitas o tempo para pores a leitura em dia cá no fórum... :cool:;)
 

Matz

Active Member
#3
Boas Pessoal
Para começar vamos a apresentação:
25 anos
1.80m
74kg
Bikes:
Focus Izalco Max
Focus Raven.
Já são perto de 4 anos a pedalar.
Este próximo ano quero a avançar um pouco mais e levar isto mais a sério.
Comecei por fazer um trabalho de Base, vou com 4 semanas de voltas tranquilas com uma média de 5 dias a andar.
Nos outros anos andava sem nenhum tipo de rigor no treino
Agora quero fazer diferente mas não sei aquilo que devo fazer a seguir.
Grande abraço
AS
Qual é o objectivo?

Se é algo com pés e cabeça, contratar um treinador decente.

Se é só para evoluir mais qualquer coisa, é meteres-te com malta da pesada, para puxarem por ti.

Não há grande segredo nisto... ;)
 
#4
Mais um Mês de trabalho de base...siga para isso.
Já tenho lido bastantes coisas.
Mas depois perco me bastante e principalmente nos treinos de séries.
É algo que nunca fiz e aínda não percebo muito bem como fazer
Com Malta da pesada(mais andamento) meto-me eu..
Mas depois é sofrer dia sim dia sim e chego uma altura que a motivação simplesmente desaparece...
 

Matz

Active Member
#5
Mais um Mês de trabalho de base...siga para isso.
Já tenho lido bastantes coisas.
Mas depois perco me bastante e principalmente nos treinos de séries.
É algo que nunca fiz e aínda não percebo muito bem como fazer
Com Malta da pesada(mais andamento) meto-me eu..
Mas depois é sofrer dia sim dia sim e chego uma altura que a motivação simplesmente desaparece...
Já testaste ser treinado? Se andas há alguns anos, se não consegues evoluir... Não há grande alternativa.

Por mais que leias, sem conhecimento científico, vais apenas ficar confuso e andar a fazer as coisas aleatoriamente sem qualquer estruturação.
 

Bruso

Well-Known Member
#6
TrainerRoad, Zwift entre outros, tem planos de treinos muito bons. Precisas de procurar um que se adapte ao que pretendes mas tem dois problemas: é pago e requer power meter ou um turbo trainer.
Não queres seguir nenhum plano específico e gostas de ter liberdade de pedalar na rua, arranja uma subida de 5 a 10 min e vai fazendo repetições. Não é o ideal mas já vais notar melhorias.
 
#7
Andar com pessoal mais forte até te pode ajudar ....durante algum tempo. É preciso algo estruturado, e tão ou mais importante que andar sempre a mil, será respeitar periodos de menos intensidade, recuperação e adaptação, mesmo que não seja o que te apeteça nesse momento....

O melhor conselho será sempre um treinador, ou, caso tenhas veia autodidata, aprender por ti mesmo. O problema dos dias de hoje é que tens informação a mais e é dificil filtrar o conteudo realmente relevante.
 

Matz

Active Member
#8
Andar com pessoal mais forte até te pode ajudar ....durante algum tempo. É preciso algo estruturado, e tão ou mais importante que andar sempre a mil, será respeitar periodos de menos intensidade, recuperação e adaptação, mesmo que não seja o que te apeteça nesse momento....

O melhor conselho será sempre um treinador, ou, caso tenhas veia autodidata, aprender por ti mesmo. O problema dos dias de hoje é que tens informação a mais e é dificil filtrar o conteudo realmente relevante.
Touché!

A Internet tem muita informação boa, e ainda mais informação má!
 

sidorio

Well-Known Member
#9
Na minha opinião quem puder contratar um treinador tanto melhor mas hoje em dia para o “comum amador” há diversa informação na internet, em livros, nas plataformas como traineroad, zwift, que podem ajudar-nos a evoluir.

Claro que se o objetivo forem voos mais altos talvez seja precisa uma abordagem diferente, não só treino mas também nutrição, etc.

