Mega Sondagem Legislativas 2022 Forum Ciclismo

intenção de voto do Forum

  • PS

    Votes: 8 12.5%
  • PSD

    Votes: 21 32.8%
  • Chega

    Votes: 5 7.8%
  • BE

    Votes: 2 3.1%
  • CDU

    Votes: 1 1.6%
  • IL

    Votes: 15 23.4%
  • PAN

    Votes: 3 4.7%
  • CDS/PP

    Votes: 1 1.6%
  • Livre

    Votes: 6 9.4%
  • Não vou Votar

    Votes: 2 3.1%

  • Total voters
    64
  • Poll closed .

Aslume

Active Member
posto isto, no futuro vão olhar para o dia de hoje e verão o dia em que se perdeu mais uma oportunidade para efetivamente mudar de rumo para melhor e se deu o pontapé de saída para a 4ª pré-bancarrota… ou mesmo bancarrota desta vez, quem sabe… (gostava mesmo, mas mesmo mesmo de estar errado e não ter razão nenhuma na afirmação que acabei de fazer :confused:).

A partir de agora as coisas serão mais difíceis, juros, inflação, incerteza geopolítica. Não ligo muito à política, mas não te deves esquecer, que as mudanças tem que começar por cada um de nós. Na nossa atitude do dia a dia, no pensamento construtivo. Trabalho numa instituição de ensino superior e fico apreensivo com a falta de ética de muitos alunos, futuros quadros do país. Estamos sempre a culpar as instituições mas temos um papel individual a fazer
 

Velhadas

Well-Known Member
desde já os parabéns e o meu obrigado a todos o que exerceram o seu direto de voto e/ou participaram neste ato eleitoral.

Grande vitória do Partido Socialista, parabéns a António Costa conseguiu mobilizar os seus eleitores de sempre e boa parte do eleitorado do BE e com isto está ao pé de uma maioria absoluta (acho que pouca gente ainda se deve lembrar de como acabou a última maioria do PS). É o grande vencedor da noite.

quando à derrota dos partidos de direta, é incontestável. não conseguiram passar a sua mensagem e apesar dos pequenos partidos terem cumpridos as suas metas (Chega >7% e IL + de 5 deputados) saem todos derrotados no seu (e meu) principal objetivo, tirar o PS do poder. encaro esta derrota como uma derrota pessoal as well, apesar de não fazer parte de nenhum partido.

os resultados são claros e os portugueses não deixaram de ser portugueses na hora de votar e confiaram na velha máxima tuga "vamos fazer como sempre fizemos porque agora, agora é que vai ser…"

posto isto, no futuro vão olhar para o dia de hoje e verão o dia em que se perdeu mais uma oportunidade para efetivamente mudar de rumo para melhor e se deu o pontapé de saída para a 4ª pré-bancarrota… ou mesmo bancarrota desta vez, quem sabe… (gostava mesmo, mas mesmo mesmo de estar errado e não ter razão nenhuma na afirmação que acabei de fazer :confused:).

cumprimentos, a todos, desculpem qualquer coisa se fui rude ou indelicado com alguém em algum comentário, foi um gosto discutir e trocar ideias convosco para além das biclas é claro ;)

(p.s. @francisco tomei essa decisão durante a campanha eleitoral de 2019, se o pais ficasse nas mãos da esquerda dava o baza. alguns meses depois consegui concretizar a ideia. Até aos dias de hoje, já lá vai ano e meio, só tenho um arrependimento… foi de não ter abandonado mais cedo)

Lá está, a ti foi a esquerda que te meteu fora do país, a mim foi a direita.
Cada vez me convenço mais que isso de direita e esquerda é uma treta para adjetivar. Na prática o que interessa são os líderes. Ja nos tempos do Socrates tive a sensação absoluta que se ele tivesse sido eleito pelo PSD faria exatamente o mesmo e teria exatamente o mesmo discurso.

Com isso não quer dizer que em desespero nos entreguemos nas mãos de tipos que dizem umas patacoadas ficam bem numa conversa de tasca mas cujo o resultado prático é zero e não mudam em nada o equilíbrio orçamental.

