Impacto da bicicleta no desempenho

#1
Bom dia,
Nos últimos dias surgiram vários tópicos sobre compra de bicicletas.

Coloco a seguinte questão: conhecem algum gráfico com a curva de impacto no desempenho (tempo gasto numa subida, por exemplo) atribuído a bicicleta?
Simplificando, imaginem que eu(que não tenho preparação e tenho uma triban 300 de há 10 anos) amanhã vou com vocês (que andam muito e tem bicicletas de vários níveis superiores) dar uma volta. Não há tempo para melhorar fisicamente até amanhã. Mas se em vez de levar a bicicleta de 300€ e com 10,5kg levar uma de alumínio de 1000€ qual o impacto em termos de ganho de tempo ou km/h? E se for de carbono com 7,5kg?
Ou seja, estética e marcas a parte, até onde vale a pena investir para ter um ganho significativo? Haverá algum gráfico que relacione a curva de custo com a curva de ganho? Imagino que se trocar a de 300€ pela de 1500€ poderá haver ganho de alguns km/h mas a diferença entre essa e uma de 5000€ possa já ser pouco perceptível para um amador dentro dos amadores.

Outra questão: numa bicicleta, qual o componente que, quando melhorado, tem mais impacto? Rodas, quadro, transmissão,. ? Penso que a transmissão terá menor impacto, depois de mudança engatada, tanto fará ser sora ou dura acesso, mas sou um leigo.

Obrigado
 

Carolina

Well-Known Member
#2
Epa, para quem não treina o impacto é mínimo. Para o comum dos mortais que pedala ao fim de semana e não segue nenhum plano de treino específico vai dar tudo ao mesmo. Assim que perdes a roda do grupo já foste!

E falo por experiência própria. Ainda ontem fui completamente dropinada por pessoal que gastou bem menos €€ que eu na bicicleta. Sabes porque é que chegamos todos ao mesmo tempo ao final? Porque esperaram lolol.

Para quem está a começar esses pormenores não têm grande interesse. A realidade é que quando vais num grupo, assim que perdes a roda já não a apanhas. E perdes a roda tendo a bike de 10 ou a bike 7 quilos, porque as pernas contam com 90%, senão mais, da questão.

É como aquela ideia de que se comprarem agora barato, daqui a um ano "têm" de mudar porque "já não chega". A maior parte das pessoas que diz isso nem evolui grande coisa e falta-lhes o mais importante: resistência mental! Que no ciclismo é o mais importante. No ciclismo vais sofrer, vais sofrer muito! E se algum dia fores a um granfondo e ficares nos grupos de trás, vais ver o desfile de máquinas de 5-10 mil euros a ser empurradas subida a cima pelos donos a pé! (O granfondo do Douro é particularmente bom neste aspecto).

Por outro lado, se algum dia fizeres um Tróia-Sagres, vais ver a quantidade de malta que faz os 200kms nas bicicletas mais básicas que existem, algumas delas autênticos trambolhos, (desculpem a expressão), que eu nem sei como fazem 2 kms, quanto mais 200. Até podes ir ali ao tópico do Guilherme Oliveira e vês as voltas brutais que ele já deu com uma bike de ferro bem pesada.

TL;DR: se estão a começar preocupem-se em pedalar, desfrutar das voltas de bicicleta, conhecer novas pessoas, etc. A bicicleta vai ter muito pouco impacto.
 

