Identificação do ciclista

Figueiredo

Active Member
#3
Por norma levo cartão FPCUB, cartão seguro, telemóvel e uma nota de 20€ não vá ficar empanado e pelo menos deve dar para um taxi...
 
#4
Boas malta!

Encontrei este site e achei interessante.

http://www.roadid.com/common/default.aspx

quando vão das as vossas voltas, levam alguma identificação?

Eu não costumo, mas ja tenho fotocopia do BI para levar nas proximas voltas. Nunca se sabe o que pode acontecer.
:cool:BI ou melhor cartão do cidadão, cartão multibanco, 20/30 euros:D, um ou dois preservativos tamanho XXL, já que as miudas com estas pernas não resistem ao el gato,eh,eh!:D:D:D
 
#6
Fiz um cartãozinho, devidamente plastificado, com informações várias: morada, n.º BI, telefone de emergência, apólice de seguro... e está dentro da bolsa da ferramenta.
 
#9
Normalmente só levo o telemóvel e 5€, tenho que fazer um papelinho com as minhas info e colocar no bolso do jersey não vá o diabo tece-las
 

FVA

New Member
#11
... essa da chapa também me parece uma boa ideia. É facilmente visível.

Por norma, e principlamente quando vou sozinho, tenho por hábito levar tlm, BI e algum dinheiro.


Abraços
 
#13
Boas pessoal do pedal ,além da chapa ,achei a ideia brilhante;) ,ter alguma informação no capacete também me pareçe boa ideia ,tipo de sangue ,por exemplo ,só não sei onde arranjar as letras de vinil para colar ,já procurei em várias superficies(grandes e pequenas) e ainda não encontrei nada:confused:
 

duchene

Well-Known Member
#14
O tipo de sangue é, hoje em dia irrelevante.

Assim como qualquer indicação no capacete, ECE, ICE, AAA no telemóvel e inscrições na bicicleta.

Em caso de acidente, os serviços de emergência não arriscam fazer transfusões com tipos de sangue que podem estar incorrectos, capacetes emprestados e com dados errados, etc.

Se necessário, é dada sempre uma transfusão de ORH- até se determinar o tipo de sangue correcto.

Os telemóveis, a menos que estejam inequivocamente agarrados ao ciclista, são desconsiderados porque podem ser de qualquer um dos envolvidos e provocar mais confusão ainda, isto se ainda trabalharem com o impacto.

Portanto, nada como um documento de identificação com foto, ou então a tal chapa de identificação, se bem que poderá ser perigosa se porventura for puxada inadvertidamente.

Podem, adicionalmente colocar a frase "Não retirar em caso de acidente!" visível no capacete. Pode ser bastante útil e evitar o agravar de lesões já de si graves.
 
#15
boas pessoal. essa da chapa acho que é a mais indicada,qualquer um de nos se usar um fio,nunca o tira para ir fazer os seus treinos,logo é uma identificaçao que anda sem connosco,e quem sabe,ate ser util noutra situaçao.

abraço
 
#16
Boas
Todo e qualquer cidadão deve ser portador de identificação quando se desloca ou estando parado na via pública..

Art 250 do CPP (código processual penal)

- Portador de qualquer documento de identificação

Eu ando sempre com carteira, BI e alguns trocos para beber e comer...
 
#17
Eu levo dinheiro, nada mais, mas já pensei em tirar copia do BI e escrever lá o grupo sanguineo. Não vá o diabo...
Mas Biachi como sabes, um cidadão para ser identificado, o Agente tem que justificar a sua identificação, por exemplo estra num sitio escuro, ar suspeito sobre algo. De qualquer dos modos existem três possibilidades de identificação.
1. BI
2. Qualquer documento válido que tenha fotografia e assinatura
3. Através de outra pessoa que identifique (desde que esta pessoa seja idonea).

No caso do ciclismo pelo código da estrada é necessário o BI, já agora convém levar o Cartão da Federação Portuguesa de Cicloturismo.
 
Last edited: