Qual o perfil da Vossas Rodas?

bullspot

Well-Known Member
#22
Tenho uma simples bicicleta de alumínio (1000€) e como apanho zonas com alguma humidade a descer é um perigo e tenho de passar para discos "obrigatoriamente". Para já quero esmifrar este material ao máximo para justificar uma nova, tem 3 anos com cerca de 15k km. A ideia inicial era aos 5 anos com 30k no lombo migrar para o carbono e discos, mas como isto esta não sei não. Andava a namorar uma canyon mas no espaço de um ano aumentou mais de 600€ :eek:
Mas é um perigo porque não trava o suficiente ou é um perigo porque escorrega? É que se for a segunda hipótese, os travões de disco não vão resolver, pode até ser necessário maior cuidado por bloquearem com mais facilidade.
A maior vantagem dos discos é não perderem eficiência de travagem sob chuva, tirando isso o travão de calço é mais do que suficiente (pelo menos dos que tenho usado nunca senti falta de poder de travagem).
 

NULL

Moderador
Staff member
#23
Eu utilizo umas roda de carbono com 64mm de perfil. A rolar são tipo um foguete, a subir não comprometem nada e são bastante rígidas. Como ponto negativo temos o descer a serra quando está muito vento… acabam por ser um pouco perigosas. Talvez menos ágeis a curvar do que rodas com menos perfil…
 
#25
Rodas de perfil maior só tenho/tive em carbono para disco.
Já tive 50mm, tenho 38mm (rodas de reserva) e as que uso quase exclusivamente são 51mm frente / 60mm atrás (Roval Rapide). Rolam bem, sobem bem e são mais estáveis em condições ventosas que as de 50mm. Neste momento, não considerava trocar por outras.
 

Negoci8er

Well-Known Member
#26
Fulcrum Racing 4, 35 mm de perfil. Rodas muito resistentes, rolam muito bem. Como ponto negativo apenas os rolamentos subdimensionados.
Também tenho essas e estou contente com elas. Com cerca de 5000 km ainda continuam como novas.
Já levaram muita pancada (buracos / irregularidades da estrada) e continuam impecáveis.
Também as acho resistentes e rígidas.
O peso não compromete, embora podia ser melhor (1690g para perfil 35mm)
Uma dúvida, porque consideras os rolamentos subdimensionados?
 

petrix

Well-Known Member
#27
Eu já tive umas Rothar de 55mm e eram dificeis de controlar com o vento, agora tenho as DT swiss 47mm e não têm nada a ver, rolam melhor e mesmo em condições ventosas não tenho problemas...
Acho que devido ao formato do perfil das DT Swiss ser mais arredondado o comportamento é bem melhor, ou seja às vezes ter a mesma altura de perfil não quer dizer que tenham o mesmo comportamento.
 
#28
Eu já tive umas Rothar de 55mm e eram dificeis de controlar com o vento, agora tenho as DT swiss 47mm e não têm nada a ver, rolam melhor e mesmo em condições ventosas não tenho problemas...
Acho que devido ao formato do perfil das DT Swiss ser mais arredondado o comportamento é bem melhor, ou seja às vezes ter a mesma altura de perfil não quer dizer que tenham o mesmo comportamento.
Claramente o design influencia e muito, olhar apenas para a profundidade do aro é demasiado redutor. Como disse acima, as rodas que tenho atualmente são as que têm mais perfil e são as mais estáveis em condições ventosas. E aqui, as grandes marcas levam alguma vantagem porque investem no desenvolvimento e inovação.

Já no que diz respeito à rigidez, e descartando os casos em que ela é manifestamente insuficiente, vê-se muito a tentação em procurar rodas o mais "rijas" possível quando por vezes isso pode levar a perda de performance. Eu já experimentei rodas de amigos com montagens demasiado "rijas" (para mim) e não gostei. Não peso muito, algumas das estradas em que passo o piso não é brilhante, prefiro algo com um pouco mais de "compliance".
 

cou7inho

Well-Known Member
#31
Diria que actualmente já não faz sentido comprar rodas de carbono para bicicletas com travões convencionais.
Eu tenho essa vontade porque não estou a pensar trocar a minha bicicleta nos próximos 4 ou 5 anos
Quando comprar outra, seja la quando isso for, não ou vender a que tenho
por isso no fundo acho que acaba por não ser “deitar dinheiro fora”
Agora para quem quer trocar de bicicleta em breve acho que não faz sentido comprar rodas em carbono nem rodas nem rodas caras em alumínio. É bem melhor gastar esse dinheiro numas boas rodas para discos. Ao menos aí não há preocupações de aquecimento e outros problemas do rim brake
 

Reis

Well-Known Member
#32
Quando abri o tópico era para termos uma ideia geral do que o pessoal usa, acho uma informação importante. Até
era interessante ter uma espécie de um gráfico onde se visse as votações.