GuilhermeOliveira

Well-Known Member
#3
Isto é assunto com pano para mangas com fartura
Simplificando, se andares muito, tiras partido de todas as melhorias, se não andares nada as melhorias adiantam pouco
Os ganhos de aerodinâmica darão-se a partir de X de velocidade, se nem se cheira essa velocidade vai adiantar pouco
Nos pesos é mais ou menos a mesma coisa, se uma pessoa demora 4 horas para fazer 5 km a subir em uma inclinação de 5% com uma bicicleta de 11kg, se mudarmos o peso para 8 kg o mais certo é ela ir ganhar quase nada

Dou um exemplo de uma prova a que fui, prova bastante rolante, para ai á uns 4 ou 5 anos, apareceu alguém conhecido da estrada, sem ser do topo, com uma btt das antigas roda 26, nem discos tinha, nem carbonos, nem pintelhices nenhumas, lembra-me vagamente que seria uma boa bicicleta no seu tempo, mas um charranco que ninguém usaria nestes tempos, a ideia que tenho foi que fez pódio junto a mais dois que levavam bicicletas actuais e boas e que costumam ganhar tudo pelas provas onde vão

Ao fim ao cabo isto é mais ou menos como um carro, bom chassi bom motor muito bons resultados, mau motor num bom chassi os resultados não vão ser os melhores e o contrario também é verdade


Em relação a gráficos ou estudos, desconheço que exista
 

cou7inho

Well-Known Member
#4
Primeiro. Sem pernas nada feito. Se não tens preparação física numa de 300 ou numa de 1000 não vais acompanhar o grupo (a menos que eles sejam solidários contigo)
O que mais atrapalha nas bikes baratas, segundo a minha experiência, são as fracas transmissões que andam sempre a desafinar e depois queres meter rápido uma velocidade e ela está ali a engonhar até conseguir entrar. Isto para as bikes de 300. Não estou a falar do Shimano Sora
Mas se estás a pensar em trocar de bike a pensar que passado uma semana vais andar muito mais esquece. Vais andar no máximo um pouquinho melhor. Uma bike de 300 euros serve para treinar quando não temos experiência nenhuma. A transmissão pode falhar uma vez ou outra mas como andas apenas no teu ritmo não vai afetar muito
Claro que quando já estás num nível em que tens condição física e queres andar mais a sério convém ter uma bicicleta que pelo menos não atrapalhe o andamento. Agora se vais sentir a diferença entre uma de 1000 ou 2000 ou 5000? Poderás sentir numa coisa ou outra como a rigidez da bike por exemplo. Mas no geral tanto a de 1000 como a de 5000 vão te levar ao mesmo sítio e fazer te ter uma boa experiência
 

torui

Well-Known Member
#5
Existem vários fatores, como já foi referido, um dos mais importantes será a condição fisica do "atleta". Mas também pode acontecer trocar de bicicleta, para uma consideravelmente mais leve, com outro grupo; mas se apanhar uma relação 53/39 com 11-25 ou 11-28 não lhe irá servir grande coisa o peso da bike.
Já ontem partilhei aqui no fórum este video, o que é mais importante o Homem ou a Máquina? Todos nós sabemos que andamos, uns mais outros menos sabemos a resposta.
 

torui

Well-Known Member
#6
Desculpem o meu Português, isto de tentar fazer várias coisas em simultâneo dá nisto: quis dizer Todos nós que andamos sabemos a resposta...
 

GuilhermeOliveira

Well-Known Member
#7
Ja tinha visto, mas alem do peso é um tipo de bicicleta totalmente diferente

Alem de que o carteiro não era nenhum principiante a andar de bicicleta
 

GuilhermeOliveira

Well-Known Member
#9
Mas é um exemplo que dá para perceber a importância da condição física...
Claro que sim, mas só o ser um tipo de bicicleta diferente e que de aerodinâmica tem pouco faz logo uma diferença do cacete e depois ainda foram vestir o homem bem mas para distribuir cartas, eu até pensei que ele ainda conseguiria fazer melhor, mas lá esta, pimenta no ... dos outros no meu é refresco, eheeheh

Aqui a ideia é tirar 4 kg na bicicleta e o gajo que não anda nada passar a andar como os outros que andam muito, dentro do amadorismo claro

Ao ego faz de certeza, agora se o ego pedala ai já é outra coisa que a mim me transcende
 
