Upgrade á fininha

NULL

Moderador
Staff member
#61
A prova de Caminha em 2018 não foi à Serra D'Arga, se não me engano o ciclismo foi quase todo plano
AAAAHHHH

Então já percebo! Obrigado @Ganfas!

Eu conheço muito bem toda essa zona e se for para rolar dá para meter boas médias, mas se eles quiserem ser mauzinhos assassinam o pessoal todo...
 

Pires

Well-Known Member
#63
Não sou um grande exemplo para ninguém, só muito recentemente me inscrevi numa equipa e decidi treinar em condições.

Fim um Super Sprint, um Olimpico e depois 3 Half

Matosinhos Triathlon - Distancia Olímpica: 2:50:30 - 00:38:47 - 01:23:41 - 00:48:04 (o mar estava muito agreste nesse dia e muito vento na bike)

Triatlo Longo de Caminha 2018: 5:40:19 - 00:31:52 - 03:12:37 - 01:52:55

Como podes ver os tempos na bike ainda são uma desgraça, mas foram as pernas que tive nesses dias e não culpo o material
Efectivamente o segmento onde mais facilmente podes tirar tempo é na bicicleta, os teu tempos até são bons para quem não faz triatlo há muito tempo!
Eu se fosse a ti tentava comprar uma bicicleta de TT quase só para as provas e mantinha a Btwin para andar/treinar.
 

Pires

Well-Known Member
#69
O de Setúbal é porreiro pra quem gosta de subir a Arrábida, é mais um em que o segmento de ciclismo rebenta com um gajo :p
Continuo a achar que se o orçamento é apertado, tenta trocar essa bicicleta por uma melhor e arranja uns avanços para as provas que não permitam drafting, o resto é treino ;)
 

Ganfas

Well-Known Member
#70
Eu sinceramente tenho dúvidas que seja boa ideia meter bikes de triatlo a fazer montanha... acho que não combina.
A minha é de estrada e nem extensores tenho. não vou ter esse problema :)
Mas sim em principio para provas com mais subida ou mais técnicas uma bike de TT não será uma boa ideia.

Agora é que me lembrei que nem todos os triatlos admitem a utilização de bicicleta de TT...
Os que queres fazer permitem @dimark1978 ?
O problema não é a bike de TT em si mas sim os extensores. Nas provas em que é permitido ir na roda não deixam utilizar extensores que passem para lá das manetes.
 

Pires

Well-Known Member
#71
Sim, é o conjunto.. mas extensores curtos numa bicicleta de TT também não fazem sentido, e é uma bicicleta mais difícil de controlar, torna-se mais perigoso.
 
#72
...Atualmente pretendo fazer um upgrade na bicicleta (o ideal seria trocar de bicicleta mas o orçamento ...). Optei por á medida do possível ir comprando todo um grupo 105 e realizar um upgrade sem recurso a créditos.
Acho que não estão a ler tudo de fio a pavio...
Sugerir uma bicla pura de TT com, nitidamente, limites ao orçamentoo_O


Creio que nem na DECATHLON, se consegue passar de enxada (actual), mesmo experimentando arados (upgrade sugerido) para ansinho (TT)...
 
#73
Acho que não estão a ler tudo de fio a pavio...
Sugerir uma bicla pura de TT com, nitidamente, limites ao orçamentoo_O


Creio que nem na DECATHLON, se consegue passar de enxada (actual), mesmo experimentando arados (upgrade sugerido) para ansinho (TT)...
Não tenho pretensões em nenhum desporto, gosto de Ultra Trails e de Triatlos Longos, enquanto tiver força nas pernas irei ao máximo de provas que poder, porque gosto dos ambientes de prova, mas não perco a cabeça em material que não cabe na minha carteira. Na minha pequena Triban 500 já me diverti imenso em provas como as que já comentei.

Além disso para um mundo mais sustentável devemos começar a implementar mais tendenciais de reciclar e menos de substituir - Ok, discurso de quem não tem dinheiro para mais, LOL