Paris - Nice 2020 ( 8-15 Março )

Bruso

Well-Known Member
#2
Cheira me que a prova não vai acabar. Vai ser estilo UAE tour

Mas tendo em conta as equipas que não vão participar, o Quintana é o meu favorito a ganhar se a prova chegar ao fim.
 

{the_crow}

Well-Known Member
#4
A primeira etapa tem um finalzinho malandro.. 1 subida de 1,5km a 6,5% e com empedrado nos últimos que termina a pouco menos de 5km.. Pode ser interessante
 

{the_crow}

Well-Known Member
#8
Barguil desclassificado por drafting após queda.

Bardet também caiu e perdeu quase 3min.

Alaphilipe a ser Alaphillipe e atacou a 35kms.
acho que chegar com quase 15min de atraso e uma queda em cima dos ossos ja era penalização suficiente... enfim.. regras sao regras.. mas as x ha que fechar os olhos.... mais uma vez olha-se a numeros em vez de se olhar ao homem... :rolleyes:
 

Bruso

Well-Known Member
#9
acho que chegar com quase 15min de atraso e uma queda em cima dos ossos ja era penalização suficiente... enfim.. regras sao regras.. mas as x ha que fechar os olhos.... mais uma vez olha-se a numeros em vez de se olhar ao homem... :rolleyes:
Principalmente quando se fala numa queda longe da meta (Não sei a distância exata)
 

{the_crow}

Well-Known Member
#13
Realmente parece que cada vez mais se nota a influencia que o vento ( que falando aqui da minha area geografica que é setubal, me parece ser cada vez mais intenso ) faz grandes diferenças! mais uma etapa completamente caótica! E grande vitoria do Nizzolo que tb parece que este ano renuvesceu...( vamos lá é ver se a agua que anda a beber nao esta estragada! ) o outro vencedor grande vencedor é o schacmann que ve aumentar a vantagem que tem para os puros trepadores... o unico que fica a "porta" é o nibali.. mas mesmo assim... ja tem quase 30 segundos de atraso...
 

Bruso

Well-Known Member
#14
Etapa que supostamente era apenas para o sprint final e acaba por ser isto
- Quintana e Júlio perderam 1'30''
- Pinot, Bardet perdem 20''
- Nibali e Higuita foram os únicos candidatos a não perder tempo para Schachmann.

Israel chegou com bastantes homens à parte final da etapa. Mostrar que a tática de contratar 400 sprinters pode resultar.

O Nizzolo e a NTT estão a ter um início de época de sonho.