#11
Estou quase a acreditar que mudando de bicicleta vou andar o mesmo que os outros, eu não afirmei que não tinha influencia, não fazia diferença, afirmo que não tem importância no fim da volta, adianta pouco
Estou mesmo a ver, numa volta de 3 horas, em vez de chegar meia hora depois dos outros chego 25 minutos depois deles

Tanta vez que eu vi acontecer isso, já me diziam que eu era dos poucos que tinha bicicleta de alumínio no grupo, eles tiveram de alumínio e mudaram para carbono e mais leves e continuaram a não acompanhar e quando mudei para carbono, acabei por comprar uma com mais 2;5kg +- e eles continuaram a não acompanhar

Quem fez a pergunta o que lhe interessa saber é se trocando a bicicleta de 300€ por uma de 1500€ passa a acompanhar os outros que andam mais que ele, em andamento claro
 
#12
Obrigado pela participação de todos.

O objectivo da pergunta era ajudar quem procura nova bicicleta para utilização mais regular e numa perspectiva de ser competitivo dentro do amadorismo.

Obviamente que o treino é fundamental e sem pernas não há bicicleta que valha.

Até nem me considero muito sensível ao marketing. Por isso tenho uma triban 300 há 10 anos Posso dizer que fiz os últimos 80 km de uma etapa da Vuelta com subida ao cordal e angliru numa bicicleta team do continente de 90€. E guardo memórias para sempre. Tenho um colega que sobe a senhora da graça com uma pasteleira. Claro que não são médias de velocidade das quais me possa orgulhar em relação aos muitos bons ciclistas que aqui participam.

Contudo, a bicicleta também faz diferença. Por isso, faço a pergunta ao contrário, para retirar o efeito "pernas/motor": se o froome, no pico de forma, a subir o monte ventoux, em vez da Pinarello tivesse a triban, quanto tempo demorava mais? Certamente demoraria mais tempo de forma significativa. Mas entre uma de 10000€ e uma de 5000€ a diferença seria mínima (embora significativa para o nível deles). Ou seja, para os mesmos watts nos pedais, qual o impacto na velocidade? Deve haver um intervalo de peso/preço que assegura bons resultados para quem está bem preparado e que a partir daí os ganhos são marginais e apenas significativos para os prós (e para as empresas).

Mas também pode ser importante para os que vão no fundo do pelotão: se por 1000-1500€ se puder poupar esforço ou aumentar velocidade média em 2-3km/h, pode significar conseguir (ao fim de 3h) ultrapassar o alto de Val de poldros do granfondo de Melgaço e assim aproveitar a descida para ganhar folego suficiente para, com mais um esforçosinho, acabar o dito granfondo de cabeça erguida e não no carro vassoura (como me aconteceu assim como outros que, como diz a Carolina, devem ter gasto 3-4000€).

Alguém com duas ou três bicicletas de gamas diferentes que consiga fazer o comparativo?
Não terá sido estudado isto em alguma Universidade?

Abraço
 

NULL

Moderador
Staff member
#13
Obrigado pela participação de todos.

O objectivo da pergunta era ajudar quem procura nova bicicleta para utilização mais regular e numa perspectiva de ser competitivo dentro do amadorismo.

Obviamente que o treino é fundamental e sem pernas não há bicicleta que valha.

Até nem me considero muito sensível ao marketing. Por isso tenho uma triban 300 há 10 anos Posso dizer que fiz os últimos 80 km de uma etapa da Vuelta com subida ao cordal e angliru numa bicicleta team do continente de 90€. E guardo memórias para sempre. Tenho um colega que sobe a senhora da graça com uma pasteleira. Claro que não são médias de velocidade das quais me possa orgulhar em relação aos muitos bons ciclistas que aqui participam.

