UCI WorldTour & ProSeries 2023

{the_crow}

Well-Known Member
U9eRkmU5DKLJ7mWNRyYHYk.jpg


Percurso feminino apresentado...
Quem tiver com ideias de ir para a geral , as 2 ultimas etapas sao fundamentais.... se bem que a chegada da etapa 2 pode dar para mexidas.. e o final da 4 ( sobe e desce nos ultimos 30km ) tambem...
 

qwerAC

Well-Known Member
Que treta de percurso. Das piores porcarias que já vi. 22 km de TT??? Ainda por cima os 2 candidatos são excelentes contra relogistas
 

jpacheco

Well-Known Member
@qwerAC acho que não leste que era o percurso para as Femmes :D Não vejo maldade nenhuma no percurso, porque independentemente do percurso já se sabe quem ganha :cool:
 

jpacheco

Well-Known Member
Pior ainda são as 8 etapas planas. É de dar um tiro na cabeça

Só contei 6 etapas planas. E nem todas as etapas têm ainda o perfil completo, pelo menos eu não vi em lado nenhum. 3 semanas, 21 etapas, parece-me razoável ter 6 planas para os velocistas. O que não me parece razoavel é a quantidade reduzida de km de CR. Muito fraco. 22km e grande parte deles em subida.
 

TiagoLopes

Well-Known Member
Que treta de percurso. Das piores porcarias que já vi. 22 km de TT??? Ainda por cima os 2 candidatos são excelentes contra relogistas
O numero mais baixo de ITT KM desde..... sempre.

Edit: Quer dizer, nao é tecnicamente verdade, já que antes de serem introduzidos o numero era 0 :p
 

gfrmartins

Well-Known Member
A malta desliga é nas etapas de 230kms sem acontecer nada dia após dia.

E cada vez são mais dessas, devem ser etapas só para trazer dinheiro para a organização porque passa em muitas cidades, porque interesse ou trazerem alguma coisa para a corrida nada
 

gfrmartins

Well-Known Member
Antigamente estas etapas poderiam fazer sentido porque os ciclistas não tinham condições, não tinham treino e eram nestas equipas longas dia após dia que iam gastando energias e nem todos aguentavam, mas agora?

Agora não são estas etapas que desgastam ninguem, o que desgasta são etapas de 100/130 klms mas feitas a bom ritmo, com ataques e contra ataques, etc

Não são etapas longas de 260kms em que 240 são feitos a ritmo lento que fazem diferença nenhuma além de retirar qualquer interesse que existisse.

Estas provas que não se reinventem não, e continuem a fazer percursos como se faziam à 50 anos, preocupados com a altura das meias e cores dos equipamentos, etc que vão ver
 

Carvalhon

Well-Known Member
O desânimo sobre o percurso parece geral. Até as etapas de montanha parecem poucas. E impacto no giro? Será que alguns tubarões vão preferir o giro?

No lado oposto, o Simon Yates, parece que já disse que estava fora do Giro. E malta como Hindley, Landa, Bardet, vão por certo apostar no Tour e não no giro.
 
Top