Furou, e agora?

#1
Gostaria de saber como é que custumam fazer em caso de furo na estrada, independentemente de ser uma prova ou treino, como é que fazem? remendam o furo ou trocam a camera de ar?
 
#2
Eu costumo trocar de camara. Penso que é o mais prático a forma de resolver mais utilizado por todos. Agora se tens o azar de furar os dois, ou tens outra camara, ou colas ou, pedes emprestada a um colega (já me aconteceu) ou...vens a pé:D
 
#4
Esqueci-me de dizer que uma vez tive um furo, longe de casa e nada para solucionar a situção. Consegui tirar a camara procurei o furo e dei um nó na camara. Embora tivesse que a encher de x em x kms, nas bombas de gasolina e se sentir um salto (pequeno) quando passava em cima do nó, cheguei a casa. Fica a dica para os mais incautos e azarados
 
#5
Patrick posso perguntar porque não remendas?
É apenas comodidade ou notas no rolar?
Eu só furei uma vez e usei daqueles remendos finos autocolantes, pelo menos estes n se nota a rolar, e resultou bem.
 
#7
Eu normalmente mudo sempre nunca remendei, mas trago a outra para csa e remendo ficando pronta para montar outra vez caso fure ( so nao remendo se o buraco for muito grande).

Ao menos sei que naquele local nunca mais fura...
 
#8
Esqueci-me de dizer que uma vez tive um furo, longe de casa e nada para solucionar a situção. Consegui tirar a camara procurei o furo e dei um nó na camara. Embora tivesse que a encher de x em x kms, nas bombas de gasolina e se sentir um salto (pequeno) quando passava em cima do nó, cheguei a casa. Fica a dica para os mais incautos e azarados
Boas Fogueteiro, explica-me como se eu fooosssee mesmo, mesmo muito burro como se dá um nó numa câmara de ar?:D

Cumprimentos
 
Last edited:
#9
Patrick posso perguntar porque não remendas?
É apenas comodidade ou notas no rolar?
Eu só furei uma vez e usei daqueles remendos finos autocolantes, pelo menos estes n se nota a rolar, e resultou bem.
E a camara que furou? remendas em casa e levas na proxima volta?
Em tempos tinha o cuidado de procurar o furo e ter aquele trabalho todo de colar etc...
Mas pelo preço que custam as camaras de ar, nem me passa pela cabeça perder tempo a remendar!!
Agora se tem diferença ao rolar? penso que não, digamos que é mania minha.. ehehe
 
#10
Como já practico cicloturismo regularmente há muitos anos, digamos que há trinta e tal, divido esta questão em dois tempos: antigamente levava sempre comigo o material necessário, os remendos previamente recortados por mim a partir de uma câmara velha, a lixa de papel e a solução para colar e remendava o furo na hora. Era assim na década de setenta e nos primeiros anos da década seguinte. Depois, com a generalização dos chamados remendos tip-top, passei a usá-los em vez dos velhinhos remendos de borracha preta e continuei a fazer o remendo do furo na hora em que acontecia. Nos últimos dez/doze anos passei a levar comigo uma câmara de ar o mais disfarçada possível debaixo do selim e abandonei a operação de reparação na hora, trocando de câmara. Como não gosto de levar aquela bolsinha que habitualmente se encaixa sob o selim, levo num dos bolsos da camisola a bomba de ar e três chaves de desmontar, de plástico. A câmara furada recolho-a sempre e como tenho muito tempo disponível, embora esta seja uma falsa justificação, porque a reparação demora uns escassos minutos, remendo-a em casa com os tais remendos tipo tip-top e volto a usá-la quando for preciso, sem perder qualidade no rolar. E agora um fait-divers relacionado com o assunto: a malta mais nova do que eu que rola comigo tinha por hábito pôr fora as câmaras sempre que furavam. Há uns tempos atrás, na mesma volta, aconteceram dois furos e eu fiz questão de recolher as câmaras furadas e de mostrar a todos que o fazia. Em casa, no meu tempo disponível, recortei minuciosamente uns remendos à moda antiga e na volta seguinte devolvi-lhes as câmaras remendadas. Eles provavelmente nunca tinham visto tais remendos e fartaram-se de rir...e eu também, porque agora já não deixam as câmaras abandonadas na berma da estrada:)
 
#12
Aqui vai uma dica de quem já patrocinou muita borracha, as camaras velhas recorto-as por dentro e faço uma capa para as operacionais, entre o pneu e esta. Não é infalivél mas já me evitou muito trabalho, podem dizer que é peso a mais...mas antes isso que fazer colecção delas..
 
#13
Aqui vai uma dica de quem já patrocinou muita borracha, as camaras velhas recorto-as por dentro e faço uma capa para as operacionais, entre o pneu e esta. Não é infalivél mas já me evitou muito trabalho, podem dizer que é peso a mais...mas antes isso que fazer colecção delas..
ja tinha deixado essa dica aqui no forum, chama-se encamisamento..
muito importante e ainda não vi ninguém referir e após furar virar o piso do pneu ao contrario e procurar o que causou o furo, pois certamente continua lá, e o mais certo e furar novamente. o que faço é tirar a camara e ver na mesma posição do piso onde fica o furo e procurar a causa..
 
#14
Isso é mesmo importante ! Eu puxo a camara p/ fora do pneu, mas sem tirar o bico, ponho um pouco de ar e localizo o furo, a partir daí fica mais fácil localizar no pneu o que causou o furo.
 
#15
Para além de trocar de câmara,verifico o motivo do furo.Pois nem sempre é só um problema externo,uma vez furei porque a banda de protecção ,que separa o aro da câmara estava danificada ,e quando a enchia ,a mesma em contacto com o parafuso de um dos raios, furava.Porém nunca uso câmaras reparadas pois com 8 bar,não creio que tenham a mesma resistência de uma que ainda não tenha furado.Porém nunca furei dado utilizar pneus com pelo menos 120tpi.é um bom investimento e poupa ao longo de uma época muito trabalho.
 
#17
Peço desculpa pela minha ignorância em matéria de bicicletas de estrada, mas há algum sistema anti furos semelhante aos encontrados no BTT. Por exemplo o tubeless, o gel anti furos, por ai fora?

Ando neste momento à procura de uma bike de estrada e há muitos pormenores que não sei. :eek:
 
#18
RJLA, há as fitas anti-furos que ficam entre o pneu e a camara e também um gel que vai dentro da câmara. As bicicletas de estrada furam mais que as BTT, mas se tomares os devidos cuidados os furos são raros, pneus com pouca pressão, velhos ou de má qualidade furam mais. O que não se deve fazer é ir para a estrada sem câmaras reserva *E* kit de reparo.
 
#20
Boas pra todos,no btt,costumava e ainda hoje tenho colado dentro do pneu,fita dos rolos de fotografia,nao pesa kuase nada,basta um fio de cola em todo o pneu pra segura-la,e nao fura nem á lei da bala,,,klaro ke é uma força de expressao,e klaro ke se for um vidro ou prego ke se vire e se espete na parade lateral do pneu ai nao ha nada a fazer,mas se for no rasto do pneu,ai meus amigos.....o objecto perfurante ate pode furar o pneu mas nao fura a fita.....................agora muito sinceramente ainda nao o fiz na fininha,talvez pq estou nisto da estrada á pouco tempo e furos..ainda nao apareceram,um abraço