Reparo quem usa perfil mais baixo geralmente é porque foram essas rodas que vieram com a bicicleta, que é o meu caso. Claro
que por norma são mais baratas e por isso as marcas não inflacionam os preços á custa das rodas.

Reparo também que quem mudou para um perfil alto (50 ou mais) raramente volta atrás, mesmo que elas comprometam mais a subir (é o que leio, não o que sei).
 
#33
Reparo quem usa perfil mais baixo geralmente é porque foram essas rodas que vieram com a bicicleta, que é o meu caso. Claro
que por norma são mais baratas e por isso as marcas não inflacionam os preços á custa das rodas.

Reparo também que quem mudou para um perfil alto (50 ou mais) raramente volta atrás, mesmo que elas comprometam mais a subir (é o que leio, não o que sei).
Não, não é assim, eu comprei Fulcrum 3

Quanto ao voltar a trás, não vejo o porquê de voltar atrás, a grande maioria dos que eu conheço foi porque fica porreiro, logo não tem cabimento voltar atrás, também não são muitos os que andam a velocidades que tiram proveito dos altos perfis, descer serras a sério também não há assim tantos, logo uma fatia é por uma questão de gosto



Sim já esperimentei, não muitas, não gostei da sensação da roda da frente e não me aquece nem arrefece o tamanho do perfil, em algumas bicicletas fica engraçado, mas é o tipo de bicicleta que não me cativa

Sempre gostei mais de bicicletas de tubagem fina, escoras nos sítios delas e outro pormenores
 

bullspot

Well-Known Member
#37
Reparo também que quem mudou para um perfil alto (50 ou mais) raramente volta atrás, mesmo que elas comprometam mais a subir (é o que leio, não o que sei).
Normalmente quem mudou para perfil de 50 ou mais também largou uma boa nota pelas rodas e não vai andar para trás assim de qualquer maneira. Em todo o caso, penso que também depende muito do tipo de terreno onde se anda. Quem faz mais planície e rola a velocidades mais altas, certamente que pode beneficiar de um perfil mais alto. Quem anda em terrenos mais desnivelados, compensa mais umas rodas de baixo perfil, normalmente mais leves e com melhor aceleração.
 

Reis

Well-Known Member
#38
Normalmente quem mudou para perfil de 50 ou mais também largou uma boa nota pelas rodas e não vai andar para trás assim de qualquer maneira. Em todo o caso, penso que também depende muito do tipo de terreno onde se anda. Quem faz mais planície e rola a velocidades mais altas, certamente que pode beneficiar de um perfil mais alto. Quem anda em terrenos mais desnivelados, compensa mais umas rodas de baixo perfil, normalmente mais leves e com melhor aceleração.
Sim, claro. Deve haver de tudo, quem não queira regressar a um perfil mais condizente aos percursos que faz simplesmente porque gosta do look e tb quem não possa estar a fazer experiência pelo custo do mesmo.
 
#39
Normalmente quem mudou para perfil de 50 ou mais também largou uma boa nota pelas rodas e não vai andar para trás assim de qualquer maneira. Em todo o caso, penso que também depende muito do tipo de terreno onde se anda. Quem faz mais planície e rola a velocidades mais altas, certamente que pode beneficiar de um perfil mais alto. Quem anda em terrenos mais desnivelados, compensa mais umas rodas de baixo perfil, normalmente mais leves e com melhor aceleração.
A questão da aceleração/peso é algo enganadora - a esmagadora maioria de nós não é nível Pro / World Tour e não tem necessidade nem capacidade de ir ali aos ataques/repelões em subidas (e muito menos nas mais acentuadas). Andamos quase sempre em ritmo constante nas subidas e aí a diferença de peso não é muito relevante. E como o que sobe também desce e há muito plano para se fazer entre as subidas e as descidas, só vejo vantagens numas boas rodas com um perfil entre os 30mm e 50mm.
 

bullspot

Well-Known Member
#40
A questão da aceleração/peso é algo enganadora - a esmagadora maioria de nós não é nível Pro / World Tour e não tem necessidade nem capacidade de ir ali aos ataques/repelões em subidas (e muito menos nas mais acentuadas). Andamos quase sempre em ritmo constante nas subidas e aí a diferença de peso não é muito relevante. E como o que sobe também desce e há muito plano para se fazer entre as subidas e as descidas, só vejo vantagens numas boas rodas com um perfil entre os 30mm e 50mm.
A aceleração não se faz sentir só nas subidas, onde eu noto mais é precisamente em plano pelas mesmas razões que apontas (em subida não tenho pernas para isso).
Além disso os perfis altos têm o problema dos ventos laterais que, dependendo do quadro, podem ser um factor determinante de instabilidade. Das únicas vezes que andei com rodas de perfil 35 e com o vento forte da costa oeste, sentia bem a necessidade de ir sempre a corrigir a direcção. Não fiquei muito confortável com a ideia de me acontecer o mesmo a fazer uma descida a 50 ou 60 Km/h...