Le Tour de France 2020

qwerAC

Well-Known Member
Eu já há 1 semana tinha dito que mais depressa ganhava o wout van aert um tour que o bernal (este, uma segunda vez). O problema é que ele não quer saber de provas de 3 semanas. Mas ele perdendo 4/5 kg (perfeitamente alcançável), conseguiria ser o homem de 3 semanas mais forte do mundo. É um autêntico animal produtor de watts.
 

Sword

Well-Known Member
Etapa interessante de seguir do final...não gostei. Faz lembrar aquela história dos gémeos Castro a cortarem uma prova de mãos dadas e o Moniz Pereira a dar-lhes uma piçalhada por conta disso. Ok são da mesma equipa e os outros até eram irmãos, mas isto em última instância é sempre uma competição. Não gosto.
 

Duke

Well-Known Member
Eu sei isso tudo e compreendo, mas no final das contas pesando isso tudo não gosto. Não acho piada.
Chama-se a isto companheirismo meu caro... é normal haver pessoas que não saberem o que isso é...

Carapaz e a Ineos deram a etapa ao Kwiatkowski em troca do trabalho exemplar que fez durante o tour e do que ainda vai fazer nas próximas provas, se ele tivesse liberdade para caçar etapas e para se dedicar as classicas já tinha muitas no bolso puro talento, quem sabe o mais luxuoso gregário do pelotão...
 

qwerAC

Well-Known Member
Eu cá não tenho tido pena nenhuma do kwia. É um ciclista extraordinário mas decidiu escolher o money à vontade de liderar uma equipa a sério. Ele tem toda a legitimidade em fazê-lo mas eu enquanto adepto não gosto de ver ciclistas desta qualidade a trabalhar para outros.
 

Wawando

Well-Known Member
Etapa interessante de seguir do final...não gostei. Faz lembrar aquela história dos gémeos Castro a cortarem uma prova de mãos dadas e o Moniz Pereira a dar-lhes uma piçalhada por conta disso. Ok são da mesma equipa e os outros até eram irmãos, mas isto em última instância é sempre uma competição. Não gosto.
Olha eu acho o contrário. Adorei!
 

Wawando

Well-Known Member
Chama-se a isto companheirismo meu caro... é normal haver pessoas que não saberem o que isso é...

Carapaz e a Ineos deram a etapa ao Kwiatkowski em troca do trabalho exemplar que fez durante o tour e do que ainda vai fazer nas próximas provas, se ele tivesse liberdade para caçar etapas e para se dedicar as classicas já tinha muitas no bolso puro talento, quem sabe o mais luxuoso gregário do pelotão...
Kwiat, Kuss, Porte, Paulinho, Poels são super team mates que qualquer lider sonha para ter na equipa. Carapaz acabou de ganhar um super aliado. Faz parte do trabalho de equipa, dar e receber. Froome sempre ajudou em provas em que ia treinar. Já gajos como o Landa, Porte desde que é líder, Aru, Rui Costa, Quintana e tantos outros (a maior.parte) não tém essa classe/capacidade de dar.

Gostava de ter ouvido o que o Roglic disse ao Pogacar quando lhe pôs a mão no ombro. Deve ter sido deixa-te estar aqui quieto ou rebento esta merda toda.
 
Kwiat, Kuss, Porte, Paulinho, Poels são super team mates que qualquer lider sonha para ter na equipa. Carapaz acabou de ganhar um super aliado. Faz parte do trabalho de equipa, dar e receber. Froome sempre ajudou em provas em que ia treinar. Já gajos como o Landa, Porte desde que é líder, Aru, Rui Costa, Quintana e tantos outros (a maior.parte) não tém essa classe/capacidade de dar.

Gostava de ter ouvido o que o Roglic disse ao Pogacar quando lhe pôs a mão no ombro. Deve ter sido deixa-te estar aqui quieto ou rebento esta merda toda.
Ele disse-lhe: "Deixa os burros da Bahrain-McLaren ir à frente para se cansarem e depois vê-se quem é mais forte no sprint da meta." :cool:
 
Kwiatkowski tem feito um trabalho exemplar durante anos na Sky/Ineos, já era tempo do seu trabalho ser reconhecido. Vitória mais que merecida.
Pelo que se diz, o trabalho dele já é muito bem r€€€conhecido... ;)
Tenho pena que esta presença no Tour tenha muito possivelmente dado cabo do resto da temporada ao Carapaz (nomeadamente no Giro). Por outro lado, ficou-lhe muito bem o gesto que teve para com o colega. De lembrar que era o terceiro dia de fuga e que, se ganhasse a etapa, ninguém lhe ia apontar o dedo por isso.
 

qwerAC

Well-Known Member
Kwiat, Kuss, Porte, Paulinho, Poels são super team mates que qualquer lider sonha para ter na equipa. Carapaz acabou de ganhar um super aliado. Faz parte do trabalho de equipa, dar e receber. Froome sempre ajudou em provas em que ia treinar. Já gajos como o Landa, Porte desde que é líder, Aru, Rui Costa, Quintana e tantos outros (a maior.parte) não tém essa classe/capacidade de dar.

