Primeira bike de Estrada

#46
Olá pessoal,
Já passaram uns dias, ando de loja em loja sempre que tenho hipótese para ver as diferentes marcas e modelos.

Quando fui a uma loja que tinham Giant reparei que em termos de preço/qualidade me pareceu muito bem.
Refiro-me a dois modelos TCR advanced 1 e TCR advanced 0.
A mais barata full 105.
A mais cara full ultegra.
Em termos de quadro é o mesmo mas com cores diferentes.
Reparei depois foi noutra coisa, pneus tubeless.

Como ainda não li muito sobre tema, para além da vossa opinião para estes dois modelos gostaria de perceber também a situação do pneu tubeless se é bom ou mau.

Obrigado!
 
#47
Olá pessoal,
Já passaram uns dias, ando de loja em loja sempre que tenho hipótese para ver as diferentes marcas e modelos.

Quando fui a uma loja que tinham Giant reparei que em termos de preço/qualidade me pareceu muito bem.
Refiro-me a dois modelos TCR advanced 1 e TCR advanced 0.
A mais barata full 105.
A mais cara full ultegra.
Em termos de quadro é o mesmo mas com cores diferentes.
Reparei depois foi noutra coisa, pneus tubeless.

Como ainda não li muito sobre tema, para além da vossa opinião para estes dois modelos gostaria de perceber também a situação do pneu tubeless se é bom ou mau.

Obrigado!
Na minha opinião .......Tubeless Forever... na minha Rose já vou com quase 3000 Km de Tubeless (Mavic Ksyrium ELite UST + Schwalbe Pro One Evo) .... (Zero Furos até agora...)......
 
#48
Na minha opinião .......Tubeless Forever... na minha Rose já vou com quase 3000 Km de Tubeless (Mavic Ksyrium ELite UST + Schwalbe Pro One Evo) .... (Zero Furos até agora...)......
Eu nas minhas 2 bicicletas de estrada tenho pneus com câmara e também não tive nenhum furo, e com bem mais de 3000k...
Os furos, na minha opinião, não são argumento
 

sidorio

Well-Known Member
#49
Eu nas minhas 2 bicicletas de estrada tenho pneus com câmara e também não tive nenhum furo, e com bem mais de 3000k...
Os furos, na minha opinião, não são argumento
Com câmara de ar tens de usar mais pressão para evitar os furos em que a câmara de ar é “trilhada”. Por exemplo quando se passa por cima de um buraco

Nos tubeless podes ir com menos pressão porque esse tipo de furos nunca acontece...

Claro que ambos podem furar ao passar por cima de vidros por exemplo
 

cconst

Well-Known Member
#50
Tenho a TCR Advanced 2 Disc. Full 105. Tubeless.

Adoro. Simplesmente adoro. Estava um pouco receoso com a geometria mais agressiva, mas o tubeless juntamente com o carbono, tornam (para a minha pessoa) a bike muito confortável.

E o quadro, rigido! Acelerações são muito mais eficazes (comparando com a triban 520 que tinha antes) e é nas subidas que esta rigidez se nota mais.

Discos em estrada é fabuloso! Travagem muito confortável e progressiva. Mas... Leva a excessos e a descobrir o limite da borracha... Cuidado, esse limite pode aparecer quando menos se espera.

Resumindo, recomendo. Mas é uma recomendação muito parcial. Tenho um carinho pela marca, pela sua história e contributo para o ciclismo (foi a primeira a apresentar geometria compacta em estrada, com a TCR há uns 20 anos ou mais... Acho eu).
 
#51
Com câmara de ar tens de usar mais pressão para evitar os furos em que a câmara de ar é “trilhada”. Por exemplo quando se passa por cima de um buraco

Nos tubeless podes ir com menos pressão porque esse tipo de furos nunca acontece...


Claro que ambos podem furar ao passar por cima de vidros por exemplo
A meu ver, tubless não se justifica para nós.
O único argumento que poderá ser válido é o conforto.

Mas mesmo assim é relativo, porque o que pode ser confortável para uns pode não o ser para outros
 
#52
A meu ver, tubless não se justifica para nós.
O único argumento que poderá ser válido é o conforto.
Mas mesmo assim é relativo, porque o que pode ser confortável para uns pode não o ser para outros
Na minha commuter de estrada tenho tubeless e já furei várias vezes não tendo furado nenhuma : )
A baixa pressão faz sentido quem anda mto em calçada e estradas em mau estado.

Havendo a possibilidade de ter tubeless não vejo porque não se há-de ter.
 

cconst

Well-Known Member
#53
A meu ver, tubless não se justifica para nós.
O único argumento que poderá ser válido é o conforto.
Porque é que não se justifica? A diferença de preço entre tubeless ou camera é assim tão grande? Pode não ser argumento suficiente para considerar um upgrade. Mas no momento de comprar uma bike nova, ou ao considerar um upgrade de rodas, acho que se deve ter esse pormenor em conta.

