Power Meter

NULL

Moderador
Staff member
Não é a única desvantagem. Assim de repente estou a lembrar-me da compatibilidade entre pedaleiros e bottom brackets onde nem tudo é compatível enquanto que a rosca dos pedais é universal.

Por cada vantagem que possam dar sobre os power meters nos cranks consegue-se arranjar umas 2 ou 3 para os pedais.
Mas cuidado com o desgaste nos pedais... tenho uns Powertap no estaleiro “dentro” de garantia porque o eixo só tinha 1 ano de garantia... ainda não tinham 2 anos e pedem-me perto de 200€ para reparar...
 
Mesmo que a troca de cranck seja rápida, depois também tinha de tirar o pedal do outro cranck para o passar para a outra bicicleta. Ou então tinha de ter outro par de pedais, o que faz diminuir a vantagem em relação à diferença de preços.
 
Na altura o sistema de pilhas era muito mais prático para mim e não havia esta versão mais recente dos assioma, se bem me lembro. Ainda era o primeiro modelo, que precisava duma calibração especifica quando se trocava.

Se fosse agora teria de estudar os vector 3 vs assioma.
 

RTC

Moderador
Staff member
Os Assioma single pesam 280gr no total. Cerca de 30 gramas a mais que uns Look Keo 2 Max que pesam à volta dos 250gr.
Um PM de crank anda sempre a rondar os 150/160gr (Quarq, Power2max, etc).
 
Na altura o sistema de pilhas era muito mais prático para mim e não havia esta versão mais recente dos assioma, se bem me lembro. Ainda era o primeiro modelo, que precisava duma calibração especifica quando se trocava.

Se fosse agora teria de estudar os vector 3 vs assioma.
Pois acho que me recordo de ter lido qualquer coisa na altura sobre não teres uma tomada para poder ligar o carregador, mas é possível carregar os Assioma com um powerbank.