Porque é que andam em estrada?

#41
Bem, boa pergunta...a minha resposta tem uma história por trás e que passo a contar:

Primeiro que tudo queria perder peso (o meu curso rebentou, irremediavelmente, com a minha antiga boa forma) e não me apetecia ir para um ginásio.
Segundo, tenho dois amigos que fazem BTT e que me aliciaram um pouco. Bem, andei alguns meses a estudar a coisa e, comprei uma Scott Scale 70. Espectáculo de bike!! Sempre gostei de estrada, mas como queria uma bike versátil que me permitisse andar quer na estrada, quer no mato com os amigos, escolhi uma de BTT.

Entretanto, acontece a minha primeira volta a sério com eles: subir a Serra D'aire!! Lá fomos um dia de manhã, subir a dita cuja.
Bem, a subida foi desastrosa, sempre a partir pedra e com pó à mistura e um EMPENO DESCOMUNAL! A descer, na minha cabeça a decisão foi tomada: só ouvia era pedras a baterem no quadro e o diabo a sete!! "EH PAH, ANDEI EU A TRABALHAR QUE NEM UM MOURO PARA COMPRAR ISTO E AGORA, NUMA VOLTA, ESCAVACO JÁ ISTO TUDO???"...naaaaa...
Depois disto, meti-lhe umas rodas mais leves, com pneus de estrada e comecei a andar só pelo asfalto. Escusado será dizer que as rodas nunca mais de lá saíram!

Entretanto, uma coisa leva à outra, o rendimento que uma bike de BTT dá em estrada não se aproxima do que dá uma fininha e pronto, lá fui eu vender a bike para compar a minha magrelas!

E pronto...já está! lol

Para além disto (mariquices com o material como eu gosto de lhe chamar), gosto da estrada porque a velocidade é maior, as distâncias percorridas são maiores...e porque eu sou mais uma pessoa de resistência e cadência certa, ao invés de andar "aos arranques"...

Um abraço a todos e boas voltas!

Over&Out
 
#42
NoLimits,

longe de mim querer com o que disse estar a "ferir susceptibilidades", foi apenas uma "brincadeira", mas também não posso concordar com o "enfemeninados", o que isto tem a ver com algo daqui?!?!?!?!

Martins228 gostei da resposta

abraço a todos e boas pedaladas
 
#43
Não gosto de desportos colectivos (ex. futebol), então como preciso de praticar desporto adquiri uma boa bike de BTT, é onde me sinto melhor, pelos trilhos pela técnica, pelos locais que se conhecem, contacto com a natureza , camaradagem etc…
Recentemente adquiri em 2 ª mão uma roda fina (lapierre s-lite 300 com ultegra) neste momento é com essa que passo mais tempo a praticar o meu desporto favorito (ciclismo) como os dias agora têm menos horas de sol, durante a semana raramente tenho companhia para pedalar então dá mais jeito andar de fina, mas sempre que ando na estrada a sensação que me dá é que me estão sempre a querer matar (não me sinto seguro a rolar com carros a fazer tangentes, não se desviam um milímetro para fazer a ultrapassagem) por isso a minha modalidade é e será o BTT.
 
#44
Também é preciso sabermos-nos defender, dentro do possível. Por exemplo, há muitos automobilistas que ultrapassam mesmo dentro de curvas. O que devemos fazer é irmos para o meio da faixa para não deixar que eles passem. Quando virmos que não vem ninguém e que eles podem passar sem problema, basta fazer sinal. Faço isso muitas vezes e a maioria até dá duas buzinadelas ou levanta o braço a agradecer. Não podemos andar sempre remetidos para a berma das faixas, se não então é que eles fazem tangentes a toda a hora.
 
#45
atençao nos temos 1 metro da guia para dentro da estrada.
por isso nos tambem temos direitos,quando a estrada tem uma boa berma,vou para a berma,mas quando nao tem berma,ou esta impossivel de la andar,claro que nao vou.
muitos automobilistas pensam desconhecem certas regras.
é como numa rotunda temos exactamente a mesma prioridade que um automovel.
 
