BB30 vs Italian BB vs Shimano Press Fit

Boa noite,

Como a minha bicicleta de estrada já tens uns anitos, e estou ganhando cada vez mais o gosto por volta a fazer uns quilometros, coloquei a minha bicicleta à venda com o intuito de a trocar por outra mais recente e com melhor performance. A partir do momento em que comecei a pesquisar surgiram-me imensas dúvidas, ás quais os vendedores nem sempre respondem com coerencia pois interessa-lhes vender o que representam e dizem ser sempre o melhor. A minha dúvida é a seguinte: vi três marcas diferentes, com três designações diferentes: a Merida Reacto com pedaleiro Rotor disseram-me que era BB30 e que este era de longe o melhor sistema; na loja da Pinarello disseram que era Italian BB e que era superior ao BB30, numa loja com Specialized disseram-me que o pedaleiro TURN Zayante by Praxis Works é superior aos anteriores, e por fim para balharar mais as contas no site da Canyon falam em Shimano Press Fit. A escolha da bicicleta é por si só uma escolha complicada, depois somando todas as minhas dúvidas estou cada vez mais confuso.

Alguém me pode ajudar, agradecia muito.

Cumprimentos.
 
Boa noite,

Como a minha bicicleta de estrada já tens uns anitos, e estou ganhando cada vez mais o gosto por volta a fazer uns quilometros, coloquei a minha bicicleta à venda com o intuito de a trocar por outra mais recente e com melhor performance. A partir do momento em que comecei a pesquisar surgiram-me imensas dúvidas, ás quais os vendedores nem sempre respondem com coerencia pois interessa-lhes vender o que representam e dizem ser sempre o melhor. A minha dúvida é a seguinte: vi três marcas diferentes, com três designações diferentes: a Merida Reacto com pedaleiro Rotor disseram-me que era BB30 e que este era de longe o melhor sistema; na loja da Pinarello disseram que era Italian BB e que era superior ao BB30, numa loja com Specialized disseram-me que o pedaleiro TURN Zayante by Praxis Works é superior aos anteriores, e por fim para balharar mais as contas no site da Canyon falam em Shimano Press Fit. A escolha da bicicleta é por si só uma escolha complicada, depois somando todas as minhas dúvidas estou cada vez mais confuso.

Alguém me pode ajudar, agradecia muito.

Cumprimentos.


Boas,
sim é verdade é um caos de standards:)

Há duas grande familias fondamentalmente....os BB (bottom brackets ) com rosca de tipo italiano e o BSA inglés que alojam os rolamentos no exterior da caixa (BB) e os novos Press Fit tipo o BB30 ou o BB86 da Shimano que alojam os rolamentos no interior da caixa e não têm rosca onde o rolamento é forçado no BB.

Os italianos são 70mm de largura e apertam sempre no sentido horario nos dois lados....68/73mm o BSA com aperto horario/anti-horario:).

Mais info aquí:

https://en.wikipedia.org/wiki/Bottom_bracket

http://problemsolversbike.com/files/tech/Bottom_Bracket_Standards_Reference.pdf

http://www.parktool.com/blog/repair-help/bottom-bracket-standards-1#article-section-5

Personalmente eu prefero o sistema Italiano ou o BSA os dois com rolamentos externos sobretudo pela facil manutenção!! Já tenho lido criticas a respeito do bb30....gosta cantar!:)....

ciao

Fabrizio
 

Jocas22

Member
O "melhor" pra mim e isto é subjectivo é pressfit sem rolamentos externos.
Por partes
BB30 na minha opiniao é pior de todos, a probabilidades de dar problemas é muito maior que em qualquer outro tipo de BB, basicamente tens os rolamentos inseridos directamente no quadro, depois na pratica nem sempre ficam fixos como deviam e depois surgem os barulhos irritantes. Geralmente resolve-se com loctite. Mas é onde consegues a maior reducao de peso.

BSA, tens os rolamentos externos que significa que vais ter uma pedalada mais afastada do quadro, menos eficiente, o problema do q-factor. O movimento é enroscado no quadro. Geralmente o mais pesado.

Pressfit pra mim é o melhor que já utilizei, pode dar problemas mas é muitíssimo raro em comparação com o BB30. O movimento é encaixado á pressão e os rolamentos ficam dentro do mesmo e dentro do quadro.

Se disse alguma barbaridade alguem que corrija.
 

pratoni

Well-Known Member
Mas o BB30 acho que também é metido à pressão, as diferenças para os outros press fits são apenas os tamanhos dos eixos e rolamentos... O conceito é igual em tudo o resto...

Eu prefiro BSA/ITA pq aí eu consigo fazer a manutenção em casa e supostamente tem menor propensão a ruídos parasitas...
 

DMA

Well-Known Member
Como em quase tudo na vida, há vantagens e desvantagens.
Há que entender o "porque" de cada um dos sistemas, para entender as virtudes e defeitos.

