Vuelta 2014

jpacheco

Well-Known Member
temos vuelta..para quem apregoava que estava entregue..o melhor é esperar pela 3ª semana :D

o froome dá ideia que está a ir ao seu ritmo certinho sem grandes esticões a espera de melhor forma. Possivelmente etapa 16.... se tiver bem para atacar.
 

Bruso

Well-Known Member
Pelo que vi hoje não tenho grandes esperanças no Froome. Ele é aquele ciclista que se nota logo quando não está bem. Ele hoje se tivesse bem, tinha dado uns 3 ou 4 esticões naquele pelotão. Não acredito que consiga melhorar tanto ao ponto de ganhar tanto tempo para os mais diretos rivais.

Aru fez o mesmo que fez no Giro. Começou a competição nas calmas perdendo tempo e quando começa a montanha e como tem liberdade pelo tempo perdido ataca e cola-se novamente aos homens da frente. Já no Montecampione fez isto!

André Cardoso está bem na luta pelo top-20. Hoje chegou a 2:30 do Aru.
 
"Benjamim Carvalho

O bluff de CONTADOR?...no EUROSPORT...
Assisti hoje, assisto quando posso, á transmissão da etapa da Vuelta animadamente e popularmente comentada pela equipa habitual de comentadores a qual felicito pela forma simples, o ciclismo é simples, com que o fazem…
O tema do dia foi a saga BLUFF de CONTADOR…provocado pela queda e desistência no TOUR.
A polémica foi a recuperação rápida da fratura da tíbia!
No desporto, para vencer tem que haver qualidade, dedicação, sorte, estratégia…e porque não BLUFF?...
Batota é imoral…cortar caminho, agarrar o carro, provocar a queda do adversário é nojento…
Fazer de cansado, aproveitar a roda etc…é estratégia…BLUFF...
Não me parece que um ciclista propositadamente dê um malho do carago como deu CONTADOR para fazer BLUFF no sentido de se preparar para a VUELTA…
CONTADOR fissurou ,ao que parece, a tíbia. A fissura é uma fenda no osso sem fractura total o que não deixa de ser fratura.
Na medicina e no amor nem sempre nem nunca. Por vezes a tempestade rebenta no céu mais calmo mas também a calmaria é imprevisível…
A recuperação de uma fissura é mais simples e sendo o ciclismo um desporto de pouco impacto mais simples se torna.
CONTADOR, ao que se diz, parou 15 dias. 15 dias não é relevante em termos de perda de forma. Por vezes uma lesão que obrigue a uma paragem ligeira até se torna benéfica para o atleta…
Após 15 dias de paragem o atleta estaria apto a fazer bicicleta com cadencia leve e muito elevada o que é um excelente treino para estimulo cardiovascular ( capacidade aeróbica) sem grande carga para o sistema osteoarticular.
2 semanas de treino apropriado e bem aferido para potenciar o VO2 máximo é suficiente para atingir e até elevar as capacidade mesmo em atletas já bem condicionados…por vezes há ganhos médios de 20 Watts.
CONTADOR é um atleta experiente e bem orientado.
Certamente que se submeteu a intervalos curtos e árduos para rapidamente atingir o pouco que perdeu com o acidente.
Tendo em conta as 6 semanas que mediaram entre a queda e o inicio da VUELTA é absolutamente normal que o atleta se apresente tão bem ou melhor que á altura do TOUR.
Uma fissura é uma fractura altamente incapacitante mas com um bom prognostico.
Certamente que se fosse no atletismo já o mesmo não aconteceria uma vez que o forte impacto no solo seria limitativo…pedalar é diferente"
 