Eu nunca tinha usado tubeless. Nunca tinha sentido falta (nunca tive o azar de furar muito). Mas agora que uso, sinto no conforto. E no fim de semana passado, passei por uma circunstancia em que se tivesse com cameras, tinha trilhado duas (quase de certeza, pois foi de uma violencia tal que até os dentes bateram)!!!! Mas nada se passou... quer dizer: parei na mesma para ver se se tinha passado algo, para ver se o aro estava quincado ou o pneu com marcas.... mas nada :)
 

joseruivo

Well-Known Member
#54
Com câmara de ar tens de usar mais pressão para evitar os furos em que a câmara de ar é “trilhada”. Por exemplo quando se passa por cima de um buraco
Mas que pressões é que vocês usam para se arriscarem a trilhar câmara de ar? Uso 700x28 atrás e 7000x25 à frente, com 90 e 80 libras, e nunca semelhante coisa me aconteceu. Só vi disso em dois amigos meus que não fazem ideia da pressão que usam, enchem só até quando apertam com os dedos acharem que está bom.

Ainda não troquei para tubless pela dúvida de poder usar pressão que sendo mais confortável não me faça perder rendimento. Se me convencer que não perco rendimento e ganho conforto troco logo.
 

cou7inho

Well-Known Member
#55
Eu uso camara de ar e até agora em 4500km furei 4 vezes. No entanto, 3 delas foi por descuido meu porque me esqueci de ver a pressão antes de sair de casa. Ainda há uma semana furei porque tinha a bicicleta parada há quase duas semanas e esqueci-me completamente de meter ar. Ou seja, se não fosse a minha azelhice por me esquecer de ter confirmado a pressão a coisa até nao estava má. Já dei duas pancadas mesmo fortes em buracos (uma delas nao sei como nao empenei a roda definitivamente) e não tive quaisquer problemas . Uso 700x25 com 110 - 115 PSI.
 
#56
Eu agora tenho pneus tubless, mas irei para ja continuar com as camaras de ar.
Em 10.000km furei 4 vezes, duas delas no mesmo momento mas foi algo acidental, um buraco gigante, rebentou logo as duas.

Portanto a minha estatistica, em condições normais, com camara de ar é 1furo/5000km
 
#57
Eu também usava(uso) camaras de ar na minha boardman....e raramente furei (contam-se pelos dedos das maos em anos.....verificava sempre a pressao antes de sair de casa. Mas também se deu o caso de furar duas vezes no mesmo dia (ao montar uma camara no meio do nada com chuva e mau tempo bastou alguma sujidade ficar dentro do pneu ao montar e pufff passados alguns kms). O Conforto em voltas de muitos kms faz toda a diferença (+1 para o Tubeless). Rolava (ainda rolo na antiga) sempre com 8.5 Bares ( pneu 23)....Mas aquilo é um Cavalo de PAU. Com tubeless para o meu peso ando com 6.5 Bar Atras (pneu 25) e 6 à frente (pneu 25) e é completamente diferente..... Papa tudo, buracos mau piso.....e não noto grandes diferenças no rolamento que influenciem negativamente ( há diversos testes que comprovam que rolar com menos pressão com rodas de maior largura é até mais rapido)..mas isso é tudo subjectivo...Usar tubeless vai ser uma evolução natural, tal como os discos o serão (e atençao eu troquei de bike há pouco tempo mas ainda nao comprei com discos reticente com as diferenças de peso entre os sistemas, mas fica para a proxima ) .....Usar camaras, para mim, neste momento, já não faz grande sentido (a não ser pelo menor custo, mas mesmo isso é relativo...)..... (os carros e as motas já as usaram há muitos e muitos anos atrás........e evoluiram). As bikes chegarão lá (a seu tempo). Contudo haverá sempre espaço para tudo....raios....ainda há carros que usam tambores atrás...:eek:
 

cenazia

Well-Known Member
#58
Acho que depende muito do local onde se anda, em Portugal nunca furei com a de estrada e ando com a pressão que quero, com tubeless não andaria com menos. Com a de BTT aqui no Brasil também nunca furei e ando com pressões de 25 psi, cheguei a usar tubeless em Portugal mas aqui não, na de estrada aqui tive uma série de furos em 3 ou 4 meses, e apesar de estar sem furar há 1 ano devo ir colocar tubeless pois o problema aqui é ter de andar nas bermas e é cacos de vidro, arames etc...

Para mim, se não se fura não se justifica a cagada do tubeless. Se se fura provavelmente justifica.
 

cenazia

Well-Known Member
#59
Deixem-me acrescentar outras duas situações em que na minha opinião se justifica o tubeless, no indicado pelo illuminatos com pneus nao muito largos e com pneus de cyclocross em offroad, eu uso por vezes (com camara) e sinto-me obrigado a usar pressões mais altas do que gostava sde modo a evitar furos.
 

bogas

Well-Known Member
#60
Eu uso camara de ar e até agora em 4500km furei 4 vezes. No entanto, 3 delas foi por descuido meu porque me esqueci de ver a pressão antes de sair de casa. Ainda há uma semana furei porque tinha a bicicleta parada há quase duas semanas e esqueci-me completamente de meter ar. Ou seja, se não fosse a minha azelhice por me esquecer de ter confirmado a pressão a coisa até nao estava má. Já dei duas pancadas mesmo fortes em buracos (uma delas nao sei como nao empenei a roda definitivamente) e não tive quaisquer problemas . Uso 700x25 com 110 - 115 PSI.
Lá está depende do uso que se dá. Uso camara e no ano passado fiz cerca de 12000km e furei 2 vezes.