ritmo cardiaco

#61
Boas.

Até hoje nunca treinei com banda, hoje fui testar o meu 820 com os sensores e, cheguei atingir picos (subidas a puxar) de 204BPM, acabei com uma média de 161BPM, nunca pensei que fosse tão alta, até porque hoje até foi bastante rolante.
Depende da idade, músculo novo tem mais rotação (BPM)
Os picos são pouco importantes, já as medias querem dizer outras coisas
 

NULL

Well-Known Member
#67
Tenho que pesquisar então para através da mesma conseguir avaliar o treino.
Monitorizar o ritmo cardíaco durante o treino pode permitir avaliar as cargas de treino e até ver o estado de forma, mas, para quem não utiliza potenciómetro, acaba por ser uma excelente ferramenta de treino. Acima de tudo é isso.

Para quem quer apostar um bocadinho em séries, recuperações, etc., fazê-lo através do ritmo cardíaco é barato e tem bons resultados! Claro que para isso tem que perceber um bocadinho das zonas de treino por ritmo cardíaco.
 
#68
Andava a procura de um tópico que se enquadra se na minha questão/desabafo e penso que este é o que tem melhor o enquadramento, a semana passada ia no meu treino tranquilo com 40 km nas pernas num percurso que ja fiz dezenas de vezes, a pulsação ia como é costume nos 130 bpm a subir um topozito com 4/5% de inclinação (sempre tive a pulsação uns 20 pontos acima do pessoal que pedala comigo, sendo eles atletas muito mais treinados e com mais tempo de ciclismo) quando de repente senti a máquina a acelerar e quando olhei para o GPS estava com 229 bpm, encostei e fiquei ali uns dois três minutos nos 200 bpm, nao perdi a consciência nem tive falta de ar, apenas senti o motor a acelerar.
Ja fui ao cardiologista e tenho uma bateria de exames para fazer, ele aconcelhou me a continuar a treinar na mesma mas com calma ate ter os resultados dos exames, escusado será dizer que apanhei um susto do caraças e que ando cheio de medo, ja fiz dois treinitos leves um na estrada e outro no btt e sem problema nenhum... A minha questão é se alguém ja passou pelo mesmo???
Um abraço
 

Duke

Well-Known Member
#69
Andava a procura de um tópico que se enquadra se na minha questão/desabafo e penso que este é o que tem melhor o enquadramento, a semana passada ia no meu treino tranquilo com 40 km nas pernas num percurso que ja fiz dezenas de vezes, a pulsação ia como é costume nos 130 bpm a subir um topozito com 4/5% de inclinação (sempre tive a pulsação uns 20 pontos acima do pessoal que pedala comigo, sendo eles atletas muito mais treinados e com mais tempo de ciclismo) quando de repente senti a máquina a acelerar e quando olhei para o GPS estava com 229 bpm, encostei e fiquei ali uns dois três minutos nos 200 bpm, nao perdi a consciência nem tive falta de ar, apenas senti o motor a acelerar.
Ja fui ao cardiologista e tenho uma bateria de exames para fazer, ele aconcelhou me a continuar a treinar na mesma mas com calma ate ter os resultados dos exames, escusado será dizer que apanhei um susto do caraças e que ando cheio de medo, ja fiz dois treinitos leves um na estrada e outro no btt e sem problema nenhum... A minha questão é se alguém ja passou pelo mesmo???
Um abraço
epá eu vou frequentemente ás 200 acho que já dei no max umas 204, mas 229 é um pouco de mais...
já testaste com um pulsometro diferente?
não será o teu sensor que está a contar mal?
 

NULL

Well-Known Member
#70
Andava a procura de um tópico que se enquadra se na minha questão/desabafo e penso que este é o que tem melhor o enquadramento, a semana passada ia no meu treino tranquilo com 40 km nas pernas num percurso que ja fiz dezenas de vezes, a pulsação ia como é costume nos 130 bpm a subir um topozito com 4/5% de inclinação (sempre tive a pulsação uns 20 pontos acima do pessoal que pedala comigo, sendo eles atletas muito mais treinados e com mais tempo de ciclismo) quando de repente senti a máquina a acelerar e quando olhei para o GPS estava com 229 bpm, encostei e fiquei ali uns dois três minutos nos 200 bpm, nao perdi a consciência nem tive falta de ar, apenas senti o motor a acelerar.
Ja fui ao cardiologista e tenho uma bateria de exames para fazer, ele aconcelhou me a continuar a treinar na mesma mas com calma ate ter os resultados dos exames, escusado será dizer que apanhei um susto do caraças e que ando cheio de medo, ja fiz dois treinitos leves um na estrada e outro no btt e sem problema nenhum... A minha questão é se alguém ja passou pelo mesmo???
Um abraço
Faz o que o cardiologista recomendou... anda com calma até teres os exames e os resultados.

