3.º Passeio Bicicleta a Fátima - J.F.S.Domingos Benfica - 21 Mai. 2011

#1
Meti-me nesta aventura de pedalar entre Lisboa e Fátima, depois de uma semana desgastante a nível profissional e pessoal (a recuperar a perda de um familiar) e com algum descuido na alimentação, no sono e na preparação da bicicleta. Eu e a Isilda, fomos as únicas mulheres presentes no grupo de pedalantes. Até Santarém fomos muito bem, almoçamos no Centro Nacional de Exposições (CNEMA) e depois abalamos para a parte mais dura do percurso, porque até ali tinha sido só a dar à roleta. "Agora é que vamos ver quem é Homem - diziam os nossos companheiros, na brincadeira".
Amigos, só tenho a dizer-vos que dei tudo o que tinha e também o que não tinha...fiz a subida de Minde (6kms dolorosos) sempre a levar com o vento, e estava a meio da subida do Covão do Coelho, quando fui atacada pelo homem da Marreta...um esgotamento total; para piorar, as mudanças bloquearam e parei antes de desmaiar em cima da bike...disseram-me que tinha as mãos frias e a cara ficara sem cor, imaginem. Fui para o carro de apoio, bebi água e engoli um pacote de açúcar, com uma ferida na auto-estima...ao fim de algum tempo, já meio recuperada, peguei na bike e saí do autocarro e continuei até entrar na Cova da Iria...foi uma sensação fantástica, emocionante.
Queria dar os meus parabéns à Isilda, que aos 61 anos, esteve sempre bem disposta , enérgica, sem quebrar e aguentou-se bem em cima da sua bike pesadíssima de ferro da decathlon, com suspensão....é uma mulher com M grande. Um bom exemplo.
A organização esteve de parabéns, porque sinceramente, não consigo apontar qualquer falha e se inicialmente, achava que havia demasiadas paragens para abastecimento, penso que foram justificadas.
A camaradagem foi muito boa, não havia espírito de competição, só o interesse em atingir um objectivo pessoal.
Este passeio vai ficar guardado num lugar especial das minhas memórias e recomendo-vos vivamente para o ano.
 

Figueiredo

Active Member
#2
Estive quase para fazer aqui um relato exaustivo, mas deixo isso para os meus companheiros de viagem, foram 138Km muito bem passados, acho que as fotos e os videos mostram tudo, ao fim de quase 160 passeios de cicloturismo achava que já nada me podia surpreender mas enganei-me acho que foi mesmo a melhor organização que já presenciei, toda a logistica de apoio foi simplesmente ESPECTACULAR!




Mais fotos aqui: http://ciclofigueiredo.blogspot.com/2011/05/3-passeio-bicicleta-fatima-jfs-domingos.html


Video 1.ª Parte:
[video=youtube;a8PZVAsOa_0]http://www.youtube.com/watch?v=a8PZVAsOa_0[/video]

Video 2.ª Parte:
[video=youtube;1XwOVQsojw4]http://www.youtube.com/watch?v=1XwOVQsojw4[/video]
 

Joca

New Member
#3
Não me vou alongar em relatos exaustivos, até porque com certeza ficaria ainda alguma coisa por dizer. Apenas quero reafirmar o que já foi dito relativamente à organização deste passeio que foi de facto a melhor que encontrei até agora a nivel de passeios de cicloturismo. De realçar sem duvida a forma como a logistica deste passeio foi organizada, não faltando nada a nivel de abastecimento a todos os participantes (tanta banana...).
Excelente tambem o trabalho das forças de segurança que foram inexcediveis, na forma como se preocuparam com a segurança de todo o pelotão.
Foi de facto um sábado muito bem passado, em que deu para ao longo dos quase 140Km para ter longas conversas com os amigos Delta e Figueiredo o que ainda tornou mais agradável esta jornada.
Apenas talvez fosse possivel aumentar o bocadinho a velocidade do passeio nas descidas e em plano, o que possivelmente anteciparia um pouco a hora de chegada, mas isto se calhar seria pedir de mais depois de tão excelente organização que sem duvida está de parabens.
De lamentar o facto de na parte final (Covão do Coelho) a estrada estar em muito mau estado mas isso a organização não tem a minima responsabilidade. Apenas tornou a subida final um pouquinho mais dura mas mesmo assim foi superada pela maioria dos participantes, e fazer este percurso sem um bocadinho de sofrimento não seria a mesma coisa.
Para o ano se for possivel lá estarei..
 

Figueiredo

Active Member
#4
Para além das bananinhas, as sandes mistas no final também não estavam más foi comer até estar "embuchado" já nem consegui comer a ultima toda...;).
Para mim foi dia de estreia de equipamento novo, estava com um pouco de receio da qualidade dos calções visto serem uma réplica chinoca mas portaram-se á altura depois deste teste estão aptos para tudo!
Lembrei-me do que o Kalinas aqui há uns tempos nos tinha dito aqui no fórum aquela subida do Covão do Coelho está uma desgraça, já não bastava a dificuldade da própria subida como o piso está muito degradado e em obras... na subida as pernas até responderam bem mas por uns breves segundos deixei descontrolar a respiração (e para ajudar ainda me pus a tirar fotos em plena subida...) valeu-me a roda do amigo Manuel e nas calmas fizémos aquilo tudo até lá acima sem paragens:p
Como cicloturista desde que comecei a andar de bicicleta pelo menos a nível nacional tinha o desejo de subir á Torre e ir a Fátima de bicicleta, felizmente já cumpri os 2, agora se a vida permitisse era sonhar um dia com o Halpe D´Huez mas mesmo só em sonhos...
 

DELTA

New Member
#5
Boas,

Verifico, com muito gosto, que os companheiros de viagem (Figueiredo e Joca) ficáram encantados com o passeio amador, com organização profissional. Infelizmente, em Portugal, geralmente é ao contrário.

Eu, como totalista de participações, 3ª. participação em 3 eventos, já estava à espera de mais uma jornada com sucesso garantido.

Este ano, graças ao treinos de inverno do PNSC, sentime completamente à vontade durante todo o precurso e o Covão do Coelho e a outra subida (como se chama?) que antecede a descida para Minde, foram bons treinos para uma possível subida à Serra da Estela, brevemente.
Este ano, as condições climatéricas foram excelentes para a prática de ciclismo.
 

Figueiredo

Active Member
#6
foram bons treinos para uma possível subida à Serra da Estela, brevemente.
Sei que são apenas números mas atingimos o pico no Covão do Coelho aos 397 metros a Torre encontra-se a 1990 metros de altitude não há comparação possível a não ser na inclinação da estrada...

Eu gostava muito de ir fazer o Audace em Setembro que liga Castelo Branco á Torre, mas depois de vêr a altimetria não sei se fiquei com vontade de rir ou chorar... quer me parecer que não vão apanhar lá muita malta pelo menos aquela habitué que ía lá todos os anos, pelo que tenho percebido em conversas durante os passeios de cicloturismo, 103Km com um acumulado total de 3.184 metros e ainda ter a restrição de ter que fazer no minimo 15Km/hora de média é muita fruta, para a maioria dos cicloturistas...
 

DELTA

New Member
#8
Boas,
Luis, eu não estou a comparar o Covão do Coelho com a subida à Torre. Claro que não há comparação possível. Eu disse: serviu de treino!

Concordo que a subida à Torre integrada no audace não é para cicloturistas que fazem 40 - 60 kms ao fim de semana com média de 20 kms/h. É necessário dar duro ao fim de semana e algumas escapadelas durante a semana. Mesmo assim, não é para todos!
No meu caso, no ano passado, a ideia de tentar subir à torre, não estava nos meus pensamentos. Se agora ponho essa hipótese, é porque deixei um pouco de lado os passeios que acima referi e passei a fazer distâncias à volta dos 100 kms com médias muito acima do 20 kms/h.
 

