Massagens Desportivas: Eficazes ou nem por isso?

NULL

Well-Known Member
#1
Boas

Quem é praticante de ciclismo já fez, ou já ouviu falar, de massagens desportivas. Os profissionais todos fazem e mesmo entre amadores há muito quem faça.

Acabo de ler um estudo muito recente onde foi abordada a eficácia, ou falta dela, das massagens desportivas. Segundo o estudo, e foi um estudo com bastante amostra, não resulta evidência científica de melhorias em desportos de endurance. Exceção feita a pequenos ganhos em flexibilidade e pouco mais. Para quem quiser aprofundar aqui fica o estudo: https://bmjopensem.bmj.com/content/6/1/e000614

Será que estamos a presenciar a queda de um mito?
 

torui

Well-Known Member
#2
Eu penso que deve de ajudar em termos de recuperação do esforço dispendido. No ciclismo profissional, a recuperação é fator chave para os atletas conseguirem superar os obstáculos diários...no caso deles, devem de se vericar alguns ganhos marginais. Para o comum dos mortais, não sei se surtirá efeito para além do relaxamento. Seria interessante ouvir a opinião de quem já foi profissional do ciclismo e até de terapeutas.
 

NULL

Well-Known Member
#3
Eu penso que deve de ajudar em termos de recuperação do esforço dispendido. No ciclismo profissional, a recuperação é fator chave para os atletas conseguirem superar os obstáculos diários...no caso deles, devem de se vericar alguns ganhos marginais. Para o comum dos mortais, não sei se surtirá efeito para além do relaxamento. Seria interessante ouvir a opinião de quem já foi profissional do ciclismo e até de terapeutas.
Ainda não li o artigo com a atenção necessária mas pelo que percebi há realmente relatos de uma melhoria das sensações (subjectivo) mas que não se traduz em melhor desempenho (objectivo/watts). Que as massagens dão uma sensação de alívio e pernas mais leves parece-me consensual, o que o estudo parece querer demonstrar é que, apesar de provocar essa sensação boa, não conseguiram evidenciar melhorias objectivas em performance, e foram medidas em muitos tipos de variáveis.
 

torui

Well-Known Member
#4
Ainda não li o artigo com a atenção necessária mas pelo que percebi há realmente relatos de uma melhoria das sensações (subjectivo) mas que não se traduz em melhor desempenho (objectivo/watts). Que as massagens dão uma sensação de alívio e pernas mais leves parece-me consensual, o que o estudo parece querer demonstrar é que, apesar de provocar essa sensação boa, não conseguiram evidenciar melhorias objectivas em performance, e foram medidas em muitos tipos de variáveis.
Quando pratiquei futebol era habitual receberemos massagens e banhos gelados, nomeadamente no período da pré-época, ou em alturas em que os treinos eram mais intensos/desgastantes. Dava para notar algumas melhoria nas pernas, nomeadamente redução do cansaço e permitia-nos no dia seguinte recebermos "outra carga de treino", sem nos sentirmos fatigados. Mas não se pode comparar o esforço dispendido no futebol com o do ciclismo, porque no ciclismo durante uma prova não tens momentos de descanso, é sempre em carga máxima, e muitas vezes durante 3 semenas seguidas.
 

Bruso

Well-Known Member
#5
Já ouvi e li em mais que um sítio que o De Gendt nunca leva massagens.

Eu desde que faço ciclismo nunca levei uma massagem mas sou como o @torui. Nos anos de jogador da bola a massagem não faltava. Tanto para relaxar como antes dos jogos para aquecer.

As sensações serão sempre melhores após uma massagem. A questão é se isso faz diferença no power output.
 

NULL

Well-Known Member
#6
Já ouvi e li em mais que um sítio que o De Gendt nunca leva massagens.

Eu desde que faço ciclismo nunca levei uma massagem mas sou como o @torui. Nos anos de jogador da bola a massagem não faltava. Tanto para relaxar como antes dos jogos para aquecer.

As sensações serão sempre melhores após uma massagem. A questão é se isso faz diferença no power output.
O cerne da questão é esse. Temos a ideia, ou a certeza até, que uma massagem proporciona sensação de maior rendimento, alívio de cansaço e maior leveza. O que este artigo parece demonstrar é que afinal tudo se resume a sensações, porque na prática, em tudo que seja variáveis objectivas, não há qualquer melhoria.
 

Bruso

Well-Known Member
#7
Acho que para os profissionais já se trata mais de um ritual. Dito isto, não acredito que não tenha vantagens. Mesmo que não seja no power algum benificio trará.
 

jpacheco

Well-Known Member
#8
Se conseguires um relaxamento muscular, alivio de possíveis contraturas... a massagem em sí pode não resolver nada mas pode ajudar a que durmas que nem um patinho e ai terás uma melhor recuperação. Se te faz sentir bem, tudo ajuda.
 
