Qual Potenciómetro?

NULL

Moderador
Staff member
#61
Vocês falam em valores superiores a 10.000km. Se eu fizer 10000km num ano é porque tive muito tempo xD

Não preciso andar mais de 10h por semana, para conseguir andar bem em provas e voltas de 2h a 3h em modo race. De resto noto claramente uma falta de endurance quando já ultrapasso as 3h a caminhar para as 4h e 5h.

É uma questão de saber bem gerir os nossos objectivos.
Não é fácil fazer tantos quilómetros... eu se fizer 6000km/ano já é um ano conseguido... LOLLL

E sim, com 10000km já dá para andar bem!

Este meu amigo em termos de potência absoluta tem uns números que para amador já são de muito respeito...

20´ - 392w/avg
1h - 333w/avg
5h - 250w/avg

Claro que as horas de treino têm que dar algum resultado... :D
 

Wawando

Well-Known Member
#62
Não é fácil fazer tantos quilómetros... eu se fizer 6000km/ano já é um ano conseguido... LOLLL

E sim, com 10000km já dá para andar bem!

Este meu amigo em termos de potência absoluta tem uns números que para amador já são de muito respeito...

20´ - 392w/avg
1h - 333w/avg
5h - 250w/avg

Claro que as horas de treino têm que dar algum resultado... :D
Quanto pesa o artista?
 

Bernalve

Well-Known Member
#69
Não é fácil fazer tantos quilómetros... eu se fizer 6000km/ano já é um ano conseguido... LOLLL

E sim, com 10000km já dá para andar bem!

Este meu amigo em termos de potência absoluta tem uns números que para amador já são de muito respeito...

20´ - 392w/avg
1h - 333w/avg
5h - 250w/avg

Claro que as horas de treino têm que dar algum resultado... :D
São valores de respeito, mas ao ter 75kg não é fácil depois ver os outros a escaparem e a gerar menos power. Este ano aguentei 20 minutos a 260W, é quase o mesmo em W/kg para o teu colega, mas como menos 20kg. E em provas com muito acumulado, por mais que os W/kg sejam parecidos com os mais levezinhos, ter de gerar mais power, será sempre uma desvantagem.. Mas a rolar cuidado xD
 

kostaviks

Well-Known Member
#70
São valores de respeito, mas ao ter 75kg não é fácil depois ver os outros a escaparem e a gerar menos power. Este ano aguentei 20 minutos a 260W, é quase o mesmo em W/kg para o teu colega, mas como menos 20kg. E em provas com muito acumulado, por mais que os W/kg sejam parecidos com os mais levezinhos, ter de gerar mais power, será sempre uma desvantagem.. Mas a rolar cuidado xD
Com 345W ftp e 66kg já fazes estragos ;)
 

NULL

Moderador
Staff member
#71
São valores de respeito, mas ao ter 75kg não é fácil depois ver os outros a escaparem e a gerar menos power. Este ano aguentei 20 minutos a 260W, é quase o mesmo em W/kg para o teu colega, mas como menos 20kg. E em provas com muito acumulado, por mais que os W/kg sejam parecidos com os mais levezinhos, ter de gerar mais power, será sempre uma desvantagem.. Mas a rolar cuidado xD
Sim... eu sei perfeitamente do que falas, em termos de potência relativa são números bons mas não fora de série! Eu acompanho miúdos de 18 com maior potência relativa... miúdos acima dos 5w/kg ao ftp.

Em Portugal grande parte das provas amadoras estão moldadas para a montanha, estão todos à procura da subida mais dura da zona. Mas numa clássica cuidado com um bicho a fazer aquelas potências... mesmo na roda depena um gajo todo! :D
 
#72
Viva,
Já pedalo á algum tempo e ando a pensar comprar um power meter para a minha bike, tenho lido muito sobre o assunto e estou inclinado para os pedais embora não decidido.
Tenho visto muita oferta no eBay de todo o tipo de material, mas receio ser enganado, será que vale o risco de comprar uns pedais ou crank com Potenciómetro usados?
A questão dual ou uno é fundamental?
Jogar pelo seguro e comprar novo?
Aceito sugestões
 
