CICLISMO E INFERTILIDADE - nunca é demais informar

#1
Apanhei isto na net, penso que nunca é demais informar o pessoal:

"Os ciclistas profissionais correm um maior risco de sofrerem de infertilidade, revela um estudo espanhol, apresentado em reunião da European Society of Human Reproduction and Embryology, que sugere aos atletas a congelação de esperma no início da carreira desportiva.

Vários estudos têm demonstrado uma relação entre níveis elevados de exercício físico e problemas de fertilidade em ambos os sexos. Neste estudo da Escola de Medicina da Universidade de Córdoba, em Espanha, foram avaliados 15 profissionais de triatlo (prova que engloba a prática de natação, corrida e ciclismo), com uma média etária de 33 anos.

Foram retiradas amostras de esperma aos atletas, sob a condição de não manterem relações sexuais nos três dias anteriores aos testes. Quando os investigadores compararam os resultados com o tipo de treino, apenas o ciclismo foi relacionado com uma pior qualidade dos espermatozóides, ou seja, correr ou nadar não foram associados a um baixo número de espermatozóides saudáveis.

Em todos os homens - que treinaram uma média de nove vezes por semana nos últimos oito anos - menos de 10% dos espermatozóides tinham uma aparência normal. Geralmente, nos homens férteis, entre 15% e 20% dos espermatozóides têm uma aparência saudável.

Nos atletas que percorreram mais de 300 km por semana de bicicleta, a percentagem de espermatozóides com tamanho e forma normais caiu para os 4%. Segundo os cientistas, esta é já uma proporção que indica dificuldade em conceber sem a ajuda de tratamento específico.

Em declarações à BBC, Diana Vaamonde, líder da investigação, refere que o calor provocado pelas roupas justas, a fricção dos testículos contra o banco e o stress resultante da grande energia necessária para fazer exercícios tão vigorosos poderiam contribuir para uma baixa qualidade do esperma. Deste modo, a cientista sugere a estes atletas que congelem o esperma no início da carreira desportiva para assegurarem a reprodução.

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

03 de Julho de 2009"
 
#2
Infelizmente é um problema cada vez mais comum nos nossos dias, e só nos apercebemos dessa realidade quando nos bate á porta, ou de algum familiar, como devem ter reparado pelo meu avatar hoje sou pai mas demorou uns longos 7 anos a conseguir, apesar de tudo considero-me um felizardo :) há quem tente uma vida inteira e nunca consiga saber o que é ser pai...

Pelo que me apercebi, existem vários factores que podem contribuir para tal situação, tais como a qualidade dos alimentos que ingerimos, o tabaco, o stress...

Não sei se teve alguma coisa a vêr com este estudo mas na realidade, o médico aconselhou-me a parar a bicicleta, pelo menos 15 dias antes de fazer a recolha para posterior inseminação...

Mas não se devem preocupar muito com esta situação, conheço casos de individuos que fazem tudo para destruir a propria saude e são férteis como coelhos, e outros infelizmente tentam ter o máximo de cuidado com o bem estar fisico e são atingidos por este flagelo, cada vez mais comum em Portugal, sabiam que em 2007 existiam 500 mil casais em lista de espera para fazer uma inseminação ? (Estima-se que entre 10% a 15% da população sofra deste problema), a maior parte dos casais têm é vergonha de falar publicamente do seu problema.
 
Last edited:
#3
Não vamos mais longe, o Lance Armstrong teve o cancro onde? Provavelmente originado devido ao grande numero de hora que passava em cima da "fininha", aliado a falta de investigação própria da época, em que o importante era ter bancos fininhos para retirar peso na bicicleta (este é outro assunto que dava para debate).
Eu tive de trocar o meu banco, passado 1h de andar em cima dele não aguentava as dores de cu e começava a sentir dormência nas "partes baixas", agora tenho um specializaed Alias aquilo parece um sofá :cool: acabo as voltinhas impecável.
 
#4
É melhor não irmos por aí, no que toca ao exemplo do Lance. Pode ser apenas uma coincidência. Tantos e tantos ciclistas que andaram tanto em cima de bicicletas como o Lance e nunca tiveram nenhum problema. O Jens Voigt acho que até tem uns 5 filhos:D

Depois há outra coisa que são as dores no rabo e a dormência dos genitais, que nada tem haver. A dor no rabo apenas tem haver com o facto do selim ser muito rijo ou dos calções não serem grande coisa, o que faz com que a "carne" na zona dos ossos da bacia fique massacrada. O mesmo acontece se ficarmos muito tempo sentados em cima de um banco de pedra. Eu muito tempo andei com essas dores por causa de um selim que não gostava e nunca tive o menor sinal de dormência.

A dormência já é mais séria e deve-se à pressão entre o selim e a zona do períneo, por onde passam diversos nervos e uma importante veia que leva o sangue ao pénis. Se essa circulação for interrompida, surge a tal dormência e aí sim é que devemos ficar preocupados em resolver a situação.