O mais incrível que eu vi em plena campanha foi nunca ter sido referida uma solução para o maior cancro financeiro que o país tem, os RNH.
Se houve alguem que prometeu o fim disso, foi algo que me escapou, talvez por estar fora.

Os RNH para quem não sabe, o regime de Residentes não habituais, é a grande causa do aumento do custo de habitação própria em Portugal.
Faz com que os portugueses com os seus salários curtos tenham de disputar a compra de casas com todos os reformados do norte da Europa.

O pior é que esses reformados dificilmente ficam a viver em Portugal porque o único interesse deles é ter residência oficial cá. Alugam a casa a portugueses por valores astronômicos e ficam na no seu país a beneficiar de receberem a pensão com 0% de impostos.

Ainda não teve um único partido capaz de enfrentar o lobby das imobiliárias e defender os interesses dos portugueses.

Espero que neste mandato não falte a coragem de acabar com esta vergonha em que um reformado do resto da europa tem mais benefícios que um reformado português em portugal
 

Jazz

Well-Known Member
Fiquei muito surpreendido com a maioria absoluta do PS.

70% dos eleitores votaram nos dois maiores partidos.

O Livre vai crescer.

CDU e Bloco variam na proporção inversa do PS.

O CDS desapareceu.

A esquerda uniu-se contra os racistas. Rio cometeu um erro gigante ao não se descolar deles. Tivesse Rio sido tão firme quanto Costa em relação a essa questão, e acredito que tivesse muito mais votos, que migraram para o PS e IL.



Frase da noite: "cada deputado do chega é um racista a mais no Parlamento."
 

SBRDYDY

Well-Known Member
Fico feliz pela vitória da esquerda, apesar de uma solução plural era sempre melhor.
Em relação ao PSD espero que encontre o caminho da restruturação que volte a crescer e se reencontrem o seu eleitorado, pois é o único partido capaz de levar uma direita democrática ao poder.
 

Negoci8er

Well-Known Member
Para estas eleições tínhamos duas grandes propostas:
- uma melhoria das condições a curto prazo (acentuando desigualdades e dificuldades futuras)
ou
- uma melhoria das condições a médio longo prazo (estagnando as melhorias a curto prazo e melhorando as perspetivas futuras)

Como é óbvio, o povo escolheu o imediato...
O Povo quer já uma descida do IRS e "outras regalias".
As pessoas não têm paciência para esperar por uma recuperação sólida.

Como sabem ninguém pode dar o que não tem, e quando se dá a contar com o que esperamos poder vir a ter... as coisas podem correr mal.
Esperemos que não...
 

Cláudio

Well-Known Member
Não entendo bem o porquê de se achar que o povo escolheu o imediato. A maior parte das políticas de esquerda são a longo prazo, a pensar na educação e saúde para todos, que traz frutos a longo prazo. Preferiu também que apostasse numa mudança económica virada para as preocupações ambientais e não apenas economia de Excel da IL, o que mais uma vez é uma escolha para o futuro.
Se o povo apenas quisesse uma descida rápida do IRS votava na IL e as flat taxes, apesar de não serem tolos e perceberem que ficam a perder a longo prazo
 

NULL

Moderador
Staff member
A meu ver estes são os factos:

Portugueses penalizaram os partidos "muleta" da geringonça por, segundo eles, terem criado esta crise política. Os votos da esquerda foram todos parar a António Costa, foi o chamado voto útil.

O PSD saiu prejudicado pelo crescimento dos partidos de direita, e muito por culpa própria. Rio devia ter-se desmarcado da extrema direita de forma clara e contundente. Ao não fazê-lo dispersou muitos votos pela direita e mais, perdeu votos para a esquerda. Há eleitores de direita que nunca admitiriam um governo com Ventura. Com o voto no Costa isso nunca aconteceria.

É muito estranho o que aconteceu com as sondagens. Não consigo vislumbrar nada de relevante que justificasse a mudança de sentido de voto de tantos eleitores em 2 dias. Muito estranho mesmo.
 