Figueiredo

Active Member
#9
Quando digo que vai faltar muita malta habitué, refiro-me por exemplo áquela malta que apesar de fazer os passeios de cicloturismo de 40 a 60Km tinha por hábito fazer a subida á Torre nos moldes tradicionais e com menor ou maior esforço lá conseguiam chegar acima juntando pelotões com um n.º razoável, posso-lhe dar se quiser exemplos que o Manuel conheçe que dizem que este ano não metem lá os pés... sou 100% a favor dos Audaces mas quer me parecer que se a FPCUB não mantiver a subida nos moldes tradicionais simultaneamente com o Audace está a dar um tiro no pé, aliás viu-se isso este ano no Sesimbra - Algarve se para o ano for nos mesmos moldes não sei se vou... aliás pelo que percebi olhando para o ranking dos Audaces tirando os da zona de Lisboa os outros apenas tiveram a participação de 1/2 duzia de teimosos.

@Angela

Obrigado pelas fotos!
 
#10
Malta,

Só para ajudar à festa, tenho-vos a dizer que no ultimo Audace de Estremoz, foi questionado à organização por várias pessoas os moldes em que a Etapa da Torre iria ser feita.
E as questões foram:

a) Como é que se conseguia efectuar média acima de 15 kms/h com 3.184m de acumulado a subir?
b) Porque é que se tem de acabar na Covilhã, fazer 20 kms no fim a descer vertiginosamente, e com a experiência (ou a falta dela) de alguns cicloturistas, podia dar mal resultado com quedas e afins só para chegar à Covilhã dentro dos 15 km/h

As respostas foram, que um Audace, para se qualificar como tal, tem de ter mais de 100km. A alternativa seria acabar na Torre essa etapa, mas para isso tinha de se alterar o itinerário pois vai-se chegar lá acima com 80kms.
Outra alternativa era que independentemente de se acabar na Torre ou na Covilhã, como sendo este um Audace "especial" não haveria contagem da média como factor eliminatório da contagem dos pontos, isto é, as pessoas controlariam estando dentro ou fora da média dos 15 km/h, o que poderia resfriar a descida e cada um fazê-la nas calmas.

A organização ficou de pensar nas alternativas e depois comunicar.

Abraços
Helder
 

Figueiredo

Active Member
#11
OK Helder parece-me bem, eu só falei porque como sabem todos os fins de semana costumo frequentar os passeios de cicloturismo e vou recolhendo informações aqui e ali de malta que conheço que costuma fazer a subida todos os anos apesar da idade sobem melhor que muita malta nova, não me hei de esquecer do Ilidio do Campo de Ourique o ano passado o homem tem idade para ser meu pai, e subiu aquilo muito melhor que eu...alguns já têm mais de 10 subidas no curriculo e este ano estão muito descontentes, e não devem de ir, é uma pena se tal acontecer...

Back to topic: Enquanto a organização da J.F.S. Domingos Benfica organizar este passeio a Fátima e as pernas aguentarem, independentemente do ritmo imposto estarei presente, foi muito bom mesmo como o Manuel referiu um passeio "Amador" com organização profissional...só para dar um exemplo a subida de Minde e do Covão do Coelho foram feitas em roda livre e mesmo assim havia ou uma mota da Brigada ou da organização junto de cada grupinho que se formou subida acima para garantir a segurança...o melhor que vi até hoje e já levo alguns no curriculo.

Aqui ficam os números desta jornada para os mais curiosos:
Staff - 13 pessoas + 2 GNR
32 Cicloturistas
1 Carrinha apoio Abastecimento
1 Carrinha (carro vassoura)
4 Motos (2 da organização + 2 da Brigada Transito)
1 Autocarro
1 Camião TIR
 

Figueiredo

Active Member
#12
"...A terceira edição do Passeio a Fátima de bicicleta teve lugar no dia 21 de Maio. Este ano contámos com a participação de 50 pessoas, que partiram das instalações da Junta de Freguesia por volta das 8h30, cheias de animação e energia. À sua espera estava um percurso de 138 km, com algumas paragens pelo caminho para abastecimento, e o almoço em Santarém, sensivelmente a meio do percurso. A chegada ao Santuário de Fátima foi às 19h00 e no final a organização foi muito elogiada pelos participantes, uma vez que lhes foram garantidas todas as condições – assistência, almoço, viagem de regresso em autocarro, transporte das bicicletas , seguro, e tiveram ainda direito a tomar um duche e a uma refeição no final da viagem..."

Fonte: http://www.jf-sdomingosbenfica.pt/i...ima-de-bicicleta&catid=25:destaques&Itemid=10