O BB de rosca colocado externamente, serviu para colocar os rolamentos fora da zona BB do quadro. Estando os rolamentos fora, podem ter maior diâmetro interno e externo. Logo o eixo do pedaleiro pode aumentar de diâmetro. Passou de algo perto dos 17 mm para os 24 mm dum Shimano (entre outros; o GXP salvo erro tem 22mm num lado e 24 no outro).

Com o BB30 a Cannondale criou um novo padrão "aberto" a que qualquer marca poderia aderir sem qualquer constrangimento. O eixo do pedaleiro passou a ter 30 mm. Isso deu maior rigidez ao eixo, permitindo que resistir melhor a flexão. E permitiu o uso de eixos em alumínio (menos peso). Aqui o rolamento fica dentro da zona BB do quadro. Para acomodar um rolamento com maior diâmetro essa zona do quadro teve que expandir em diâmetro passando a 46 mm de diâmetro. Esse maior diâmetro deu uma maior área, permitindo acoplar tubos de maiores dimensões. Logo há o potencial para os engenheiros criarem soluções com maior rigidez.
Mas como o rolamento é colocado "à pressão", se as tolerâncias não forem rigorosas o rolamento pode movimentar-se, aparecendo ruídos.

O PF30 mantem pedaleiros com eixo de 30 mm. O quadro possui 42 mm de diâmetro na zona do BB. O rolamento não é colocado "nu" como no BB30. O rolamento esta inserido num "copo" e esse é que é inserido à pressão no quadro.
Tanto no BB30, como no PF30 a maioria dos quadros possui 68 ou 73 mm de largura na zona do BB, conforme seja de estrada ou BTT respectivamente. Recentemente a Cannondale lançou o BB30a para bikes de estrada, em que passou a ter também 73 mm (penso que a CAAD 12 já tem esse BB).

Com o BB86/90/92/95 manteve-se os 24 mm no eixo do pedaleiro. Mas a largura da zona do BB aumentou. O diâmetro interno passou para 41mm. Os rolamentos estão num "copo" (tal como no PF30) e são inseridos à pressão no quadro. Exceção para os BB90/95 da Trek em que os rolamentos estão "à nu".
O aumento da largura lateral permitiu aumentar a rigidez dos quadros e principalmente permitiu aumentar o espaço entre as escoras (montar pneus maiores, escoa melhor a lama, permite escoras traseiras mais curtas). É um factor muito importante para BTT e Ciclocross.

Existe ainda o Standard da Cervelo e o PF 386 (casa a largura extra do PF86, com o diâmetro de 30 mm do PF30).

Logo em teoria os sistemas em que o rolamento está dentro do quadro permitiram às marcas optimizar os quadros na direcção que acharam mais convenientes. O problema é que as interfaces em que os rolamentos ou os copos entram à pressão por vezes permitem que os mesmos "dancem" e movam-se. Logo temos ruídos. E um rolamento que move-se verá forças aplicadas duma forma a que não foi projectado. Logo os rolamentos podem ir à vida mais rapidamente. E o movimento constante dentro do quadro pode acabar por erodir essa zona do quadro. Numa situação extrema poderá inutilizar o quadro. Numa menos extrema, só com compostos a servirem de "cola" é que se consegue uma solução funcional.
Mas para os fabricantes de quadros é mais barato e permite retirar peso aos quadros.

Os com rolamentos externos ao quadro e roscados, são uma solução mais robusta (em termos de casamento das interfaces), de manutenção mais simples e menos propensa a problemas.
 

edununo

Well-Known Member
Trocaste o pressfit 30 com o bb30.
O bb30 é que tem 42mm de diâmetro na zona do pedaleiro. Aliás são 41.96mm com uma tolerância de 0.025mm
O pressfit 30 é que tem 46mm.
A vantagem do pressfit 30 é ter os rolamentos (6806 em ambos) mais protegidos por estarem dentro de copos de nylon e ter margens maiores de tolerância na caixa do pedaleiro. A tolerância passou de 0.025 mm para 0.05mm. É mais barato produzir um quadro Pressfit 30 do que bb30 puro.
 

Jocas22

Member
@pratoni,

verdade que os rolamentos tambem se metem á pressao no BB30, verdade que me expliquei mal. Mas o facto de ser o rolamento a entrar directamente no quadro e nao o movimento que nos pressfit envolve o rolamento faz toda a diferença, na maneira como as forças se exercem e na maneira como a face exterior do rolamento que é de metal se relaciona com o quadro ao inves do pressfit onde a superficie do movimento que se relaciona com o quadro é de plastico.
Numa superficie de plastico é mais facil adaptares o movimento ao espaço do quadro que numa de metal. Nao sei se me fiz explicar. Mas de qualquer maneira ja tocaram neste assunto nos comentarios a seguir.
 

edununo

Well-Known Member
O sistema que mais gosto é o Ultra-Torque da Campagnolo.
Os rolamentos estão sempre no cranks e não no quadro.
cpultra_912w.jpg


A junção de ambos os cranks e feita através de uma união Hirth e presa por 1 parafuso.

maxresdefault.jpg

hirth%2Bjoint.jpg

Os rolamentos são sempre os mesmos.
Tenho um quadro bsa compro copos bsa e é só montar.
Tenho quadro ita é comprar copos ita.
Tenho quadro pressfit BB86, é comprar os copos BB86.
Tenho quadro bb30, pressfit 30, BB90 etc e tal, é comprar os copos correctos.
Os rolamentos esses são sempre os mesmos.
 
