Le Tour de France 2020

Bernalve

Well-Known Member
O Pogacar a subir deve ter feito mais que os 430W. E a rolar, sendo mais leve também, para igualar a velocidade do Dumoulin pode fazer uns watts a menos. Não é assim tão linear.
 

jocarreira

Well-Known Member
O Dumoulin usou a bike de TT até ao fim não foi? Numa subida daquelas ainda terá uma diferença de peso "considerável" para o limite mínimo UCI 6.8 kg que deve ser quanto pesava a bike que o Pogacar usou na subida.
 

NULL

Moderador
Staff member
O Pogacar a subir deve ter feito mais que os 430W. E a rolar, sendo mais leve também, para igualar a velocidade do Dumoulin pode fazer uns watts a menos. Não é assim tão linear.

A rolar é praticamente igual... as diferenças não têm nada a ver com o que acontece a subir...
 

Bernalve

Well-Known Member
A rolar é praticamente igual... as diferenças não têm nada a ver com o que acontece a subir...

Já andei a ver isso com atenção e um ciclista mais leve mesmo a rolar, não precisa de igualar os mesmo Watts sem perder muito. Há sempre alí diferenças de 5 a 20W que um ciclista mais leve não precisa de fazer para andar a uma velocidade semelhante, e que depois numa subida joga muito a favor. Acredito que com os 440W do Dumoulin, o Pogacar a pesar menos 5 quilos, fez alí entre os 420 e 430W. Sendo que o percurso do CR não era completamente plano. Onde o Dumoulin ganhou mais tempo foi no 1º intermédio. Depois no falso plano e com a descida o Pogacar recuperou esses segundos. Na subida nada a dizer.

Vês aqui, foi onde já perdi algum do meu tempo a simular velocidades:

https://www.gribble.org/cycling/power_v_speed.html

https://www.tissottiming.com/2020/tdf/pt-pt/default/Stage/20/Live
 

NULL

Moderador
Staff member
Já andei a ver isso com atenção e um ciclista mais leve mesmo a rolar, não precisa de igualar os mesmo Watts sem perder muito. Há sempre alí diferenças de 5 a 20W que um ciclista mais leve não precisa de fazer para andar a uma velocidade semelhante, e que depois numa subida joga muito a favor. Acredito que com os 440W do Dumoulin, o Pogacar a pesar menos 5 quilos, fez alí entre os 420 e 430W. Sendo que o percurso do CR não era completamente plano. Onde o Dumoulin ganhou mais tempo foi no 1º intermédio. Depois no falso plano e com a descida o Pogacar recuperou esses segundos. Na subida nada a dizer.

Vês aqui, foi onde já perdi algum do meu tempo a simular velocidades:

https://www.gribble.org/cycling/power_v_speed.html

https://www.tissottiming.com/2020/tdf/pt-pt/default/Stage/20/Live

Amanhã vou ver com calma os links que enviaste.

Ainda relativamente à parte plana, tens ideia do que é um corpo se 65kg fazer durante 40’ entre 420/430w e depois desse esforço espetar 430w na subida? Nossa... é uma prestação estratosférica. Se fosse um mundial, onde fazes uma preparação específica, um taper, e entras fresquinho, a top... mas ali não, estamos a falar do final da terceira semana do Tour. Resumidamente, foi uma prestação assustadora!
 

mariosimas

Well-Known Member
E fazer os 440w nos 40´ iniciais com menos 5kg? ;)

e fazer menos 1m21s que o Dumoulin ?

Para ser mais preciso até ao inicio da subida o Pogi e o Dumo tinham o mesmo tempo.

O Pogi fez menos 1m21s na subida que o Dumo

No plano entra o fator aerodinamico. em algumas imagens do Pogi via-se bem que houve trabalho no tunel de vento. a superficie frontal estava muito bem otimizada, nem levantava a cabeça para ver.
 

NULL

Moderador
Staff member
e fazer menos 1m21s que o Dumoulin ?

Para ser mais preciso até ao inicio da subida o Pogi e o Dumo tinham o mesmo tempo.

O Pogi fez menos 1m21s na subida que o Dumo

No plano entra o fator aerodinamico. em algumas imagens do Pogi via-se bem que houve trabalho no tunel de vento. a superficie frontal estava muito bem otimizada, nem levantava a cabeça para ver.

