UCI WorldTour & ProSeries 2021

Bruso

Well-Known Member
primeiro foi a falha colossal nos espigão do novo modelo, até parece que a bicicleta não foi testada ou foi desenvolvida pelo designer em vez de um engenheiro. Agora é o guiador, de momento caso isolado sem causa conhecida. No modelo da minha, a ultimate cf slx o espigão é extremamente flexível chegando a provocar que os parafusos do mesmo afrouxem com o passar do tempo ou que sintas demasiada flexibilidade no selim.

Começa-me a parece que esta marca é uma marca de qualidade duvidosa.
Relata-se no passado estaladelas na zona do BB, mau mau...

Onde vai isto parar...
O problema do espigão não é grave do ponto de vista de segurança. Claro que quando pagas o valor que esta bike custa não queres defeitos mas é apenas um defeito estético.

O guiador tudo indica que foi devido a demasiado aperto (talvez porque não usam a braçadeira da Shimano ou talvez porque o mecanico acho que seria melhor apertar a mais devido ao pave.
Ninguém sabe se a bike não sofreu nenhuma pancada durante o transporte também. Claro que não abona a favor da Canyon mas de certo que vão conseguir limpar a imagem.
 

{the_crow}

Well-Known Member
Grote prijs Jean-Pierre Monseré

Vitoria ao sprint do Tim Merlier !

Já agora

Citando
"
JEAN-PIERRE MONSERÉ

Uma história real rodeada de glória e muita tragédia.

Foram os primeiros Mundiais organizados na Grã-Bretanha; Monseré era neo-pro e tornou-se o segundo mais jovem campeão do mundo na altura com 21 anos, 6 meses depois e já com 22 anos foi atropelado por um carro em plena competição na Flandria e acabou por falecer.

Nesse Mundial de 1970 bateu grandes nomes como, Gimondi campeão do mundo em 73, Altig, Guimard, Poulidor e na Bélgica era gregário de De Vlaeminck, bateu ainda nesse mundial Merckx que seria Campeão do mundo no ano seguinte e também em 74...

Portugal nesse mundial terminou a prova com Firmino Bernardino na 41° posição e José Azevedo na 60° posição e José Pacheco no lugar 67°, todos a 18" do vencedor, não terminaram a prova, José Pereira, Joaquim Moreira e Joaquim Leite.

Mas a história não terminou... Giovanni, filho de Jean-Pierre Monseré que está na foto também morreu aos 7 anos num acidente com outro carro. E numa bicicleta que lhe tinha sido oferecida pelo campeão do mundo de 76 e 81 Freddy Maertens.

Para terminar a história e porque hoje vamos transmitir a 9° Edição do GP Jean-Pierre Monseré pelas 12h30' no Eurosport, fica a lembrança que em 2020 quem venceu foi Fabio Jakobsen (Deceuninck) e na corrida seguinte, no decorrer da 2° etapa da Volta a Polônia caiu a mais de 80 kms/h nas circunstâncias que todos sabemos e ainda se encontra em recuperação, lutando para ter no minimo uma vida normal.

Obrigado Gonçalo Moreira pela lembrança. "
 

{the_crow}

Well-Known Member
Vitoria do Sam Bennett na primeira etapa do Paris - Nice... etapa que fica marcada por mais uma queda do Richie Porte e abandono...espero que nada de grave...

no GP Industria & Artigianato .. vitoria de mais um miudo da DQS Mauri Vansevenant!
 

Carolina

Well-Known Member
Já não é a primeira vez este ano que a quickstep só aparece no final. Deixam as equipas da GC fazer a parvoíce de ir pa frente até aos últimos 3kms e depois vão-se chegando à frente. Só a menos de 2 kms do fim é que se vê o comboio deles.