O sistema que mais gosto é o Ultra-Torque da Campagnolo.
Os rolamentos estão sempre no cranks e não no quadro.
cpultra_912w.jpg


A junção de ambos os cranks e feita através de uma união Hirth e presa por 1 parafuso.

maxresdefault.jpg

hirth%2Bjoint.jpg

Os rolamentos são sempre os mesmos.
Tenho um quadro bsa compro copos bsa e é só montar.
Tenho quadro ita é comprar copos ita.
Tenho quadro pressfit BB86, é comprar os copos BB86.
Tenho quadro bb30, pressfit 30, BB90 etc e tal, é comprar os copos correctos.
Os rolamentos esses são sempre os mesmos.


Boa tarde Edununo,

estamos na mesma onda em relação a gostos:)... eu tinha o Ultratorque na minha "antiga" Pina FP3 com o Veloce...na epoca o Veloce montava pedaliera UT..hoje o UT é só para grupos superiores ( espertinhos).
Acho um sistema simple e muito eficaz...

Para vossa informação aquí a compatibilitade do UT com os varios Bottom Bracket:

http://www.campagnolo.com/media/fil...tom bracket cup - Campagnolo__Rev01_02_15.pdf

sim para mudar os rolamentos é necessario um comun extrator , nada de especial, se lembro bem não chegou a 15 euros.

ciao
 

edununo

Well-Known Member
É isso. Agora só os Grupos Chorus, Record e Super Record é que usam o Ultra-Torque.
Eu ainda tive um grupo Athena de 2010 que também era Ultra-Torque. O seguinte já era Power-torque.
 

thebuny

New Member
O ultra torque é sem dúvida um excelente sistema. A troca de copos é relativamente barata e os rolamentos normais não são em demasia caros, os cerâmicos já custam bem mais. O único problema associado é que o binário deve ser garantido naquele parafuso central pois a menos ou a mais pode partir o parafuso e os dentes da ligação.
 

cou7inho

Well-Known Member
Vamos lá tirar o pó a este tópico (acho que não vale a pena abrir um novo)

A minha SuperSix Evo há cerca de 4 meses andava com um barulho bastante irritante e então levei-a ao mecânico onde me foi dito que estava com folga no movimento central. Lá foi arranjado e ficou um brinquinho. Mas nas ultimas voltas tenho tido novamente a companhia de um barulhinho. Quando pedalo com mais força, principalmente em pé, lá vêm os estalinhos. Este video mostra relativamente bem o tipo de barulho:
Pelo que pesquisei as queixas sobre este sistema nas Cannondale's dá cabo da cabeça aos utilizadores (não fazia ideia que havia tantas queixas sobre estes barulhos nas Cannondale's).
Ora bem... Com tudo isto provavelmente devo levar a bicicleta ao médico outra vez mas gostava de saber se alguém por aqui tem / já teve este problema e se sabe como resolver isto durante um período de tempo longo. É que fazer revisões a cada 500km não é propriamente agradável para a carteira e para o psicológico só de pensar que lá vêm os barulhos outra vez. Já li por aqui e por uns fóruns ingleses sobre o uso de Loctite para resolver isto. Desculpem se disse algum disparate mas este tipo de componentes não é algo que perceba muito.

Ps: Sabem-me dizer se a causa destes barulhos pode causar algum dano no quadro?
 

joseruivo

Well-Known Member
Fui com ela ao médico. Primeira volta depois do tratamento e 40% dos estalos já lá estavam e estão

A minha Canondale Synapse faz os mesmos barulhos irritantes! O teu médico fez-lhe o quê? Estou a pensar a sugerir ao meu o uso de loctite... Vou lá na 2ª-f. Preferia não ter de trocar de pedaleiro (para sistema BSA) :mad:
Ainda ninguém arranjou maneira de por um pressfit num quadro BB30? Eu sei que o diamêtro do pressfit é mais largo, mas seria tão bom que desse!
 

cou7inho

Well-Known Member
O mecânico onde fui que supostamente deve perceber destes problemas da Cannondale (supostamente ) disse que chegou uma cola la no movimento central penso. Eu bem lhe perguntei “para quantos km e que isto se aguenta sem fazer barulho “ ao que ele me diz “ tem de se fazer uma revisão de vez em quando “. Bem. Se a meio da primeira volta já está assim ..... morro de nervos com estes barulhos
 
Top