Àgua dentro do quadro

#1
Boas,

Hoje após ter lavado a minha Scott CR1 reparei, ao abaná-la, que havia alguma àgua a chilingar dentro do quadro na zona so eixo pedaleiro. Tentei a todo o custo tirar-la, virei-a em todas as posições e ela não saiu.

Também andei à procura do sitio por onde ela terá entrado e não encontro qualquer furo ou fenda.

Tenho todo o cuidado ao lavar a bike, com a mangueira só meia aberta para não a atingir directamente com o jacto de àgua (que nem chega a ser jacto nenhum).

Isto é normal acontecer? Posso prejudicar algum componemte como por exemplo o eixo ou o proprio quadro por humidades?

Desde já o meu obrigado.
 
#2
eu ja tive isso mas foi no inverno, quando vou trabalhar e vou muito tempo a pedalar sobre a chuva (mas mesmo muita chuva), no meu caso, a minha bike tem um furo em cada escora junto onde aperta a roda de traz, ponho a bike com a roda da frente no ar uns segundos e vejo mesmo agua a sair dos furinhos.... por acaso tambem ja me perguntei como é que o raio da agua vai la parar...

mas atenção que nao ouço agua la dentro, descobri por acaso a por a bike naquela posição um dia, esaiu de la agua, mas nao é assim muita agua
 
#5
Já tive uma situação parecida com uma Lapierre de BTT, ainda por cima um dos quadros em carbono de topo da marca. Nunca consegui perceber por onde entrava água, mas entrava e bem. Após voltas à chuva ou após qualquer lavagem tinha de sacar o espigão e virá-la ao contrário para a água sair. Normalmente acumulava-se na base do quadro, na zona do eixo pedaleiro. Sempre achei estranho como é que um quadro daqueles metia, literalmente, água e, mais grave, como é que não tinha qualquer sistema para esta escoar. Resultado disso ou não, o eixo pedaleiro começou a fazer uma barulheira que parecia que a bicicleta se ia desmanchar a qualquer momento e os rolamentos griparam em menos de um ano de uso. Perdi a confiança na bicicleta e na marca e mandei-a passear...

O teu quadro só agora começou a meter água ou sempre aconteceu? Se só começou agora, alguma coisa se passou. Vê se a água não está a entrar junto aos parafusos das grades de bidon, no encaixe do espigão, no eixo pedaleiro...enfim...há muitas hipóteses. E água não sai quando viras o quadro ao contrário, sem espigão?

Quanto a consequências disso, supostamente, quando falava do problema da minha Lapierre, diziam que isso não traria qualquer problema, nem aos componentes nem ao quadro. Nunca comprei esta teoria e, mesmo que não representasse qualquer problema em termos de desgaste de componentes e quadro, fez-me perder a confiança na bicicleta. Era deveras ridículo e frustrante ter de andar constantemente a tirar água de um quadro...e logo do quadro mais "caro" que tinha tido até ao momento.
 
#6
Quando se anda à chuva durante algum tempo a água consegue entrar através do espigão de selim, entre o mesmo e o quadro. É também uma das razões para a qual se mete massa nessa zona. Quem me disse isto foi um mecânico de bicicletas.
 

torui

Well-Known Member
#7
Se a água não sair com o passar do tempo pode danificar/calcificar algumas peças. Eu por causa da chuva, já fiquei com o cabo que passa por dentro do quadro, ao nível do desviador dianteiro calcinado. E estava a ver que tinha que enviar o quadro para a marca para o assunto ter sido tratado, porque ficou tipo cimento no interior do quadro. De alguma forma essa água vai ter que ser retirada para evitares problemas do equipamento.
 
#8
É isso que vou fazer, vou tirar o espigão a ver se escoo a àgua. Não o faço agora porque não estou em casa. O facto é que ainda hoje procurei por todo o quadro por qualquer fenda por onde a àgua possa entrar e, nada!