Marcio Barbosa perde titulos desde 1 de agosto de 2012

Bruso

Well-Known Member
#1
Mais uma triste notícia no ciclismo português.

O ciclista da LA-Antarte, Márcio Barbosa, vencedor da camisola da montanha da VOlta a Portugal 2013 acusou irregularidades no passaporte biológico. Está suspenso por 2 anos e terá de pagar uma multa de 1300€ e ainda perderá todos os títulos conquistados desde 1 de agosto de 2012, destacando-se a camisola da montanha da ultima volta.


fonte: Agência Lusa
 

Carolina

Well-Known Member
#2
outro apanhado... enfim...

a volta de 2013 já tinha perdido o vencedor da geral, agora é o da montanha. quem é o próximo? o dos pontos?
 
#3
Foi também apanhado o da juventude penso eu. Acho que era o Gorbunov mas não tenho a certeza. Aliás quanto ao vencedor da geral ainda há muita coisa por esclarecer. Se o Marque podia usar aqueles comprimidos porque raio foi desclassificado. Foi o homem mais forte no CR e aguentou-se na Serra da Estrela por isso conseguiu a VaP. Se querem que haja outros vencedores ponham mais chegadas ao alto como estão a pôr este ano
 
#4
Acerca do Marcio...enfim, ainda terá outra oportunidade...

Em relação ao Marque, eu estava a ver a Eurosport espanhola e nos comentários falaram acerca dele, e foi dito que a Movistar sendo a grande equipa que é no ciclismo, não pode ter o seu nome ligado a casos de dopping, como tal cortaram logo o mal pela raiz...nem tempo lhe deram de defesa...se é que a tinha.
 

Carolina

Well-Known Member
#5
não quer o nome ligado a casos de doping? LOL então e o valverde?!

simplesmente surgiu a oportunidade de contratarem o igor anton, mas como já tinham a equipa cheia tiveram de mandar alguém embora. calhou ser o marque.
 

Carolina

Well-Known Member
#7
mas o rui ainda conseguiu provar que era inocente e que foi mesmo contaminação. o valverde levou os 2 anos porque era mesmo culpado. dizer que a movistar não quer ter nada a ver com doping é querer enganar as pessoas. como são espanhóis a falar de uma equipa espanhola, percebe-se que queiram esconder o que não lhes dá jeito.
 
#8
O Marque não estava dopado. O que ele estava a tomar foi receitado por um médico e a UCI deixou correr assim. Os gajos em Portugal é que não gostaram de ver o Marque a ganhar a VaP e pronto, tentaram armar um escândalo. Ainda por cima o rapaz está sem equipa e sem correr.
 
#9
Sem querer entrar em grandes considerações sobre o caso do Marque antes de estar decidido, não foram "os gajos em Portugal". Quem divulgou a história foi o El País, jornal espanhol, e a decisão será da Real Federación Española de Ciclismo ;)
 
#10
não quer o nome ligado a casos de doping? LOL então e o valverde?!

simplesmente surgiu a oportunidade de contratarem o igor anton, mas como já tinham a equipa cheia tiveram de mandar alguém embora. calhou ser o marque.
Já estás a misturar as coisas...o valverde não era da movistar quando esteve suspenso, por isso a equipa não tem casos de dopping (veremos até quando)...ele foi suspenço e voltou, e até agora não houve problemas com ele nem na equipa, até que contrataram o Marque e após uns tempos saiu a noticia...mas isto já todos sabemos.
Quanto à situação do Marque, tambem foi dito isso, e aproveitando a situação arrumaram logo com ele e com o assunto, e é isto a que eles se referem, a equipa não está ligada a casos de dopping.
Disseram mesmo que seria o fim da equipa...ou seja o patrocinio da movistar.
 

pratoni

Well-Known Member
#12
nem mais... é o que a sky (oficialmente) faz, correu com todos que confessaram ter alguma coisa a ver com doping, mesmo que num passado longínquo...
 
#13
Tambem é verdade...
E assim cortam o mal ainda antes da raiz...

Mas lá porque cometeram um erro não quer dizer que o façam novamente, só se forem burros, e provavelmente a equipa estará muito atenta a isto, e o Valverde não é o Marque
A sky se os despediu é porque os tinha contratado antes, ou seja, o mesmo que fez a movistar...
Tambem a motivar isto tudo esteve o caso Armstrong, se o Valverde fosse posterior ao caso dele (refiro-me a declaração de culpado, não às acusações) já não seria contratado...digo eu.
Mas é de facto necessário acabar com isto.