"Benjamim Carvalho

O bluff de CONTADOR?...no EUROSPORT...
Assisti hoje, assisto quando posso, á transmissão da etapa da Vuelta animadamente e popularmente comentada pela equipa habitual de comentadores a qual felicito pela forma simples, o ciclismo é simples, com que o fazem…
O tema do dia foi a saga BLUFF de CONTADOR…provocado pela queda e desistência no TOUR.
A polémica foi a recuperação rápida da fratura da tíbia!
No desporto, para vencer tem que haver qualidade, dedicação, sorte, estratégia…e porque não BLUFF?...
Batota é imoral…cortar caminho, agarrar o carro, provocar a queda do adversário é nojento…
Fazer de cansado, aproveitar a roda etc…é estratégia…BLUFF...
Não me parece que um ciclista propositadamente dê um malho do carago como deu CONTADOR para fazer BLUFF no sentido de se preparar para a VUELTA…
CONTADOR fissurou ,ao que parece, a tíbia. A fissura é uma fenda no osso sem fractura total o que não deixa de ser fratura.
Na medicina e no amor nem sempre nem nunca. Por vezes a tempestade rebenta no céu mais calmo mas também a calmaria é imprevisível…
A recuperação de uma fissura é mais simples e sendo o ciclismo um desporto de pouco impacto mais simples se torna.
CONTADOR, ao que se diz, parou 15 dias. 15 dias não é relevante em termos de perda de forma. Por vezes uma lesão que obrigue a uma paragem ligeira até se torna benéfica para o atleta…
Após 15 dias de paragem o atleta estaria apto a fazer bicicleta com cadencia leve e muito elevada o que é um excelente treino para estimulo cardiovascular ( capacidade aeróbica) sem grande carga para o sistema osteoarticular.
2 semanas de treino apropriado e bem aferido para potenciar o VO2 máximo é suficiente para atingir e até elevar as capacidade mesmo em atletas já bem condicionados…por vezes há ganhos médios de 20 Watts.
CONTADOR é um atleta experiente e bem orientado.
Certamente que se submeteu a intervalos curtos e árduos para rapidamente atingir o pouco que perdeu com o acidente.
Tendo em conta as 6 semanas que mediaram entre a queda e o inicio da VUELTA é absolutamente normal que o atleta se apresente tão bem ou melhor que á altura do TOUR.
Uma fissura é uma fractura altamente incapacitante mas com um bom prognostico.
Certamente que se fosse no atletismo já o mesmo não aconteceria uma vez que o forte impacto no solo seria limitativo…pedalar é diferente"
Tens razao em tudo menos na parte do "CONTADOR, ao que se diz, parou 15 dias. 15 dias não é relevante em termos de perda de forma. Por vezes uma lesão que obrigue a uma paragem ligeira até se torna benéfica para o atleta… " visto que ele segundo a propaganda do mesmo e as vistas em publico se encontrava com a perna completamente imobilizada ( uma estrutura que faz o mesmo trabalho que o gesso mas que nao é gesso ) o que o faria perder quase por completo a massa muscular daquela perna . eu tive 1 semana imobilizado e 80% da mesma foi á vida . isto levanta nova questão . Será que ele esteve mesmo 15 dias com a perna imobilizada e por consequente parado como supostamente esteve ? a resposta é nao .
 
Epa tanta conversa á volta do homem e estive não esteve devia não devia.. é bluff
É o que quiserem o certo é que está lá em primeiro com a camisola de líder, e espero que assim fique até final
O problema de falarem muito no contador, é só porque é a maior lenda do ciclismo nos tempos atuais, o melhor que existe atualmente
o resto é conversa para encher chouriços, tipo froome sky e companhia, autênticos flop's do ciclismo.
 
Contador anunciou hoje os andamentos que vai usar amanhã,e diz que já não sentes nenhumas dores no joelho.. Será que vai atacar ele não promete mas se diz que vê se vai na roda ou ataca..

A meu ver deveria atacar só no domingo e 2 feira etapa de 2 parece m terrível pelos gráficos.. Alguém sabe a inclinação média da montanha final? E quantos quilômetros tem?
 
Sérgio Paulinho na fuga mais Zaugg que poderá querer dizer? Contador terá ideias de atacar e depois contar com ajuda deles mais a frente?
Curiosamente, a etapa acabou de responder à tua pergunta. Se o Sérgio e o Oliver Zaugg ficassem no pelotão o mais certo é que tivessem agora para trás juntamente com a maior parte da equipa da Tinkoff-Saxo; como estão na fuga, isso precavê a equipa pois na eventualidade da fuga ser apanhada o Contador terá sempre 3 homens com ele para lhe dar uma ajuda até a contagem de montanha final empinar definitivamente...

Eles têm a perfeita noção que a sua equipa não é perfeita e não se consegue bater de igual para igual com Sky, Movistar ou OPQS. Foi uma boa jogada.
 
Afinal o Froome ainda está vivo.. eheh belo final de etapa. É pena o Contador ter perdido aqueles segundinhos no final.

De salientar também que a bicicleta do Hesjedal continua em forma ahahah