#46
Boas pra todos,Paulo Murça e Martins 228,o nosso gosto é plas 2 rodas,e apesar deste ser um forum de ciclismo ainda nao vi nenhum moderador a proibir alguem de falar de btt,o que muito plo contrario e de salutar é largamente comentado por muitos que ainda o praticam ou que passou por ai a sua evoluçao nestas coisas das bicicletas.......agora a dos enfemeninados.....basta pensar um pouco....todos nós sabemos que pra quem pratica qualquer desporto de uma forma assidua a depilaçao e o uso de vestuário de licra,traz muitos beneficios,mas pra quem desconhece essa parte,nao será um pouco esquesito,ja pra nao falar de situaçoes mais que caricatas....pesssoal que ainda agora começou a dar as primeiras pedaladas e ja se raparam todos.....e pra quê???? pra bike tar a ganhar teias de aranha na garagem.........abraços
 
#47
Boas

Sinceramente ando mais na fininha por falta de companhia para o Mato, mas o custo de manutenção tambem é de extrema importancia.

na minha fininha em 14.000km apenas gastei pneus e mais nada, algo impensável de fazer no BTT.

Cumpts. GAF
 
#49
Boas

Faço BTT a 5 anos e é sem duvida a adrenalina total, tenho tambem uma asfaltica que me dá muito prazer principalmente no Verão quando digo vou a Povoa de Varzim a esplanada beber um fino e já venho , só são 80 kms :D

Um abraço para todos e boas pedaladas.
 
Last edited:
#50
Engraçado ter encontrado este tópico, sendo que me revejo em algumas histórias por aqui contadas. Sempre tive a paixão das bicicletas e há uns anitos quando ganhei minha independência financeira lá fui comprar uma bicicleta em condições, pelo menos melhor do que a bicicleta de supermercado que tinha até então :) Optei por comprar BTT com o mesmo pretexto de muitos de vós, dá para tudo, se me apetecer desviar para um trilho, subir um passeio ou apanhar uma estrada em mau estado não há crise. No entanto, o uso da BTT só veio clarificar realmente aquilo que mais me atrai no ciclismo, a estrada! Comecei a fazer contas aos kms percorridos e talvez 70% ou mais tenham sido em estrada! Para além disso comecei a ficar saturado de uma série de aspectos relacionados com a BTT:
- Manutenção caríssima e frequente.
- O facto de cada vez que saio para o mato chegar a casa com a bicicleta a meter nojo e passar mais tempo a limpá-la do que em cima dela
- O preço de novos componentes, na minha opinião bastante inflacionados.
- A massificação absurda em torno do BTT. A coisa pegou moda, tornou-se num enorme negócio para lojas e organizadores de maratonas, passeios e afins que, na maioria dos casos, acabam por se transformar num pretexto para o pessoal beber minis e comer bifanas!
- O absurdo que é assistir a discussões sobre eventos de BTT em que a qualidade do petisco ou das lembranças é mais importante do que tudo o resto.
- A quantidade exagerada de participantes em maratonas/passeios tornando complicado circular no mato, quando devia ser o contrário.

Por estes motivos e mais alguns tomei uma decisão. Em vez de gastar dinheiro com upgrades para a BTT porque não comprar uma de estrada? E é exactamente esse o meu objectivo a curto/médio prazo. Pensei em desfazer-me da BTT mas sei que terei vontade de ir para o mato de vez em quando, até porque sou da opinião que BTT e Estrada complementam-se perfeitamente. Embora sou sincero, a estrada fascina-me mais!
 
#51
Realmente Lê-se aqui de tudo... Até que há mais camaradagem na estrada que no BTT... isto nem me merece comentários;

Outros que na estrada é que é emocionante e o BTT tem mais que ver com os "Morangos...";

Outros ainda que o Btt é que é uma moda como o Surf:eek:...


Enfim são opiniões....

Também eu tenho a minha:

Comecei a andar de bicicleta com cerca de 6-7 anos e com 15 o meu pai ofereceu-me a primeira bike a sério: uma CORSA de estrada roda 28" com tripla pedaleira, manipulos das mudanças no tubo diagonal, em tons branco e laranja metalizados.
Foi uma bicicleta que me acompanhou até aos 20 anos. Fiz milhares de quilómetros com ela. Mas a verdade é uma: Por aquela altura começou a ouvir-se falar em (Portugal) em bicicletas de todo o terreno´, facto que me despertou a atenção (Inicio dos 90).
Experimentei e até hoje é das que gosto mais.

