Adventure, Gravel, touring bikes

Zei

Active Member
#1
Olá companheiros das duas rodas, há tempos num outro thread que se chama se não estou em erro, "deixar a BTT e ir para a estrada", coloquei uma dúvida:
- Vender as minhas duas bicis Specialized Roubaix elite 2017 e a Specialized stumpjumper ht carbono e comprar uma Specialized Diverge. Felizmente e para meu bem, as respostas não se fizeram esperar e logo me disseram e muito bem, que não era boa ideia, pois a Roubaix era bem melhor e que pusesse uns pneus 32 e estaria pronto para o gravel.
Mas eu queria muito mais do que gravel, queria uma gravel, adventure, road, fast light touring, dirt bike ou seja ir a todo o lado que me dê na gana com a bici. Comecei a pensar então, em comprar outra que o fizesse e tive a ver muitas e muitas e variadas marcas de gravel bikes. Gostei especialmente da Mason bokeh force 1 https://masoncycles.cc/products/bokeh-force-1x Tinha tudo o quero mas também tem um preço demasiado alto. Aí resolvi que o melhor poderia ser uma solução "out of the box" olhei para a minha stumpjumper e ela olhou para mim desconfiada (ela é tramada já me partiu um braço :) ) e pensei que tinha visto algumas gravel bikes com uma geometria muito parecida com esta stumpjumper. Mãos há obra e fui buscar fotos ao google e no photoshop comparei geometrias e cheguei a conlusão que a minha stumpjumper poderia talvez ser aquela bike que eu queria por um décimo do valor de qualquer outra. Para isso precisava de comprar meia duzia de coisas como por exemplo:
Handlebar
bombtrack beyond handlebar http://bombtrack.com/parts/finishing-kit/beyond-handlebar/
RITCHEY Bar WCS Ventura Max handlebar https://r2-bike.com/RITCHEY-Bar-WCS-Ventura-Max
Garfo rígido para bike aro 29 que suporte uns
pneus WTB Byway 650 x 47c Road Plus TCS e
umas rodas onde os calçar,
manetes de travão e de mudanças para dropbars
Malas de viagem e fazer-me ao caminho ;)
Vou postar aqui as fotos das comparações e o resultado de como poderá ficar a bike.
Mas como eu não sou senhor da verdade, adorava que me dessem as vossas opiniões e se quiserem este pode ser um local onde se converse sobre gravel, adventure road, fast light touring.
Um forte abraço e desde já obrigado a todos por todas as boas dicas que já me deram no passado.

esta é a minha bike actualmente.


Comparação com a Specialized elite roubaix 2017


comparação com Gestalt-X11


Comparação com Giant-ToughRoad-SLR-GX


Comparação com Merida-silex300grnornmy2018


Comparação com Spec-awol


A minha bike com Garfo rígido para bike aro 29


A minha bike com dropbars


A minha bike pronta para a viagem
 

pratoni

Well-Known Member
#2
Força nisso.

Até diria para experimentares a transformação antes de trocares a suspensão a ver se realmente a queres retirar, principalmente se a mesma tiver bloqueio...
 
#4
Desculpa a sinceridade mas a tua Stumpjumper nunca vai ser a bike que idealizas!

A stumpjumper é uma bicicleta de BTT (e bem boa) e como tal não tem nada a ver com uma gravel/adventure bike. A geometria é completamente diferente, o comprimento do top tube e a distância entre eixos são muito maiores! Já para não falar de comprimentos de escoras, ângulos de direcção, etc! É uma bicicleta que aguenta perfeitamente uns pneus 29x2.2 e ao montares uns pneus 650Bx47mm (1.9) vais alterar ainda mais a geometria da bicicleta nomeadamente ao nível de altura do BB ou seja, a probabilidade de começares a bater com os pedais em qualquer pedra que te apareça pelo caminho é considerável.

É uma bicicleta muito mais estável devido à sua maior distância entre eixos mas ao mesmo tempo é uma bicicleta com menos "genica" que uma gravel.

Honestamente, acho um desperdício de recursos o que vais fazer com ela. Serve para o propósito? Claro que sim, está pronta a aguentar qualquer aventura, mas não é a mesma coisa....
Se não lhe dás o devido uso e queres mesmo uma bike para umas aventuras, desfaz-te dela e arranja uma bike para esse propósito.

