Pág 19 de 19 PrimeiroPrimeiro ... 9171819
Mostrar resultados 181 a 188 de 188

Tópico: Deixando cair o pé

  1. #181
    Mestre do Pedal
    Registo
    04-06-2012
    Posts
    166

    Predefinido

    obrigado pelas palavras.
    Saimon estou bem satisfeito com a bici...na estrada não fica atrás das outras, serve para as minhas aventuras em qualquer tipo de estrada e até já andou no ciclocrosse...nada mau para uma bike só.
    Medroso cusca à vontade, no meu caso bastaram 10 segundos de um video de apresentação para decidir ir, eu que até tinha ideia de não fazer nenhum granfondo este ano.

  2. #182
    Mestre do Pedal
    Registo
    04-06-2012
    Posts
    166

    Predefinido

    obrigado pelas palavras.
    Saimon estou bem satisfeito com a bici...na estrada não fica atrás das outras, serve para as minhas aventuras em qualquer tipo de estrada e até já andou no ciclocrosse...nada mau para uma bike só.
    Medroso cusca à vontade, no meu caso bastaram 10 segundos de um video de apresentação para decidir ir, eu que até tinha ideia de não fazer nenhum granfondo este ano.

  3. #183
    Mestre do Pedal
    Registo
    04-06-2012
    Posts
    166

    Predefinido

    Continuam as voltas de preparação para a clássica de Idanha. Vou metendo uns trechos em terra e em paralelo para ver se no dia não passo muito mal. Nesta última volta exagerei e fui dar a uns caminhos intransitáveis de bicicleta. Foram uns km a pé com ela Às costas...ossos de aventureiro.






  4. #184
    Sempre a subir! Avatar de maust
    Registo
    29-07-2010
    Posts
    1508

    Predefinido

    Citação Post Original de Zeni7 Ver Post
    Voltinha fixe, motivado pela inscrição na Clássica de Idanha dei uma voltinha com algumas das dificuldades que marcarão esse evento: paralelos, terra e paredes.

    Início em troço de paralelo, ou pavé para ser mais chique, junto ao Zêzere, depois voltar À nacional por uma rampinha do mesmo pavimento.
    Entrada em Valhelhas tb por paralelo, siga até Famalicão.
    De Famalicão a saída é por uma rampa verdadeiramente assassina que vai dar à nacional.
    Depois foi subir mais um pouco até Às eólicas junto a Seixo Amarelo.
    Bela descida até Gonçalo e a seguir uma surpresa: a estrada que dantes era em alcatrão manhoso estava agora pavimentada a terra batida num troço de 5 km. Siga...mas numa curva mal medida ia vendo a bicla a sair da pista.
    Chegado outra vez a Valhelhas regresso com vento pelas costas a Manteigas.
    Antes de chegar um último desafio: subida ao Poço do Inferno, bem acima dos 100o metros, pela vertente de Leandres, 4 km a 10%, muuuuiiito dura.
    Descida com a bike aos solovancos, tão mau era o piso mas tanta a pica a descer.
    Final com subidinha de uma das íngremes ruas de Manteigas no seu caraterístico piso em paralelos.

    Enfim apenas 75 km mas tanta coisa para ver.

    mais uma bela partilha

    na foto deve ser o Poço do Inferno

    quando lá fui no pico do verão infelizmente a cascata estava seca

  5. #185
    Sempre a subir! Avatar de fcsaimon
    Registo
    25-05-2015
    Posts
    320

    Predefinido

    Estou a ver que a máquina está aprovada para todos os terrenos.

    Que tal se portam os travões, principalmente nas longas descidas? A minha experiência com travões de disco mecânicos nao é nada que me dê gosto lembrar, ao contrário dos travões de disco hidráulicos que mesmo os mais básicos cumpriam muito bem (no BTT).

  6. #186
    Mestre do Pedal
    Registo
    04-06-2012
    Posts
    166

    Predefinido

    Sim maust é mesmo o Poço do Inferno, foi pena não ter ido lá estes dias tirar foto com neve: é um lugar único, por acaso ao tirar a foto lembrei-me de ler algures que tinhas ido lá com a cascata seca.
    Saimon, para mim é a bike ideal, permite fazer o que gosto em diversos contextos e, ao mesmo tempo, não tem material demasiado caro/sofisticado que me faça preocupar muito com €stragos e manut€nção. Além disso a bike veio do OLX o que logo À partida foi uma poupança considerável. Não sou grande especialista em análise de travões. Sei que a conjugação pneu largo/ disco mecânico me dá mais confiança de que os travões normais no aro permitindo, no meu caso, descidas muito mais rápidas e descontraídas, principalmente quando o piso é mais irregular. Mas como nunca experimentei travôes hidraulicos nem btt, não tenho grande termo de comparação. A única coisa menos positiva, é o ruído, por vezes, após alguns minutos em descida os travôes começam a fazer um barulho mecânico muito acentuado.

  7. #187
    Sempre a subir!
    Registo
    04-01-2014
    Local
    Lousada
    Posts
    1340

    Predefinido

    Boas,
    a história dos vídeos promocionais, por vezes são tão bem, mas tão bem elaborados, que um gajo não pode faltar.

    No meu caso, por motivos diversos, incluindo a longa distância, a solo, até ao destino, estou off. :/ Tenho amigos residentes em Figueira da Foz, que lá estarão.

  8. #188
    Mestre do Pedal
    Registo
    04-06-2012
    Posts
    166

    Predefinido

    é verdade, mas eu nem sou muito de me deixar tocar por esses videos com boas filmagens e musica mais ou menos épica. A cena aqui é que eu conheço alguma coisa da zona, sei o que é entrar nessas aldeias históricas de bike, já passei em algumas, Piodão, Belmonte, Sortelha. Sei também da grandiosidade das estradas abertas na zona da Beira, com longas rectas e paisagens magníficas a perder de vista dos dois lados da estrada, enqunanto se agradece a sorte de estar ali. Juntando isso ao facto de passar em alguns sítios que ainda não conheço e quero conhecer, não podia mesmo faltar.

Regras

  • Você não pode colocar novos tópicos
  • Você não pode responder
  • Você não pode adicionar anexos
  • Você não pode editar as suas mensagens
  •