Velhadas

Well-Known Member
Então porque continuamos na cauda da europa depois de tantos anos de PS? Pq continuamos no fundo de coesão da União Europeia desde a sua criação em 93? Quando acabar esta legislatura o PS terá governado 80% dos últimos 30 anos, quero ver quem vão culpar nos anos seguintes

Gostei do detalhe de teres dito os últimos 30 anos. Foi para pôr de fora os 9 anos de Cavaco e dar mais ênfase a percentagem de anos no poder do PS? :cool:

mas se formos por ai nos outros 20% temos Passos Coelho, Santana Lopes e Durão Barroso. E tenho seria dúvidas sobre qual eleger como o pior PM de Portugal neste lote

um bebado e dois redutores de economia e espalha pânico para justificar a sua incapacidade.

Será que algum dia eles vão entender que dizer "isto está muito mau e vai ficar ainda pior" nao estimula a economia?
 

Jazz

Well-Known Member
A meu ver estes são os factos:

Portugueses penalizaram os partidos "muleta" da geringonça por, segundo eles, terem criado esta crise política. Os votos da esquerda foram todos parar a António Costa, foi o chamado voto útil.

O PSD saiu prejudicado pelo crescimento dos partidos de direita, e muito por culpa própria. Rio devia ter-se desmarcado da extrema direita de forma clara e contundente. Ao não fazê-lo dispersou muitos votos pela direita e mais, perdeu votos para a esquerda. Há eleitores de direita que nunca admitiriam um governo com Ventura. Com o voto no Costa isso nunca aconteceria.

É muito estranho o que aconteceu com as sondagens. Não consigo vislumbrar nada de relevante que justificasse a mudança de sentido de voto de tantos eleitores em 2 dias. Muito estranho mesmo.

Fácil.

O pessoal de esquerda, centro-esquerda e centro, viu as sondagens, assustou-se com a possibilidade de ver a extrema-direita no poder, e votou no único que dava garantia absoluta de isso não acontecer.

Conheço muita gente do PSD, CDU e Bloco que votaram no Costa justamente por causa disso.

A juntar a isso, a memória das eleições em Lisboa está fresca, em que a arrogância da vitória antecipada deu em derrota.
 

cconst

Well-Known Member
É muito estranho o que aconteceu com as sondagens. Não consigo vislumbrar nada de relevante que justificasse a mudança de sentido de voto de tantos eleitores em 2 dias. Muito estranho mesmo.
Eu diria que o que relevante se passou com as sondagens foi o facto de elas [as sondagens] existirem e condicionarem o voto para o voto util. Acredito que indecisos entre votar nas suas convicções políticas e votar no "voto útil", sob pena de verem uma governação de direita (potencialmente com o CHEGA), decidiram pelo "mal menor".

Vamos a ver.
 

Cláudio

Well-Known Member
Então porque continuamos na cauda da europa depois de tantos anos de PS? Pq continuamos no fundo de coesão da União Europeia desde a sua criação em 93? Quando acabar esta legislatura o PS terá governado 80% dos últimos 30 anos, quero ver quem vão culpar nos anos seguintes

Isso é uma falácia enorme como já foi explicado aí, já para não falar dos anos de bloco central com o PSD, que são sempre contados como anos de governo do PS do lado da direita, sabe-se lá porquê...
Eu podia-te responder que é por sermos pequenos, não termos uma indústria forte e termos sol a mais que faz haver menos vontade de trabalhar, mas depois vens-me dizer que há países pequenos que entraram depois e já nos ultrapassaram... Sim, mas nós felizmente não nos tornámos paraísos fiscais como esses países, que atrai dinheiro de todo o lado sem qualquer responsabilidade, seja dinheiro de tráfico humano ou de armas ou de qualquer tipo de lavagem de dinheiro, que vai parar às offshores. As coisas são sempre mais complexas do que parecem e se a UE acabar por aprovar o IRC mínimo de que se vai falando, muitas coisas vão mudar
 