Tanto que só voltei a ter estrada há cerca de um ano a esta parte.

Na minha húmilde opinião, emoção é num single treck com umas pedras e raizes, bem inclinado. Isso sim é emoção.

Se me disserem: "tenho medo de descer porque isso mete medo"; "não gosto de andar enlameado", "o material tem grande desgaste", até compreendo...
Agora que a estrada tem mais emoção... só se for pelas razias feitas pelos enlatados:D

Tenho 39 anos de idade, 3 bikes de BTT (sendo que uma tem 15 anos) e só voltei a comprar estrada para ganhar endurance, fazendo muitos quilómetroas em menos tempo e por influência de amigos do pedal, que também fazem estrada.

Estrada é engraçado mas é mais para treinar porque emoção é BTT.

Não levem a mal, é apenas a minha opinião.
 
#52
Eu gosto de andar em estrada porque me faz aprender a conduzir melhor!

Fora a piada, gosto de pedalar em estrada pois consigo tirar muito mais rendimento a nível de esforço.
 
#53
Boas pessoal,

Era praticante de BTT mas como fui proibido pelo "veterenário" devido ás artroses nos joelhos e pé disse-lhe que não iria de deixar de andar de bike, ele disse-me que eu podia andar só que... no alcatrão, então no mesmo dia lá estava eu a trocar a minha Orbea por uma Giant TCR, nunca na vida tinha andado numa "fininha" mas se soubesse o que sei hoje podem querer que não tinha ido para o BTT....são gostos....:D

Cumprimentos.
 
#54
Ainda nao comprei minha fininha, mas pedalo com minha BTT na estrada e para isso utilizo pneu na medida 26 x 1.0.
O pedal na estrada flui muito melhor e podemos ir bem mais longe
 
#55
eu sou mais um que vem do BTT (desde 1999 até 2006 com uma BH com gripshift SRAM que ainda funciona, agora é uma Spec) em que a primeira bike foi em 1994 comprada no continente.

para começar comprei uma BH volan.

não me parece que 100km em estrada sejam mais bucólicos do que 100km pelo mato (o verdadeiro silêncio é no mato)

faço regularmente 80km em asfalto e em mato. gosto de ambos. a única diferença é que no asfalto ainda dá para fazer mais 80...mas mato é mato
 
#56
Ao ler por aqui estes tópicos revi-me em alguns deles. Fiz competição de atletismo durante aproximadamente uma década e no verão era quando tinha menos provas e aproveitava logo para terminar a temporada, então resolvi compra uma bike e com tendência para uma fininha (pois desde sempre fui fã de ciclismo, da volta a Portugal, tour, vuelta, etc, desde os tempos de Indurin), contudo as BTT estavam na moda e como vivo no campo pensei ser mais apropriada pois permitia-me ir a qualquer serro enquanto que em estrada só tinha 3 ou 4 opções. Assim comprei a minha BTT, uma scott, para andar apenas nas paragens do atletismo até que em final de 2006 abandonei o atletismo e me passei a dedicar ao BTT, treinando regularmente e participando em passeio e maratonas (nada de competições, para isso chegou-me o atletismo). Apesar de tudo o bichinho da estrada morava cá e então quando via o Tour ou a volta a Portugal fermentava, até que em 2008 resolvi comprar a minha primeira fininha para experimentar, de gama baixa. Actualmente já a troquei por outra de gama alta pois o vício anda em alta.

No entanto continuo a gostar muito de fazer BTT e participar em eventos. É tudo andar de bicicleta mas vícios diferentes, por um lado a velocidade a força por outro a potência, explosão, técnica, perícia, gozo de saltar e ultrapassar obstáculos. Na estrada é a cadência certinha, o conseguir fazer esta e aquela média, as maiores distâncias percorridas, a adrenalina de fazer descidas a alta velocidade, subir, subir e subir a bom ritmo, os jogos de equipa, as estratégias, os ataques na altura certa, etc... Enfim uma paixão! E eu ñunca entrei em competição em estrada mas ainda tenho vontade de experimentar e também o duatlo.