Contudo, a bicicleta também faz diferença. Por isso, faço a pergunta ao contrário, para retirar o efeito "pernas/motor": se o froome, no pico de forma, a subir o monte ventoux, em vez da Pinarello tivesse a triban, quanto tempo demorava mais? Certamente demoraria mais tempo de forma significativa. Mas entre uma de 10000€ e uma de 5000€ a diferença seria mínima (embora significativa para o nível deles). Ou seja, para os mesmos watts nos pedais, qual o impacto na velocidade? Deve haver um intervalo de peso/preço que assegura bons resultados para quem está bem preparado e que a partir daí os ganhos são marginais e apenas significativos para os prós (e para as empresas).

Mas também pode ser importante para os que vão no fundo do pelotão: se por 1000-1500€ se puder poupar esforço ou aumentar velocidade média em 2-3km/h, pode significar conseguir (ao fim de 3h) ultrapassar o alto de Val de poldros do granfondo de Melgaço e assim aproveitar a descida para ganhar folego suficiente para, com mais um esforçosinho, acabar o dito granfondo de cabeça erguida e não no carro vassoura (como me aconteceu assim como outros que, como diz a Carolina, devem ter gasto 3-4000€).

Alguém com duas ou três bicicletas de gamas diferentes que consiga fazer o comparativo?
Não terá sido estudado isto em alguma Universidade?

Abraço
Estás a pensar muito bem, é bom quando se questiona dessa forma!

Quanto ao tema em si, há programas que simulam isso tudo e mais um par de botas!

Eu não tenho a experiência que precisas. Não tenho experiência nas gamas todas. Mas posso-te dizer que notei diferenças (velocidade para a mesma potência) quando troquei de uma bicla de gama alta de uma marca para outra também de gama alta mas de outra marca.
 

torui

Well-Known Member
#14
Obrigado pela participação de todos.

O objectivo da pergunta era ajudar quem procura nova bicicleta para utilização mais regular e numa perspectiva de ser competitivo dentro do amadorismo.

Obviamente que o treino é fundamental e sem pernas não há bicicleta que valha.

Até nem me considero muito sensível ao marketing. Por isso tenho uma triban 300 há 10 anos Posso dizer que fiz os últimos 80 km de uma etapa da Vuelta com subida ao cordal e angliru numa bicicleta team do continente de 90€. E guardo memórias para sempre. Tenho um colega que sobe a senhora da graça com uma pasteleira. Claro que não são médias de velocidade das quais me possa orgulhar em relação aos muitos bons ciclistas que aqui participam.

Contudo, a bicicleta também faz diferença. Por isso, faço a pergunta ao contrário, para retirar o efeito "pernas/motor": se o froome, no pico de forma, a subir o monte ventoux, em vez da Pinarello tivesse a triban, quanto tempo demorava mais? Certamente demoraria mais tempo de forma significativa. Mas entre uma de 10000€ e uma de 5000€ a diferença seria mínima (embora significativa para o nível deles). Ou seja, para os mesmos watts nos pedais, qual o impacto na velocidade? Deve haver um intervalo de peso/preço que assegura bons resultados para quem está bem preparado e que a partir daí os ganhos são marginais e apenas significativos para os prós (e para as empresas).

Mas também pode ser importante para os que vão no fundo do pelotão: se por 1000-1500€ se puder poupar esforço ou aumentar velocidade média em 2-3km/h, pode significar conseguir (ao fim de 3h) ultrapassar o alto de Val de poldros do granfondo de Melgaço e assim aproveitar a descida para ganhar folego suficiente para, com mais um esforçosinho, acabar o dito granfondo de cabeça erguida e não no carro vassoura (como me aconteceu assim como outros que, como diz a Carolina, devem ter gasto 3-4000€).

Alguém com duas ou três bicicletas de gamas diferentes que consiga fazer o comparativo?
Não terá sido estudado isto em alguma Universidade?