Ps: recomendo o livro Time Crunched cyclist, já foi falado aqui no fórum, aliás foi assim que o conheci.
Também há o Training and racing with a power meter salvo erro, não o li mas também recomendam bastante
 
#10
Já testaste ser treinado? Se andas há alguns anos, se não consegues evoluir... Não há grande alternativa.

Por mais que leias, sem conhecimento científico, vais apenas ficar confuso e andar a fazer as coisas aleatoriamente sem qualquer estruturação.
Desde o início claramente já existiu uma evolução, mas há sempre espaço para evoluir mais.
E de facto os meus treinos são aleatórios e eu queria passar para algo mais estruturado.
 
#11
TrainerRoad, Zwift entre outros, tem planos de treinos muito bons. Precisas de procurar um que se adapte ao que pretendes mas tem dois problemas: é pago e requer power meter ou um turbo trainer.
Não queres seguir nenhum plano específico e gostas de ter liberdade de pedalar na rua, arranja uma subida de 5 a 10 min e vai fazendo repetições. Não é o ideal mas já vais notar melhorias.
Honestamente lá está, turbo trainer power meter e de facto um investimento considerável..
Essas repetições são algo que nunca fiz.
Mas já é um começo e algo diferente para tentar
 
#12
Andar com pessoal mais forte até te pode ajudar ....durante algum tempo. É preciso algo estruturado, e tão ou mais importante que andar sempre a mil, será respeitar periodos de menos intensidade, recuperação e adaptação, mesmo que não seja o que te apeteça nesse momento....

O melhor conselho será sempre um treinador, ou, caso tenhas veia autodidata, aprender por ti mesmo. O problema dos dias de hoje é que tens informação a mais e é dificil filtrar o conteudo realmente relevante.
É exatamente assim que me sinto.
Vamos com os "bravos" evoluimos?
Sim
Mas e Depois?
Raramente temos aqueles momentos de recuperação..
Agora separar a boa informaçao da má informação...
Torna-se difícil com tanta coisa.
Mas devagar se chega lá..
A questão do treinador tem mesmo a ver com o gasto mensal com isso..
Boa fim de semana Pessoal
 
#13
Na minha opinião quem puder contratar um treinador tanto melhor mas hoje em dia para o “comum amador” há diversa informação na internet, em livros, nas plataformas como traineroad, zwift, que podem ajudar-nos a evoluir.

Claro que se o objetivo forem voos mais altos talvez seja precisa uma abordagem diferente, não só treino mas também nutrição, etc.

Ps: recomendo o livro Time Crunched cyclist, já foi falado aqui no fórum, aliás foi assim que o conheci.
Também há o Training and racing with a power meter salvo erro, não o li mas também recomendam bastante
A questão é sempre evoluir.
Aprender também nos faz bem...
Na internet por vezes confunde a informação, ou não está completa, ou não está bem explícita.
A questão do treinador está posta de part€..
 
#14
A questão é sempre evoluir.
Aprender também nos faz bem...
Na internet por vezes confunde a informação, ou não está completa, ou não está bem explícita.
A questão do treinador está posta de part€..
É exatamente assim que me sinto.
Vamos com os "bravos" evoluimos?
Sim
Mas e Depois?
Raramente temos aqueles momentos de recuperação..
Agora separar a boa informaçao da má informação...
Torna-se difícil com tanta coisa.
Mas devagar se chega lá..
A questão do treinador tem mesmo a ver com o gasto mensal com isso..
Boa fim de semana Pessoal
Boas,

A grande questão é....Evoluir até que ponto ?
Raramente temos momentos de recuperação, esta parte não percebo, porquê que raramente, tens momentos de recuperação?

Pelo que tenho lido por aqui, a evolução na bike é processo que pode demorar bastante tempo, isso de andares à 4 anos, pode não querer dizer nada, nesses 4 qanos andavas de forma concistente ?, o teu foco nestes 4 anos era a evolução, ou simplesmente pedalar sem objectivos ?

