Uma foto da tua volta

Maddog

Well-Known Member
Depois do Roubaix deu-me para ter uma ideia de m…. Subir à serra do Socorro pela vertente norte. 2,35 kms a 11%…
Fiz em agosto, nixx ja tinha feito varias vezes de BTT, mas de estrada vai lá vái!!!! mas atenção que essa %% que indicas é completamente enganadora, devido a cerca de 600m com plano e descida LOL, aquela rampa depois do cruzamento é demolidora!
 

MiGuEl_82

Well-Known Member
Fiz em agosto, nixx ja tinha feito varias vezes de BTT, mas de estrada vai lá vái!!!! mas atenção que essa %% que indicas é completamente enganadora, devido a cerca de 600m com plano e descida LOL, aquela rampa depois do cruzamento é demolidora!
Pela vertente norte tinha feito uma vez mas começando do Casal de Barbas, acaba por não ser tão longa. Na altura em BTT tb e já assim achei dura. Mas de fininha é terrível. Diria q é daquelas que se sobe uma vez e está feito. Até pq nem a descida compensa. É tão inclinada que um gajo tem q ir sempre a travar.

E sim, os 11% enganam por causa desses diria que não mais que 300/400 metros planos e em descida. Foram várias as vezes que olhei para o gps e via inclinações de 20/21/21%… e foi quase sempre acima dos 17%
 
Pela vertente norte tinha feito uma vez mas começando do Casal de Barbas, acaba por não ser tão longa. Na altura em BTT tb e já assim achei dura. Mas de fininha é terrível. Diria q é daquelas que se sobe uma vez e está feito. Até pq nem a descida compensa. É tão inclinada que um gajo tem q ir sempre a travar.

E sim, os 11% enganam por causa desses diria que não mais que 300/400 metros planos e em descida. Foram várias as vezes que olhei para o gps e via inclinações de 20/21/21%… e foi quase sempre acima dos 17%
Ainda bem que mencionas a questão de ir sempre a travar. Ainda não me atrevi a subir a Serra do Socorro porque não tenho confiança nos "abrandadores" de calço...deixei de fazer algumas descidas aqui há volta (descida do Casal do Deserto depois de Montengrão, por exemplo).

Mas com a Serra aqui mesmo ao lado tenho de lá ir um dia.
 

Mafioso

Well-Known Member
Ainda bem que mencionas a questão de ir sempre a travar. Ainda não me atrevi a subir a Serra do Socorro porque não tenho confiança nos "abrandadores" de calço...deixei de fazer algumas descidas aqui há volta (descida do Casal do Deserto depois de Montengrão, por exemplo).

Mas com a Serra aqui mesmo ao lado tenho de lá ir um dia.
Mas ainda há quem defenda que os discos não são necessários :D
 

MiGuEl_82

Well-Known Member
Ainda bem que mencionas a questão de ir sempre a travar. Ainda não me atrevi a subir a Serra do Socorro porque não tenho confiança nos "abrandadores" de calço...deixei de fazer algumas descidas aqui há volta (descida do Casal do Deserto depois de Montengrão, por exemplo).

Mas com a Serra aqui mesmo ao lado tenho de lá ir um dia.
Mas que travões tens? Com tempo seco nunca achei que os travões de calço 105 que tinha na anterior fossem meros abrandadores. Ainda há umas semanas subi pela vertente sul e desci por onde subi no domingo e os dois amigos q iam cmg tinham travões de calços e n se queixaram
 
Mas que travões tens? Com tempo seco nunca achei que os travões de calço 105 que tinha na anterior fossem meros abrandadores. Ainda há umas semanas subi pela vertente sul e desci por onde subi no domingo e os dois amigos q iam cmg tinham travões de calços e n se queixaram
Tenho uns Dura-Ace. Não é que travem mal mas não têm a mesma força de travagem que disco, algo que já estou habituado na de BTT. Também não tenho ideia ou experiencia do quanto aquecem os aros se for a travar constantemente durante um período de tempo mais longo e se poderá ser um problema.
 
Agora imaginem o pessoal que faz serias nas serra, se a coisa estiver como deve de ser, o ciclista souber travar e as rodas forem de confiança funciona, mas se for num diluvio precisa de alguma tecnica, mas funciona
Não tenho discos nas de estrada, tenho nas de btt, gostava de ter todas com discos mas não é impeditivo de nada deste mundo
 

MiGuEl_82

Well-Known Member
Tenho uns Dura-Ace. Não é que travem mal mas não têm a mesma força de travagem que disco, algo que já estou habituado na de BTT. Também não tenho ideia ou experiencia do quanto aquecem os aros se for a travar constantemente durante um período de tempo mais longo e se poderá ser um problema.
A descida do Socorro, seja por q vertente for, não tem mais de 2,5 kms. É uma descida curta portanto. Posso-te dizer q nunca tive problemas em descidas mais longas, tais como Torre - Covilhã e algumas do Douro Granfondo. As rodas eram uma Fulcrum Racing 77 (entrada de gama) e umas Progress Phantom, ambas de alumínio. No Douro havia lá uma descida na qual alguns participantes danificaram aros em carbono.
 
Que os discos são melhores, acho que já poucos discutem seriamente o assunto, mas também não vale a pena dizer que umas dura ace não fazem umas descidinhas, se houver duvidas é envia-las para cá que eu dou um tratamento "zinho" nelas no meu xaruto
Até existem ai uns ciclista que compraram de discos e agora metem a venda as de aros e dizem que são muito boas, ehehehe