Falo como utilizador de bicicleta de estrada, BTT e ciclocross (que é a que mais se aproxima da de gravel) que aguarda ansiosamente a chegada de uma nova bike de gravel para juntar à família. Cada bicicleta tem um propósito e nenhuma substitui outra!
 
#5
Por questões que não vem ao caso, recentemente e temporáriamente andei com a minha 29 com dropbar:





Reparaste no avanço?

O quadro ao nível de tamanho na configuração original c/avanço de 80mm funciona comigo, porém ao montar um dropbar, tive de compensar o reach do guiador de alguma forma para conseguir andar minimamente confortável, percebes onde quero chegar?
 

romaosl

Active Member
#9
Um projecto bastante interessante. Também não percebi porque vais mudar as rodas para 650. Vais dar cabo da geometria toda. Rodas 29 parecem-me excelentes para uma gravel bike. Mais valia pores uns pneus 29x1.8 por exemplo.

Qual a transmissão que tens? Encontrarás manetes de estrada compatíveis com resto do conjunto de mudanças de BTT?
Dá a sensação que vai gastar mais dinheiro a trocar tudo menos o quadro do que se comprasses uma bicicleta já feita.
 
#14
Outro detalhe - travões - quase de certeza que tens hidraulicos, como é que vais fazer?? Fazes um downgrade para cabo p/conseguires comprar uns STI's a bom preço, ou compras uns STI's hidraulicos? Atenção á compatibilidade c/os desviadores.

Tenta colocar tudo num papel para não haver dúvidas, e não teres surpresas no processo.
 

Zei

Active Member
#17
Desculpa a sinceridade mas a tua Stumpjumper nunca vai ser a bike que idealizas!

A stumpjumper é uma bicicleta de BTT (e bem boa) e como tal não tem nada a ver com uma gravel/adventure bike. A geometria é completamente diferente, o comprimento do top tube e a distância entre eixos são muito maiores! Já para não falar de comprimentos de escoras, ângulos de direcção, etc! É uma bicicleta que aguenta perfeitamente uns pneus 29x2.2 e ao montares uns pneus 650Bx47mm (1.9) vais alterar ainda mais a geometria da bicicleta nomeadamente ao nível de altura do BB ou seja, a probabilidade de começares a bater com os pedais em qualquer pedra que te apareça pelo caminho é considerável.

É uma bicicleta muito mais estável devido à sua maior distância entre eixos mas ao mesmo tempo é uma bicicleta com menos "genica" que uma gravel.

Honestamente, acho um desperdício de recursos o que vais fazer com ela. Serve para o propósito? Claro que sim, está pronta a aguentar qualquer aventura, mas não é a mesma coisa....
Se não lhe dás o devido uso e queres mesmo uma bike para umas aventuras, desfaz-te dela e arranja uma bike para esse propósito.

Falo como utilizador de bicicleta de estrada, BTT e ciclocross (que é a que mais se aproxima da de gravel) que aguarda ansiosamente a chegada de uma nova bike de gravel para juntar à família. Cada bicicleta tem um propósito e nenhuma substitui outra!
Obrigado, foi ao comparar la com outras que cheguei a conclusão que com algumas gravel bikes ela não estava tão deslocada assim por exemplo a giant. É verdade que vou alterar a altura e esse é um dos meus medos apesar de com as rodas 650b ficar com uma altura de uma bike de 700c 25. De qualquer forma nem sei o valor que a poderia vender em segunda mão ela custou 1500, tens alguma ideia de valores? É que mesmo que a venda por 1000, as bikes que gosto atiram se para cerca de 4000. Forte abraço
 

Zei

Active Member
#18
Não acho que seja assim tão má ideia.

Não tinha reparado no pormenor das rodas. Tambem não percebo o porquê das 650...
Pois esse é o meu desejo mas também tenho dúvidas. Se houvesse pneus como o wtb mysay em 700c 47 era esses que punha. Forte abraço
 

Zei

Active Member
#19
Por questões que não vem ao caso, recentemente e temporáriamente andei com a minha 29 com dropbar:





Reparaste no avanço?

O quadro ao nível de tamanho na configuração original c/avanço de 80mm funciona comigo, porém ao montar um dropbar, tive de compensar o reach do guiador de alguma forma para conseguir andar minimamente confortável, percebes onde quero chegar?
Obrigado Pela dica, terei de ter isso em atenção, só mesmo testando. Forte Abraço