Foi referido em uns posts atrás, por um elemento aqui do forum, que penso que anda para caraças, se não estou em erro relativamente a uns pots sobre pedalar com power meter, que uma das coisas principais é trabalhar com força de vontade e foco. Depois disso então, é que convem fazer treinos mais especificos com forte afinco em numeros.

Cumps
 

Bruso

Well-Known Member
#15
Esquece treinador. Nem faz sentido se tivermos as ferramentas à nossa disponibilidade.

Começa por fazer essas séries e vais notar uma diferença brutal.
Podes misturar com séries mais curtas e mais duras.
 

NULL

Well-Known Member
#16
Um treinador é muito útil quando de facto sabe o que faz. Infelizmente 90% dos treinadores em Portugal não fazem ideia do que andam a fazer. Passam umas séries, uns blocos, uns períodos de recuperação e já está. Se lhes perguntarem porque motivo estão a passar 3 séries de X min ao VO2 em vez de 4 não saberão explicar. Se perguntarem porque estão a fazer recuperações de X min entre séries não saberão explicar o porquê desse tempo!

Para esse tipo de acompanhamento não se justifica pagar...
 
#17
Boas,

A grande questão é....Evoluir até que ponto ?
Raramente temos momentos de recuperação, esta parte não percebo, porquê que raramente, tens momentos de recuperação?

Pelo que tenho lido por aqui, a evolução na bike é processo que pode demorar bastante tempo, isso de andares à 4 anos, pode não querer dizer nada, nesses 4 qanos andavas de forma concistente ?, o teu foco nestes 4 anos era a evolução, ou simplesmente pedalar sem objectivos ?

Foi referido em uns posts atrás, por um elemento aqui do forum, que penso que anda para caraças, se não estou em erro relativamente a uns pots sobre pedalar com power meter, que uma das coisas principais é trabalhar com força de vontade e foco. Depois disso então, é que convem fazer treinos mais especificos com forte afinco em numeros.

Cumps
Boas.
Sem momentos de recuperação significa que cada dia que sai para pedalar era para chegar todo roto...
Ou seja a recuperação era simplesmente quando não andava...
Sim são 4 anos em que o único objetivo era tentar acompanhar "este" ou "aquele" parceiro de volta..
 
#18
Esquece treinador. Nem faz sentido se tivermos as ferramentas à nossa disponibilidade.

Começa por fazer essas séries e vais notar uma diferença brutal.
Podes misturar com séries mais curtas e mais duras.
Então vou manter treinos com calma e rodar de pernas e começar a fazer um treino por semana com séries de 5 a 10 min a subir a dar tudo?
Com outro tanto tempo de descanso entre elas?
 
#19
Um treinador é muito útil quando de facto sabe o que faz. Infelizmente 90% dos treinadores em Portugal não fazem ideia do que andam a fazer. Passam umas séries, uns blocos, uns períodos de recuperação e já está. Se lhes perguntarem porque motivo estão a passar 3 séries de X min ao VO2 em vez de 4 não saberão explicar. Se perguntarem porque estão a fazer recuperações de X min entre séries não saberão explicar o porquê desse tempo!

Para esse tipo de acompanhamento não se justifica pagar...
De facto já vi um bloco de um mês passado por um "profissional" da área e EU olhei para aquilo e pensei:" ok se fizer isto fico com melhor preparação... Mas porque?"
E não consigo perceber.
Mas como não tenho o dito t€mpo para o treinador prefiro tentar aprender verdadeiramente o porquê e aos poucos ir melhorando mas também aprendendo.
 
#20
Se perguntares por aqui ao pessoal que percebe, vão-te dizer que o descanso é tão importante como o treino, como é que podes ir pedalar 3,4,5 vezes por semana sempre no maximo, não me parece ter mt logica.

Eu também tenho bike à uns anos, e vais-me perguntar se ando alguma coisa?, nop, não ando nada, nunca andei de forma concistente, comecei a tentar faze-lo à coisa de 2 meses.