Gostava de ter ouvido o que o Roglic disse ao Pogacar quando lhe pôs a mão no ombro. Deve ter sido deixa-te estar aqui quieto ou rebento esta merda toda.
Loool. Como é que hão de dar, quando eles próprios não conseguem ganhar?
 

Carolina

Well-Known Member
Bom.. mesmo que a etapa tivesse acabado ao sprint, entre o Carapaz e o Kwia, ganharia o Kwia.

Também não tenho pena nenhuma, ele escolheu este tipo de trabalho porque quis, mas faz-me confusão tanta gente "chateada" por terem decidido terminar a etapa assim. Pareceu-me um acordo de cavalheiros: o Kwia fartou-se de puxar para o Carapaz ganhar a camisola da montanha e em troca recebeu a etapa. Além disso o Carapaz terá muito mais oportunidades no futuro para ganhar etapas em qualquer grande volta. O Kwia, por mais incrível que pareça, nunca tinha ganho nenhuma.

A entrevista depois da etapa deu para perceber que foi um momento importante para ele. Claro que chega ao fim da prova e o prémio é dividido por todos. Certamente já terá ganho muito em anos passados, mas notou-se que este prémio teve um significado especial. Honestamente não vejo nada de mal, muito pelo contrário.
 
Às vezes não percebo mesmo...
A malta vê ciclismo há anos e não gosta de uma etapa terminada assim? Dass.....
Claro que temos gostos individuais, mas por favor!
Então e como é que é quandono ciclista X ganha a etapa e o prémio tem que ser divido por todos?

Epá, incrível. É por isso que nem todos podemos ser líderes no dia-a-dia. Há que reconhecer o valor e dar o mérito, e não é só compreender mas sim nos momentos chave atuar!

Às vezes quando digo às pessoas o que aprendo com ciclismo, não compreendem e a primeira reação é logo "é burro! Anda a desgastar-se para os outros" mas depois bem analisado não é só assim. Há muito trabalho! E é de louvar nestes momentos. O Kwia nunca ganhou uma etapa? Ok, e? Quantas deu a ganhar? E agora que tinha oportunidade de ganhar... Não o ia fazer? Burros era se não o deixassem ganhar!

E o gajo que se sacrificou para o Couquard ficar em prova? Ninguém fala? (acho que foi ele qie estava quase a ficar fora do tempo)
 

Wawando

Well-Known Member
Loool. Como é que hão de dar, quando eles próprios não conseguem ganhar?
Não sei se fui claro. O que quis dizer é os líderes das provas principais de 3 semanas (em que o Carapaz se inclui) parem espaço e ajudarem os outros quando faz sentido, por exemplo em provas de inicio de época ou outras.
Quanto aos "gregários" acho que já todos vimos e sabemos que sem eles ninguém (ou quase) ganha um GT. Pelo menos como se correm nos dias de hoje. No outro dia diziam que num dos 1os Tour (ou mesmo no primeiro) a dif do 1 para o segundo foi de 3h. Hehehe
 
Eu cá não tenho tido pena nenhuma do kwia. É um ciclista extraordinário mas decidiu escolher o money à vontade de liderar uma equipa a sério. Ele tem toda a legitimidade em fazê-lo mas eu enquanto adepto não gosto de ver ciclistas desta qualidade a trabalhar para outros.
O Kwia já uns 2 anos que já não tem capacidade para ganhar "qualquer clássica ou prova" e de vez em quando tem a oportunidade liderar. Acho que o papel de gregário de luxo assenta-lhe nesta altura da carreira muito bem. E deve ter um salário superior a muitos líderes de outras equipas.
 
Pelo que se diz, o trabalho dele já é muito bem r€€€conhecido... ;)
Tenho pena que esta presença no Tour tenha muito possivelmente dado cabo do resto da temporada ao Carapaz (nomeadamente no Giro). Por outro lado, ficou-lhe muito bem o gesto que teve para com o colega. De lembrar que era o terceiro dia de fuga e que, se ganhasse a etapa, ninguém lhe ia apontar o dedo por isso.
Carapaz vai à Vuelta 2020.