#74
Boas,
o power meter já cá mora, não me quero aprofundar muito nos detalhes do negócio mas resumidamente, estava já tudo decidido para os assioma uno quando apareceram uns power tape p2, novo modelo deste ano, dual side e pronto foram esses que vieram.
Antes disso fiz o teste ftp de acordo com o livro trainimg and racing with a power meter numa bike indoor a que tenho acesso, trata-se de uma bike comprada na decatlon " le tour de france " o topo de gama da altura com acesso ao programa ifit, têm power meter incorporado, assim fiz os 15m de aquecimento os 5m a máxima os 2m de recuperação seguido de 20m á máxima * 0,95 dando-me o valor de 325 watts para 1,70 de altura com 70kg.
Depois de instalar os pedais a configuração com o meu garmim 810 foi relativamente fácil, o emparelhamento foi instântanio, coloquei o peso da bike a medida do crank o diametro da roda em mm 2080 para pneu 700*25.
Defeni o ftp e abri as janelas potência a 3s NP e TSS.
Antes de encaixar os cleats calibrar (sempre feito antes de cada volta) e foi para um treino de 1h e 45mm.
o que posso dizer das primeiras impressões, como é novidade ia sempre a olhar para aquilo, reparei logo que em algumas subidas de pouca inclinação se fizesse mais cadência conseguia debitar mais watts em vez de um andamento mais pesado, subidas acentuadas com o rabo fora do selim acima dos 400watts a coisa começa a morder embora consiga aguentar alguns minutos é um esforço que têm de ser bem gerido, para o fim do treino já notava algum empeno.
O sprint cheguei aos 694 watts, na minha cabeça pensei que debitasse uns 900-1000 watts, muito longe disso fiquei um pouco desiludido.
Ainda estou a aprender a usar isto e espero ter feito tudo correto, no entanto fiz um treino puxado não á máxima mas curioso a ver os valores que dava.
Os valores da volta estão no strava :

https://www.strava.com/athlete/training

1h49m
56,95klm
1021 acumulado
271 watts de potência média max 694
vlm - 31,3
bpm médio - 151 - max 175

Depois transferi os dados para a app garmim conected e deu isto relativo a potência:

max potência 20 min 319 watts
Equilibrio E/D 49%E / 51%D
Eficácia do binário 85% E / 85% D ( nºao sei o que é )
Força nos pedais 22% E 23% D
NP 295W
IF 0,9
Tss 150

Gostava de ter publicado isto mais cedo mas por algum motivo o tlm não deixa escrever aqui no forum, algum problema informático, apenas consigo ler as sms teve que ser no pc.
Resumindo o potênciometro parece ser uma ferramenta de facto muito util mas aindo estou só a começar a aprender a usa-lo, espero sofrer muito com ele.
Abraço
 
#75
O sprint cheguei aos 694 watts, na minha cabeça pensei que debitasse uns 900-1000 watts, muito longe disso fiquei um pouco desiludido.
Provavelmente não foi um sprint a sério, com os dados que dás aqui de certeza que consegues bem mais que isso. O truque é uma cadência bem alta.
Eficácia do binário 85% E / 85% D ( nºao sei o que é )
Força nos pedais 22% E 23% D
Sobre esses dois parâmetros, lê isto (é dos Assioma mas deve ser igual nos Power Tap):

Torque Effectiveness (TE): indicates, as a percentage, how much of the power generated during one pedal stroke actually contributed to the propulsion of the cyclist.
This value is based on the Positive Power (P +), that pushed the pedal forward, and the Negative Power (P -), that pushed in the opposite direction, applied to the crank over each revolution.
Negative Power can be countered by helping the foot to "go back up" in the recovery phase: pulling it by the engaged shoe.
A 100% Torque Effectiveness occurs when no Negative Power has been accumulated during a pedal stroke. The typical TE value may vary between 60% and 100%.
Assioma UNO indicates the Torque Effectiveness value for the left leg; whereas Assioma DUO provides data for both left and right leg.


Pedal Smoothness (PS): indicates, as a percentage, how evenly distributed the power is in a full revolution of a pedal stroke. A value of 100% means that the power is delivered constantly throughout all the revolution: the higher the value the "rounder" the pedaling. Pedal Smoothness is identified by correlating the Average Power (Pavg) with the Maximum Power (Pmax) measured in a single 360° rotation of the pedal. Assioma UNO indicates the PS value of the left leg; whereas Assioma DUO provides separate data for both the left and the right leg.
 

Pires

Well-Known Member
#79
Também concordo com os restantes "má técnica" no sprint... Nem todos nasceram para ser sprinters, mas com os valores que apresentas devias ter mais power no sprint.
O meu sprint é cerca de 4x o Ftp