Lá está! É precisamente isso que eu digo, com menos 5kg fez, mais coisa menos coisa, a potência absoluta feita pelo Dumoulin na parte plana (40’). Acham normal?!
 

Carolina

Well-Known Member
Houve uns 10 ciclistas mais rápidos que o dumoulin na subida. O Porte fez menos um minuto, o van aert menos 40 segundos.

Os 430w que ele refere se calhar eram o objectivo, não a realidade...
 

resistance

Active Member
French police searched the room of Nairo Quintana and his teammates during final week of the the Tour de France, according to reports in Le Journal du Dimanche and l’Equipe.

The leader of the Arkea-Samsic saw his room being searched by the gendarmes of Central Office for the Fight Against Attacks on the Environment and Public Health (OCLAESP) on Wednesday (September 16).




Nairo, his brother Dayer and Winner Anacona, were chosen for a control of belongings, although the reason is still unknown. The masseurs, as well as the cars of the Arkea-Smsic and the bus of the squad were also searched.

The search was carried out without the French anti-doping authorities being consulted., reports suggesting it was part of a “preliminary investigation”.

Nairo Quintana crashed in the opening stage of the Tour, and crashed again in stage 13, falling out of contention for the overall. He finished the 2020 Tour de France in 17th overall, more than one hour behind winner Tadej Pogacar.


According to Corriere the investigation going on in France is on Nairo Quintana. After Stage 17 OCLAES found some health products and drugs in his personal products, plus a 100ml vial (suspected to be used as blood thinner) Both Quintana brothers were listened.


Se é verdade, deviam pedir o dinheiro de volta :p:D
 

NULL

Moderador
Staff member
Já andei a ver isso com atenção e um ciclista mais leve mesmo a rolar, não precisa de igualar os mesmo Watts sem perder muito. Há sempre alí diferenças de 5 a 20W que um ciclista mais leve não precisa de fazer para andar a uma velocidade semelhante, e que depois numa subida joga muito a favor. Acredito que com os 440W do Dumoulin, o Pogacar a pesar menos 5 quilos, fez alí entre os 420 e 430W. Sendo que o percurso do CR não era completamente plano. Onde o Dumoulin ganhou mais tempo foi no 1º intermédio. Depois no falso plano e com a descida o Pogacar recuperou esses segundos. Na subida nada a dizer.

Vês aqui, foi onde já perdi algum do meu tempo a simular velocidades:

https://www.gribble.org/cycling/power_v_speed.html

https://www.tissottiming.com/2020/tdf/pt-pt/default/Stage/20/Live

Bom dia!

Estive a fazer umas simulações e os resultados vão de encontro ao que tinha como assumido.

A rolar em plano dois ciclistas com uma diferença de 5kg de peso tem que fazer, de grosso modo, a mesma potência absoluta para irem à mesma velocidade.

Simulação rolar 0% de gradiente:

65kg - 45km/h - 436w
70kg - 45km/h - 439w

Estamos a falar de uma diferença inferior a 1%.

Se for a descer com 3% de inclinação:

65kg - 45km/h - 164w
70kg - 45km/h - 148w

Aqui já estamos a falar numa vantagem do atleta mais pesado.

Alguém tem uma tabela onde tenha os tempos parciais à entrada da subida no ITT do Tour?
 

Bernalve

Well-Known Member
Sim é uma simulação que vale o que vale, e acho que este site até vale bastante. Também temos de ter atenção ao facto do Pogacar ser mais pequeno, magro e mais aerodinâmico, ia mesmo numa posição muito baixa. Mas faz sentido o Dumoulin estar a ganhar no 1º intermédio 5 segundos onde o percurso era mais plano, se estava a fazer um pouco mais de power. Mas é quase irrelevante com a subida que faltava.
A descida tinha algumas curvas, acho que o Pogacar tirou mais vantagem, parece ter mais técnica que o Dumoulin.
Continuo achar que o Pogacar fez mais que 430W na subida. Ele subiu mesmo muito rápido, deve ter feito uma média de 450W. Um trepador a subir consegue fazer mais watts a rolar. Eu mesmo faço :p

Acho que o que estás a pedir está aqui:
https://www.tissottiming.com/2020/tdf/pt-pt/default/Stage/20/Live
 
Top