#9
Nunca fiz massagens e ainda não li o artigo referido, mas cá vai a minha posta de pescada :) Pelas vossas opiniões fico com a ideia que a massagem é importante. No sentido em que, pode não trazer o beneficio de mais watts/power, mas trás o "alivio" de pernas leves. No meu caso preferiria fazer 200w a sentir-me "leve" e confortável do que fazer 200w com as pernas "pesadas" do dia anterior. No fim até pode dar no mesmo, mas fazer o esforço a sentir-me "melhor", penso que seja melhor.
 

Bruso

Well-Known Member
#10
Se conseguires um relaxamento muscular, alivio de possíveis contraturas... a massagem em sí pode não resolver nada mas pode ajudar a que durmas que nem um patinho e ai terás uma melhor recuperação. Se te faz sentir bem, tudo ajuda.
Pois eu penso assim, mas depois penso, se não melhora o power output as melhores sensações não servem de muito.
 

Bruso

Well-Known Member
#11
Nunca fiz massagens e ainda não li o artigo referido, mas cá vai a minha posta de pescada :) Pelas vossas opiniões fico com a ideia que a massagem é importante. No sentido em que, pode não trazer o beneficio de mais watts/power, mas trás o "alivio" de pernas leves. No meu caso preferiria fazer 200w a sentir-me "leve" e confortável do que fazer 200w com as pernas "pesadas" do dia anterior. No fim até pode dar no mesmo, mas fazer o esforço a sentir-me "melhor", penso que seja melhor.
Mas a lógica seria, se estás a te sentir bem, metes mais power. E o estudo parece indicar que isto não acontece.
 
#12
sim eu percebi isso, e de facto seria essa a lógica. mas lá esta, se for para fazer o mesmo mas a sentir-me melhor, é uma vantagem. Não tem é grande lógica.
 

Duke

Well-Known Member
#13
Se a massagem te ajudar a dormir melhor nessa noite, só que no dia a seguir consigas voltar a debitar o mesmo power e nao acumular fadiga já deverá ser uma boa vantagem.
Também diria que a massagem não faz com que debites mais power no dia a seguir mas faz com que recuperes melhor dormindo melhor e assim podes meter mais carga em menos tempo.
 

pratoni

Well-Known Member
#14
Mesmo que a nível de "power output" não faça grande diferença, nunca subestimem a parte psicológica e de bem-estar que as mesmas podem trazer...
 

NULL

Well-Known Member
#15
Mesmo que a nível de "power output" não faça grande diferença, nunca subestimem a parte psicológica e de bem-estar que as mesmas podem trazer...
Claro que sim, mas a questão é esta: Com tanto bem estar físico e psicológico que as massagens promovem não seria de esperar uma melhoria de performance face a quem não teve massagem?
 

pratoni

Well-Known Member
#17
Claro que sim, mas a questão é esta: Com tanto bem estar físico e psicológico que as massagens promovem não seria de esperar uma melhoria de performance face a quem não teve massagem?
Não li o estudo nem como foi efetuado, mas muitas vezes em testes laboratoriais não há aquela necessidade de ir para além do limite como há numa corrida real em que fazemos das tripas coração para ganhar...

Esse factores psicológicos, para além de importantes, muitas vezes são difíceis de quantificar de forma objectiva...
 

Gandartista

Well-Known Member
#18
Nunca tive direito a uma dessas massagens desportivas...estou a ver que não perdi nada...lpl..mais a sério acho que pode não fazer nada segundo o estudo..mas psicológico também manda, imagino um Pro ou semi-pro que esteja habituado à massagem, se uma vez não a têm...é bem capaz de ser suficiente que numa prova quando pernas comecem a ficar pesadas os leve a abrandar esforço e a pensar que não vão aguentar e lá no pensamento a pensarem "estou cansado...faltou a massagem".
 

RTC

Moderador
Staff member
#19
Durante alguns anos fui frequentador assíduo de gabinete de massagem.
À 2a feira depois das provas ia sempre à massagem como um ritual (tal como um treino de recuperação) mas acima de tudo com dois objetivos: recuperar mais rápido uma vez que nessa altura tinha calendário de provas regular e eliminar pequenas contraturas musculares que se formavam depois do esforço.
Depois desses anos todos nunca fiquei realmente com a ideia de uma recuperação mais rápida ou eficaz mas quanto à massgem como prevenção ou eliminação de dores causadas pelas contraturas ou outras pequenas lesões é inequívoco que funciona.
Hoje já raramente vou. Não tenho massagista aqui perto de mim e durante o tempo que recebi massagens aprendi algumas tecnicas que aplico em mim mesmo, quando preciso.
De qualquer forma se for bem aplicada haverá sempre alguma vantagem na massagem. Se tem efeitos directos e imediatos na recuperação...pois, não sei.

Breve tudo tem em casa umas "Norma boots" e é o fim dos massagistas desportivos o_O:D (joke)
 
Last edited: