O que é FTP?

jpacheco

Well-Known Member
#22
Já vi... é na curva de potência/duração...
Exacto. Mas andei pelo strava para perceber como fazem estimativa e ainda não encontrei nada. talvez nos foruns.. amanha com mais tempo vou ver isso.

Achei estranho eles não pegarem nos melhores 20m para fazerem o calculo. Mas confesso que por ventura para fazer uma subida de 1h se calhar o 291 irá adequar-se melhor do que o 298 ahahah :D Estou bem até 15, 30m mas mais que isso falta de treino este ano :D
 

NULL

Moderador
Staff member
#23
No fundo qualquer teste de FTP é uma estimativa. Para que serve ter um FTP definido? Serve apenas e só para, através de um valor ao limiar, quantificar a carga de trabalho de cada exercício. Com um FTP definido consegue-se atribuir IF e TSS. Esses valores permitem depois construir gráficos de performance com TSB, CTL e ATL.

Se estivermos a falar de analisar a evolução temos que ser muito mais abrangentes. No mínimo deverá ser feita uma análise deste tipo:



Mas análises de tempos mais elevados como 60’, 90’, etc. também são importantes. Permitem-nos ver o livro todo e não apenas uns capítulos...
 

NULL

Moderador
Staff member
#24
Exacto. Mas andei pelo strava para perceber como fazem estimativa e ainda não encontrei nada. talvez nos foruns.. amanha com mais tempo vou ver isso.

Achei estranho eles não pegarem nos melhores 20m para fazerem o calculo. Mas confesso que por ventura para fazer uma subida de 1h se calhar o 291 irá adequar-se melhor do que o 298 ahahah :D Estou bem até 15, 30m mas mais que isso falta de treino este ano :D
O programa que eu utilizo também não utiliza o Pmm20’x0,95 para cálculo do FTP. Utiliza cálculos próprios... neste momento falha 3w no meu caso para a potência do teste de 20’.

De qualquer forma, mesmo sem saber o teu peso, já são números bonitos...
 

jpacheco

Well-Known Member
#25
O programa que eu utilizo também não utiliza o Pmm20’x0,95 para cálculo do FTP. Utiliza cálculos próprios... neste momento falha 3w no meu caso para a potência do teste de 20’.

De qualquer forma, mesmo sem saber o teu peso, já são números bonitos...
69kg sem sacrificios que eu gosto de comer. Já são numeros que permitem acompanhar aqui a malta e ainda ser descarregado ehehe. Mais do que isto é possivel mas já requer alguns sacrificios e para isso convem ter um bom objectivo para trabalhar.

 

gfrmartins

Well-Known Member
#26
Não. Podes é estimar atraves das muitas calculadoras que existem na internet.
Eu uso esta. http://sportech.online.fr/sptc_idx.php?pge=spen_esy.html
Nao sei qual é a margem de erro para um medidor de potencia mas nao deve ser muito grande. Convem é usares subidas que sejam inclinadas, pelo menos 6% porque menos disso a resistencia do ar tem um impacto consideravel e aumenta bastante o erro.
É bastante grande, um erro de 10% num FTP pode ser o suficiente para andares a trabalhar em zonas completamente erradas, 10% de erro numa calculadora vs um powermeter não é dificil de acontecer quando tens Medidores com margens de erro de +-3% etc.

O que eu não percebi aqui é o seguinte, para quê querer saber o FTP e andar a estimar o FTP com calculadoras e HR, etc mas não tem um powermeter para gerir os treinos?

O FTP estimado assim serve para quê nestas situações?
 

jpacheco

Well-Known Member
#27
G
É bastante grande, um erro de 10% num FTP pode ser o suficiente para andares a trabalhar em zonas completamente erradas, 10% de erro numa calculadora vs um powermeter não é dificil de acontecer quando tens Medidores com margens de erro de +-3% etc.

O que eu não percebi aqui é o seguinte, para quê querer saber o FTP e andar a estimar o FTP com calculadoras e HR, etc mas não tem um powermeter para gerir os treinos?

O FTP estimado assim serve para quê nestas situações?
Estás a responder a um post de 2014, tem 6 anos =)
 
#32
Após algum tempo sem vir ao fórum, deparo-me com um tópico aberto por mim nos idos de 2014. Se pudesse falar com o meu Eu de 2014 daria-lhe um carolo por não ter feito a pesquisa no google. :p:p:p

Agora voltando ao tópico, eu neste momento (já com PM e sem HR monitor) ando a seguir os treinos do Carmichael e o que ele recomenda como teste de condição física são dois esforços de 8 minutos, sendo escolhida a maior potência dos dois esforços. Contudo o valor obtido daí não é o nosso FTP, creio que para chegar ao FTP é multiplicar o valor resultante do teste por 0,9.
 

NULL

Moderador
Staff member
#33
Após algum tempo sem vir ao fórum, deparo-me com um tópico aberto por mim nos idos de 2014. Se pudesse falar com o meu Eu de 2014 daria-lhe um carolo por não ter feito a pesquisa no google. :p:p:p

Agora voltando ao tópico, eu neste momento (já com PM e sem HR monitor) ando a seguir os treinos do Carmichael e o que ele recomenda como teste de condição física são dois esforços de 8 minutos, sendo escolhida a maior potência dos dois esforços. Contudo o valor obtido daí não é o nosso FTP, creio que para chegar ao FTP é multiplicar o valor resultante do teste por 0,9.
Confirma-se. Pmax 8’ x 0,9... já quem utilize também Pmax 5’ x 0,8...
 

NULL

Moderador
Staff member
#37
Era bom era. Isso dá sempre mais. Mas é fácil. Tenta fazer 1h a essa potência.

Vamos ver uma coisa, eu não invento a pólvora... apenas referi alguns dos protocolos que existem. Não disse que deve fazer o protocolo A, B ou C...

Podia ir muito mais longe e falar nos imensos que existem de patamares, multi testes, etc...

Aliás... eu não defendo UM teste, defendo vários testes.
 

NULL

Moderador
Staff member
#38
Estas contas são bons indicadores mas na prática quanto mais curtos os intervalos menos habituas o corpo e a mente aos esforços mais prolongados. Fazer 5min não tem NADA a ver com fazer 20min. Experimentem. (NULL eu sei que sabes da poda)
O que dizes não está errado, mas na minha humilde opinião, pode estar incompleto. E digo-o porque depende um pouco das fibras dos atletas e do seu background. Depende do tipo de fibras, habituação, etc. Pode haver atletas que conseguem mais num teste de 1h do que 1 teste de 5’ (x0,80)... percebes o que quero dizer?