Novidades desta modalidade, as bikes (fotos)..

cou7inho

Well-Known Member
triângulo traseiro rebaixado:

Qual a vantagem efectiva disto? Além de ter menos material (menos umas gramas de carbono e menos um custo para a empresa) haverá alguma vantagem no comportamento/conforto da bicicleta?
Imagino que deve deixar a bicicleta com um pouco mais de rigidez, não? Mais rigidez lateral e tal. Digo eu. Daí estarem a tornar as bicicletas "clássicas" em bicicletas aero.

Li numa revista de ciclismo, que a Giant e a Mérida, fazem os quadros para as outras marcas
Para as grandes marcas?
 
Imagino que deve deixar a bicicleta com um pouco mais de rigidez, não? Mais rigidez lateral e tal. Digo eu. Daí estarem a tornar as bicicletas "clássicas" em bicicletas aero.
Mas rigidez por ter triângulo mais baixo?
E não deverá ser mais difícil controlar a bicicleta "com as ancas"?
 

cou7inho

Well-Known Member
Pouco interessa? Para mim é o mais essencial...
Para mim comum consumidor pouco me interessa. Deixa-me mais triste ver as marcas a adotarem todas a mesma ideologia de quadro. Mas é a minha opinião.
Mas rigidez por ter triângulo mais baixo?
E não deverá ser mais difícil controlar a bicicleta "com as ancas"?
Normalmente tudo o que se torna mais rápido torna-se mais difícil de controlar. Mas essa teoria da rigidez é apenas minha especulação. Não fui confirmar a nenhuma fonte.
 

Jacc

Active Member
Para mim comum consumidor pouco me interessa. Deixa-me mais triste ver as marcas a adotarem todas a mesma ideologia de quadro. Mas é a minha opinião.

Normalmente tudo o que se torna mais rápido torna-se mais difícil de controlar. Mas essa teoria da rigidez é apenas minha especulação. Não fui confirmar a nenhuma fonte.
Então mas isso é bom! Compra-se o mais barato :)
 

Bruso

Well-Known Member
As bicicletas estão a ficar todas iguais porque provavelmente é para onde apontam as simulações: mais aerodinâmica, mais rigidez, etc, é com o triangulo traseiro rebaixado.
Física não engana. Antigamente a investigação era menor por isso todas as marcas tentavam fazer coisas diferentes com o objetivo de ser a mais rápida. Hoje em dia estão todos na mesma página, túnel de vento não engana e no final do dia a única diferença é a tecnologia e materiais usados na construção do quadro.
E depois também é preciso se lembrar das limitações impostas pela UCI em termos de geometria.
Únicas marcas que se mantêm fiéis à sua história são a Pinarello (com as curvas sem sentido físico nenhum) e a Colnago(lugs). Mas estamos a falar de marcas com uma história riquíssima. Marcas como Trek, Scott não têm esse pedigree. São marcas comerciais que querem é vender o máximo de hikes possível e para isso seguem as modas.
 
Física não engana. Antigamente a investigação era menor por isso todas as marcas tentavam fazer coisas diferentes com o objetivo de ser a mais rápida. Hoje em dia estão todos na mesma página, túnel de vento não engana e no final do dia a única diferença é a tecnologia e materiais usados na construção do quadro.
E depois também é preciso se lembrar das limitações impostas pela UCI em termos de geometria.
Únicas marcas que se mantêm fiéis à sua história são a Pinarello (com as curvas sem sentido físico nenhum) e a Colnago(lugs). Mas estamos a falar de marcas com uma história riquíssima. Marcas como Trek, Scott não têm esse pedigree. São marcas comerciais que querem é vender o máximo de hikes possível e para isso seguem as modas.
Só uma observação:

Sra. Pinarello e Sra. Colnago :)
 
Para mim comum consumidor pouco me interessa. Deixa-me mais triste ver as marcas a adotarem todas a mesma ideologia de quadro. Mas é a minha opinião.
Como comum consumidor é que devias ficar preocupado onde e como são fabricadas... especialmente os elementos de carbono.

Realmente, se não forem os logotipos, cada vez é mais difícil diferenciar marcas. Até as cores mestras de algumas marcas já são usadas por outras.
 

Wawando

Well-Known Member
Noutros desportos é a mesma coisa, windsurf há uns anos eram quase todas feitas numa ou duas fabrica (lembro-me que uma era a Cobra) e não era por isso que eram todas iguais. Kites e velas a mesma coisa.
Manter fabricas próprias tem custos em que na maioria das situações são incomportáveis além de que as máquinas, formação das equipas e controlo de qualidade são altamente optimizados para produções em grande escala. Não é só o preço (esse cada um põe o que quer) acho que o que tem de bom para o consumidor é a qualidade.
Não percebo o que interessa se é na fábrica X ou Y desde que seja bem feito?
 
Noutros desportos é a mesma coisa, windsurf há uns anos eram quase todas feitas numa ou duas fabrica (lembro-me que uma era a Cobra) e não era por isso que eram todas iguais. Kites e velas a mesma coisa.
Manter fabricas próprias tem custos em que na maioria das situações são incomportáveis além de que as máquinas, formação das equipas e controlo de qualidade são altamente optimizados para produções em grande escala. Não é só o preço (esse cada um põe o que quer) acho que o que tem de bom para o consumidor é a qualidade.
Não percebo o que interessa se é na fábrica X ou Y desde que seja bem feito?
As fábricas só fabricam aquilo que lhes encomendam se querem barato eles fabricam barato, se querem qualidade média eles fabricam de qualidade média, se querem material de topo eles fabricam material de topo. Claro que todos este fabricos têm preços diferentes, mesmo dentro da mesma fábrica. Eu falo isto com conhecimento de causa, apesar não ser o mesmo ramo. As grandes fábricas fabricam todo o tipo de segmentos que o mercado pretende, mas claro que com preços diferentes.