Abraço
Eu consigo fazer a comparação entre bicicletas, e posso-te dizer que as Pinarello podem não ser o melhor exemplo em termos de peso (leveza) agora para rolar e descer não dão hipotese, parece que estas numa mota. Quem passar para uma bicicleta deste género vai notar diferença porque aquilo está sempre a pedir mais e mais é até o coração não dar mais. hehehe
Diabolicas = Scott adict e foil, nestas nada se perde, toda a força é impressa nos pedais passa diretamente para as rodas; para mudanças de velocidade, são brutais (penso que qualquer um se vai conseguir aperceber de tal). Nestas duas marcas que indiquei, quem passar para elas consegue ter a percepção que são diferentes...Colocaria aqui também a cannondale supersix evo simplesmente brutal é até ao limite do ciclista..heheheh
 

Carolina

Well-Known Member
#15
Entre 10 e 5 mil geralmente tens o mesmo quadro, só mudam os componentes.

Ignorando as tácticas de corrida, que têm sempre impacto significativo, o mais importante serão as rodas. Se tivesse de adivinhar o menos importante, diria optar por grupo electrónico em vez de mecânico.

Vais sempre sentir diferenças entre bicicletas com diferenças de preço tão grande. Há quem ache que se justifique, há quem ache que não. O importante é que não comprem enganados.
 

jcca

Well-Known Member
#16
Boas Nuno,
Entre bicicletas de 8,5kg e 7,0kg a grande diferença vai estar na tua relação peso vs potência e referindo a tua competitividade dentro do amadorismo o mais provável é tu conseguires recuperar o tal 1,5kg de diferença no teu próprio peso.
A malta fanática dos números poderá explicar-te melhor que se resume a watts e as contas da teoria não são complicadas pois tu mesmo no strava vês que eles te colocam lá um calculo dos watts por kg, reduzes o peso aumentas umas décimas os wats/kg os resultados finais serão sempre na casa dos segundos e poucos se fores só para uma subida e uma volta de 2h ou menos, agora se for mts km, mtas horas isso acaba por se notar um pouco mais.
 

ricasmetx

Well-Known Member
#17
Eu concordo com tudo o que foi dito acima, acrescentando... conforto.
Faço a analogia com o calçado.
Tens umas sapatilhas de 30€ Kalendji da Decathlon. Fazes caminhadas, corridas etc. Nunca conheceste o conforto de umas Asics xpto e entao continuas com as da Deca ate que decides mudar. Melhoras os teus tempos? talvez um pouco por teres mais conforto e menos desgaste.
Se nunca correste e fores usar as Asics fazes um bom tempo? Nao!
 

Hugorgvteixeira

Well-Known Member
#18
Eu concordo com tudo o que foi dito acima, acrescentando... conforto.
Faço a analogia com o calçado.
Tens umas sapatilhas de 30€ Kalendji da Decathlon. Fazes caminhadas, corridas etc. Nunca conheceste o conforto de umas Asics xpto e entao continuas com as da Deca ate que decides mudar. Melhoras os teus tempos? talvez um pouco por teres mais conforto e menos desgaste.
Se nunca correste e fores usar as Asics fazes um bom tempo? Nao!
Esta é que é a maior verdade de todas.....
 

jattamasso

Well-Known Member
#19
Eu também estava em crer que uma bicicleta toda exótica seria mais efeito placebo do que outra coisa… até um colega meu que tem o andamento igual ao meu, ter comprado uma de carbono, e agora já não tenho certezas de nada… às tantas, para quem tem os watts curtos, qualquer poupançazinha e melhoria do rendimento mecânico ajuda…
 

Hugorgvteixeira

Well-Known Member
#20
Eu também estava em crer que uma bicicleta toda exótica seria mais efeito placebo do que outra coisa… até um colega meu que tem o andamento igual ao meu, ter comprado uma de carbono, e agora já não tenho certezas de nada… às tantas, para quem tem os watts curtos, qualquer poupançazinha e melhoria do rendimento mecânico ajuda…
E em relação ao treino, como é também treinas o mesmo que ele?
Se não tens possibilidade de ter carbono e queres manter o mesmo andamento, só tens de fazer uma coisa treinar mais que ele se queres acompanhar......