Canyon Endurance Endurace CF 8.0

#22
Bem depois de pequenas afinações de altura de espigão, anda para a frente e para trás com o cleats lá fui da uma voltinha para testar a nova bike, é de salientar que nunca tinha pegado numa bike de estrada, e confesso que é muito estranho o andamento:

Para já consegui ver que as subidas são mais fáceis de fazer, acho que não implica tanto esforço, quando descobri que o shifter da frente tinha 3 posicoes, em vez de 2 como esperava fiquei :confused:, acho a bike bastante confortável mesmo a passar em paralelo e a coisa que mais me assusta é a quantidade de funções existente em cada manete de travão... mas isso acho que passa com o habito

Bem a bike neste momento encontra-se com as seguintes alterações:

SRAM QuickView MTB Computer Mount
Selim Selle Italia SLR Kit Carbonio Flow S2
Pedais ZXELLIUM ELITE

O aspecto final é este :



Amanha já me espera uma volta com um colega estradista! vamos ver como me comporto, pois da bike acredito que nada vá acontecer de mal.

Depois apresento as minhas conclusões.
 

edununo

Well-Known Member
#27
Bem depois de pequenas afinações de altura de espigão, anda para a frente e para trás com o cleats lá fui da uma voltinha para testar a nova bike, é de salientar que nunca tinha pegado numa bike de estrada, e confesso que é muito estranho o andamento:

Para já consegui ver que as subidas são mais fáceis de fazer, acho que não implica tanto esforço, quando descobri que o shifter da frente tinha 3 posicoes, em vez de 2 como esperava fiquei :confused:, acho a bike bastante confortável mesmo a passar em paralelo e a coisa que mais me assusta é a quantidade de funções existente em cada manete de travão... mas isso acho que passa com o habito
Que cassete tens? 11-28, 11-32?
As falsas subidas são mais fáceis de fazer mas aquelas bem ingremes tipo 8, 9 , 10% e mais são mais complicadas. Pelo menos no meu entender. Claro está que com uma cassete 11-28 ou maior e pedaleira compacta, alguém com o minimo de preparação sobe quase tudo.
 

Duke

Well-Known Member
#28
As várias posições da manete do pedaleiro (manete esquerda) são para afinares o desviador da frente de forma a não roçar na corrente.

Por exemplo se fores com prato pequeno a frente e pequeno a traz a corrente vai ter tendência a roçar no desviador de frente, ao meteres "meia mudança" na manete esquerda o desviador vai deixar de roçar.

não sei se me fiz entender bem mas é mais ou menos isto.
Boaspedaladas
 
#29
Que cassete tens? 11-28, 11-32?
As falsas subidas são mais fáceis de fazer mas aquelas bem ingremes tipo 8, 9 , 10% e mais são mais complicadas. Pelo menos no meu entender. Claro está que com uma cassete 11-28 ou maior e pedaleira compacta, alguém com o minimo de preparação sobe quase tudo.
A cassete é 11-32, sim ja tenho preparação das lides de BTT, e vou tendo pernas...
 

edununo

Well-Known Member
#30
Com 11-32 torna-se bastante fácil subir.
Eu também já tinha alguns kms de BTT quando comprei a de estrada. Contudo como a minha tem cassete 12-27, nas subidas íngremes custou um pouco nos inícios.
Agora já vai melhor. É uma questão de hábito.
 
#31
Com 11-32 torna-se bastante fácil subir.
Eu também já tinha alguns kms de BTT quando comprei a de estrada. Contudo como a minha tem cassete 12-27, nas subidas íngremes custou um pouco nos inícios.
Agora já vai melhor. É uma questão de hábito.
Neste caso, ainda estou a tentar perceber os benefícios futuros de mudar para uma cassete mais pequena, para já vou andar com esta ate ver.

Mas gostava de saber o que me pode levar a usar uma cassete mais pequena, 27 ou 28

A relação de 11v será tao diferente da de 10v ou 9v ?
 
#33
Vou contar o seguinte , aquela febre das bikes começou a sério por alturas de 2007 ... veio a Tarmac e por fim a Addict r2 , de campo a Stumpjumper HT e depois a Scott Scale 30 ...

Chamo a isto a febre das marcas !

Gasta-se rios de euros ... para nada !

Depois de milhares de km´s e algumas simulações de corridas e andamentos a sério , resolvi bater com a febre das marcas .

Comprei este Verão a Ultimate AL SLX 9.0 SL e a Grand Canyon Al SLX ... para vos dizer sem chatices muito boa compra a um preço justo .

Já nem me lembro das anteriores ... ou melhor , apenas uma palávra de comparativo : lixo!

Apostem sem medo em marcas complementares aos interesses instalados do carbono de média e baixa gama , o alumínio de topo é muito superior , mas talvez um pouco ainda abaixo do carbono de topo , mas este último é muito caro a meu ver .
 
#35
Bom dia,

Desculpem la a demora, mas andei nas lides de monte (veio chuva).

Fiz dois testes:

1º : http://connect.garmin.com/modern/activity/605009927

Isto foi uma saída sem nada pensado, tentar perceber a mecânica da estrada e divertir-me. Gostei da velocidade que consigo obter com pouco esforço ( comparado ás lides do monte ), a descer tenho-lhe medo.

2º ; http://connect.garmin.com/modern/activity/619742134

Volta pensada, percebi os 75KM são o meu limite, vim a sofrer o resto.

no geral, gosto da bike, não tenho ponto de comparação, tem uma vantagem brutal, Não Enche a garagem de LAMA :D.

Ainda me faz confusão mudar de posição em andamento, mas já começa a ficar mais falta ...

Fotos:







Abraços
 
#38
E agora passado este tempo como esta a bike? Mais feedback se faz favor.
Esta bike andou pouco em 2015, tive umas lesões com a irmã gorda Spectral AL 8.0 EX.

Este ano, e tendo em conta que vou ter mais companhia para a estrada deve andar mais.

Estou a pensar trocar o guiador (ritchey aluminum) para um em carbono.

Será que vale a diferença ? apenas procuro mais conforto !