Negoci8er

Well-Known Member
Não entendo bem o porquê de se achar que o povo escolheu o imediato. A maior parte das políticas de esquerda são a longo prazo, a pensar na educação e saúde para todos, que traz frutos a longo prazo. Preferiu também que apostasse numa mudança económica virada para as preocupações ambientais e não apenas economia de Excel da IL, o que mais uma vez é uma escolha para o futuro.
Se o povo apenas quisesse uma descida rápida do IRS votava na IL e as flat taxes, apesar de não serem tolos e perceberem que ficam a perder a longo prazo
@Cláudio, referi IRS e "outras regalias"... ;)
Todos os partidos querem o melhor para o seu Povo. O que os diferencia é a forma de o tentarem atingir.
Predominantemente:
A esquerda pretende:
- Boas escolas públicas
- Bons hospitais públicos
- Boas estradas públicas
- Bons tribunais públicos
- Etc público...
Financiamento
- Emissão de dívida pública e com o crescimento do país, a dívida será paga.

A direita pretende:
- Boas empresas a criar investimento e riqueza
- Situações profissionais sólidas com boas remunerações
- Condições para empresas privadas competir livremente no mercado e fomentar a economia
Com estas bases, será a economia a financiar o estado, para dar:
- Boas escolas públicas
- Bons hospitais públicos
- Boas estradas públicas
- Bons tribunais públicos
-Etc público...
Financiamento
- Crescimento económico do país.

Este modelo implica anos a amealhar, esperar pela prosperidade, para depois de forma sólida, melhorar as condições do Povo.
 

Velhadas

Well-Known Member
@Cláudio
A direita pretende:
- Boas empresas a criar investimento e riqueza
- Situações profissionais sólidas com boas remunerações
- Condições para empresas privadas competir livremente no mercado e fomentar a economia
Com estas bases, será a economia a financiar o estado, para dar:
- Boas escolas públicas
- Bons hospitais públicos
- Boas estradas públicas
- Bons tribunais públicos
-Etc público...
Financiamento
- Crescimento económico do país.

Pretender é bom. E as medidas para o fazer? Mandar as pessoas emigrar se nao estao contentes? Essa foi a medida que o Passos coelho apresentou
 

Negoci8er

Well-Known Member
Pretender é bom. E as medidas para o fazer? Mandar as pessoas emigrar se nao estao contentes? Essa foi a medida que o Passos coelho apresentou

Ainda não deu para perceber os tempos em que PPC governou? Teve que controlar os desvaneios anteriores.
Ele governou cheio de limitações, muitas mais do que as que o António Costa teve ao longo destes 6 anos...
Eu não defendo ninguém, apenas um ideal que considero o mais correto que nos conduz à prosperidade e nos tira da mediocridade.
Um exercício simples...
Quais os países onde se vive melhor? Quais os mais prósperos? Qual o modelo económico que têm?
 

Velhadas

Well-Known Member
Ainda não deu para perceber os tempos em que PPC governou? Teve que controlar os desvaneios anteriores.
Ele governou cheio de limitações, muitas mais do que as que o António Costa teve ao longo destes 6 anos...
Eu não defendo ninguém, apenas um ideal que considero o mais correto que nos conduz à prosperidade e nos tira da mediocridade.
Um exercício simples...
Quais os países onde se vive melhor? Quais os mais prósperos? Qual o modelo económico que têm?

desculpar com os devaneios dos outros é sempre bom e facil, agora não me lembro de uma única medida que o Step Rabit tenha tomado a não ser vender a EDP para abafar o défice e provavelmente ganhar umas massas em um qq offshore

de resto foram 4 anos a dizer "isto está muito mau", "olhem como está a grecia", "aquilo na irlanda está muito pior"
 

Negoci8er

Well-Known Member
desculpar com os devaneios dos outros é sempre bom e facil, agora não me lembro de uma única medida que o Step Rabit tenha tomado a não ser vender a EDP para abafar o défice e provavelmente ganhar umas massas em um qq offshore

de resto foram 4 anos a dizer "isto está muito mau", "olhem como está a grecia", "aquilo na irlanda está muito pior"

Compreendo que estejas revoltado com ele... mas não vou discutir questões pessoais...
Apenas estou a discutir modelos económicos.
 
Top