O que ajuda é levantar com frequência do selim, não só para aliviar a pressão, mas também para arrefecer a zona. Não é por acaso que os testículos estão colocados "fora" do corpo, é mesmo por causa da temperatura corporal. Quando vamos em cima da bicla durante muito tempo e em especial no Verão, é natural que essa zona aqueça.
 
#5
Sim o Lance até pode ser coincidência, quem sabe... Também há muitas pessoas que fumam e não tem cancro do pulmão e outras que não fumam e chegam a ter. Apenas quem fuma têm mais tendência para contrair, com o ciclismo pode ser igual...

A dor no rabo apenas tem haver com o facto do selim ser muito rijo ou dos calções não serem grande coisa, o que faz com que a "carne" na zona dos ossos da bacia fique massacrada.
O selim que eu tinha era na altura que comprei a bike um "bom" um Selle San Marco Era (caro :p) selim no entanto eu nunca me consegui habituar a ele. Era duro que nem uma pedra e super fino (pelo menos para mim). Este é um dos problemas cerca de 80% da bicicletas de ciclismo vem com selins 130 apenas para retirar peso a bicicleta :confused:, quando a maioria das pessoas a medida devias de ser um 143! Enquanto se continuar a pensar em peso e não em conforto não há maneira de resolver problema como estes.
 
Last edited:
#6
Aqui vai mais um teste efectuado e as noticías não são animadoras...

"...Cientistas espanhóis demonstraram que praticar exercício até à exaustão reduz temporariamente a quantidade e qualidade do esperma.

Após alguns exercícios específicos em bicicleta, efectuados com diferentes níveis de fadiga, os investigadores testaram a fertilidade.

Os que pedalaram até à exaustão produziram uma quantidade menor de ejaculação e apenas cerca de metade de esperma do grupo que pedalou de forma moderada.

Se tem tido problemas em ter um bebé, talvez tenha que ser mais brando no ginásio..."

Fonte : Mens Health
 
#7
Não sei se tira, mas quando mais ando, mais vontade tenho de...andar...

Uso um selim para a próstata e alívia a pressão anal também. É o avatar gel da Specialized
 
#9
Figueiredo, é normal que depois de exercicio até "morrer" as hormonas estejam em baixo durante algum tempo, dias. Por isso é que alguns homens de trabalho quando chegam exautos a casa, dizem à mulher "hoje não querida, estou cansado" :D Tem lógica não? :p
 
#10
Por falar em "dores no rabo e a dormência dos genitais" a maior parte das vezes associa-se logo ao selim e a sua fraca qualidade..
mas por vezes o problema reside na má colocação do selim (ou muito a frente ou uns centimetros muito alto), por isso antes de comprar um novo fica esta nota..;)
 
#11
Já reparei que os ciclistas profissionais utilizam os selins planos e nós andamos sempre à procura daqueles rasgados no meio para evitar a dormência .

Mas tb não conheço algum desporto em que um atleta tenha feito tratamentos para ter filhos .

E será que não é o Doping ou excesso de hormonas que dá cabo da fertilidade ?

Acho que a confusão é essa mesmo .

Tem de fazer essa análise a quem nunca tocou em Doping .

:confused:
 
#12
Boas a todos os convivas,vou tentar explicar pra ke todos percebamos o ke se passa,e o porquê de tantos zuns zuns sobre o assunto.....

peço desculpa da maneira como vou falar em certos asssuntos....bem somos todos homens,ninguem vai ficar sensibilizado: sabem o porquê dos testiculos estarem as vezes com a pele muito dilatada e outras plo contrario quase nao há pele de tao rijos e recolhidos que estao...?porque os nossos testiculos procuram a temperatura ideal prá produçao de esperma de qualidade e com quantidade,que é aproximadamente 36,5 a 37 graus,dai quando estamos com frio,seja kual for a razao,os testiculos(a pele claro),recolhe ou encolhe como preferirem,pra se aproximarem do corpo e obterem a temperatura......quando plo contrario esta muito calor,seja plo treino,por febre,por todas as razoes,a pele dos testiculos dilata,afastando-os do corpo,logo com tendencia a arrefecerem mais rapidamente..........ora agora imaginem o que é passar 2,3,4,5 e ás vezes mais horas em cima do selim....ja imaginaram o calor?? Claro os selins anatomicos aliviam,o mudar regularmante de posiçao(em pé,sentado..)tb ajuda......etc,etc,etc.claro que o risco é real,mas tb é proporcional ao tempo em que estamos em cima dos canais seminais e da prostata,por isso quando se fala de profissoes mais expostas ao perigo de infertilidade ou cancro,fala-se logo nos ciclistas(profissionais),e profissionais do volante.......peço desculpa se me alonguei muito na resposta,mas é um asssunto muito delicado nao devendo por isso deixar duvidas no ar......um grande abraço e espero ter ajudado a esclarecer o assunto:)