Eu já tive alguns alertas mas nada comparado com isso. Tenho carta branca do cardiologista para carregar!
 

jpacheco

Moderador
Staff member
#71
Andava a procura de um tópico que se enquadra se na minha questão/desabafo e penso que este é o que tem melhor o enquadramento, a semana passada ia no meu treino tranquilo com 40 km nas pernas num percurso que ja fiz dezenas de vezes, a pulsação ia como é costume nos 130 bpm a subir um topozito com 4/5% de inclinação (sempre tive a pulsação uns 20 pontos acima do pessoal que pedala comigo, sendo eles atletas muito mais treinados e com mais tempo de ciclismo) quando de repente senti a máquina a acelerar e quando olhei para o GPS estava com 229 bpm, encostei e fiquei ali uns dois três minutos nos 200 bpm, nao perdi a consciência nem tive falta de ar, apenas senti o motor a acelerar.
Ja fui ao cardiologista e tenho uma bateria de exames para fazer, ele aconcelhou me a continuar a treinar na mesma mas com calma ate ter os resultados dos exames, escusado será dizer que apanhei um susto do caraças e que ando cheio de medo, ja fiz dois treinitos leves um na estrada e outro no btt e sem problema nenhum... A minha questão é se alguém ja passou pelo mesmo???
Um abraço
Que idade tens? E que aparelho usas para medir? Está a fita bem apertada ? e á quanto tempo usas o aparelho? Falha / má leitura do aparelho pode ser o mais provavel causador dessa acelaração cardiaca. Alias, sentiste que tinhas o pulso mais elevado que o normal quando indicava esses valores? É que de 150/160 que dizes fazer nessa subida para 229 (erro leitor mais provavel) e até mesmo 200 sentia-se bem o coração aos saltos. Eu sinto bem a diferença quando ando a 150 e quando estou pelo max 180 (quando lá chega).

Edited: mas fizeste muito bem ser seguido por um especialista e fazer os devidos exames.
 
#72
Nunca registei estes valores, a minha pulsação maxima no Garmin acho que era 187 e foi no btt a puxar bem, nao foi da fita porque senti o que estava a acontecer mesmo antes de olhar para o GPS, não vinha em esforço vinha sozinho a rolar normal... Apanhei um susto que nem é bom!
 
#74
Que idade tens? E que aparelho usas para medir? Está a fita bem apertada ? e á quanto tempo usas o aparelho? Falha / má leitura do aparelho pode ser o mais provavel causador dessa acelaração cardiaca. Alias, sentiste que tinhas o pulso mais elevado que o normal quando indicava esses valores? É que de 150/160 que dizes fazer nessa subida para 229 (erro leitor mais provavel) e até mesmo 200 sentia-se bem o coração aos saltos. Eu sinto bem a diferença quando ando a 150 e quando estou pelo max 180 (quando lá chega).

Edited: mas fizeste muito bem ser seguido por um especialista e fazer os devidos exames.
Uso a fita da Garmin ligada ao 820, esta fita tem meio ano +/-.
Tenho 37 anos e ando de bicicleta à dois depois de oito anos parado.
 

Duke

Well-Known Member
#75
eu diria que o problema é da fita, tenta ver ser a garmin te pode enviar uma nova pela garantia.
ou se puderes testar com a de um colega teu ou com outro aparelho que posso medir o pulso e vê se batem certo as duas
 

cou7inho

Well-Known Member
#76
Se houve a perceção de um aumento repentino do ritmo cardíaco assim sem mais nem menos algo de errado se passou. Mas quanto aos valores apresentados no gps são erro de leitura. chegar a 229 !? e 3 mins a 200. 3 mins a 200 ja era suficiente para dar uma coisinha má.
 

Ganfas

Well-Known Member
#77
Não vale a pena inventar. Se o user já disse que sentiu no corpo o que estava a acontecer até mesmo antes de olhar para o Garmin, não é um problema do sensor, da fita, do garmin ou seja do que for.

Nunca me aconteceu nada do género, mas acho que fizeste bem em ir ao cardiologista e fazer os exames que te aconselhou. Deves seguir as indicações dele.
 
#80
Vou seguir as recomendações do cardiologista e esperar pelos resultados dos exames, entretanto vou andando de bike, se possível acompanhado por algum colega porque não me sinto muito confiante para andar aí sozinho... A minha questão foi no sentido se saber se alguém ja tinha passado pelo mesmo, pelo que tenho constatado é uma situação muito anormal mas vou aguardar pacientemente dentro dos possíveis :) :)