[Diário de treino] - A caminhos dos 40k em 1h

cenazia

Well-Known Member
Esta semana lá consegui fazer uma volta maior, 4h de BTT em endurance com subidas e SS e LT, como foram 83km com 1500m de acumulado ainda foi um bom trabalho acima de endurance:

https://www.strava.com/activities/2209058180

O resto da semana foi mais nas calmas e ontem foi a tal prova em circuito. Aqui as coisas não correram como queria, estava distraído, perdi a roda e depois foi incapacidade de potência aliada a incapacidade de ganir para recuperar os 50m perdidos, acabei dobrado a meio da prova com 36,5km de média, o primeiro fez 40km de média na prova de praticamente 1h.

https://www.strava.com/activities/2220865244/
 

cenazia

Well-Known Member
Passemos a um pedido de ajuda.

Aqui não dá para me esconder, são provas com 20 a 40 atletas e quase todos com mais experiência/capacidade que eu, tenho de subir o Vo2máx e o FTP se quiser competir, dos testes que fiz no rolo parece-me que o maior problema de momento é o Vo2máx pois o FTP encontra-se a 90% deste, olhando para segmentos do strava também consigo ver que nos de 2m a 5m tenho pior desempenho comparado com os outros do que nos de 10m para cima.

Portanto, acham que devo focar no trabalho de Vo2? E nesse caso o melhor seria trabalhar intervalos com boas recuperações, certo? A minha lógica é que não adianta muito continuar a trabalhar FRC se o teu Vo2máx não é suficiente para aguentar o kick inicial.

Ou devo fazer algo completamente diferente?

Uma coisa que me esta a faltar é andar com pessoal mais forte que eu, infelizmente num raio de 100km essa especie não existe :(
 

NULL

Well-Known Member
Passemos a um pedido de ajuda.

Aqui não dá para me esconder, são provas com 20 a 40 atletas e quase todos com mais experiência/capacidade que eu, tenho de subir o Vo2máx e o FTP se quiser competir, dos testes que fiz no rolo parece-me que o maior problema de momento é o Vo2máx pois o FTP encontra-se a 90% deste, olhando para segmentos do strava também consigo ver que nos de 2m a 5m tenho pior desempenho comparado com os outros do que nos de 10m para cima.

Portanto, acham que devo focar no trabalho de Vo2? E nesse caso o melhor seria trabalhar intervalos com boas recuperações, certo? A minha lógica é que não adianta muito continuar a trabalhar FRC se o teu Vo2máx não é suficiente para aguentar o kick inicial.

Ou devo fazer algo completamente diferente?

Uma coisa que me esta a faltar é andar com pessoal mais forte que eu, infelizmente num raio de 100km essa especie não existe :(
Eu acho que se não estamos bem em determinada zona devemos treiná-la. Claro que partindo do princípio que estamos a fazer um treino com princípio, meio e fim. Quero com isto dizer que não defendo treinos em zonas altas em Novembro, Dezembro, etc... defendo uma periodização das zonas a trabalhar.

Posto isto, se achas que os treinos de VO2 se enquadram nesta fase acho que deves fazê-los. Relativamente ao tempo de trabalho/recuperação nessa zona eu defendo um racio de 1/1.
 

pratoni

Well-Known Member
Eu acho que se não estamos bem em determinada zona devemos treiná-la. Claro que partindo do princípio que estamos a fazer um treino com princípio, meio e fim. Quero com isto dizer que não defendo treinos em zonas altas em Novembro, Dezembro, etc... defendo uma periodização das zonas a trabalhar.

Posto isto, se achas que os treinos de VO2 se enquadram nesta fase acho que deves fazê-los. Relativamente ao tempo de trabalho/recuperação nessa zona eu defendo um racio de 1/1.
Ele vive no Brasil portanto atualmente o calendário não é bem o mesmo que cá...
 

cenazia

Well-Known Member
Isso, mas guio-me pelo calendário Europeu, a vantagem é que tenho calor o ano todo, chuva é no Verão daqui, mas é com o minimo de roupa possível :D:cool:

Mas vamos assumir que nesta altura estou preparado para treinar as zonas mais altas